07 abril, 2014

GONDOMAR - José Luís Oliveira, autarca com 233 propriedades e várias contas offshores. Como enriquecem em Portugal?

gondomar faz milionários apodrecetuga corrupção
Hoje brindo-os com duas verdadeiras histórias de máfia: José Luís Oliveira e Luís Coelho.
José Luís Oliveira, o autarca exemplar. 
Mesmo estando preso, 8 meses, continuou a exercer a função de vice-presidente da câmara de Gondomar? E quando foi detido tentou destruir vários documentos bancários? Tudo gente séria!
Em nome da Câmara, comprou propriedade por 230 mil euros A UMA IDOSA, mas depois vendeu-a à câmara por 487 mil euros?
Possui 233 propriedades e várias contas offshores?
Detém 6 pelouros estratégicos no sector imobiliário?
Comprou também um terreno por 1 milhão e vendeu-o à Sociedade de Transportes Colectivos do Porto por 4 milhões, 6 dias depois?
Inacreditável!! E o povo roubado apoia, elege e queixa-se que somos um país pobre? Somos muito pobres sim, mas de espírito...

"José Luís Oliveira, vice-presidente da Câmara de Gondomar, é dono de uma fortuna considerável. A última declaração de rendimentos apresentada no Tribunal Constitucional dá conta de que possui, em seu nome e em território português, 223 propriedades. 
O processo ‘Apito Dourado’ permitiu também perceber que é proprietário de várias contas offshore, e foi tornado público que quando foi preso tentou destruir documentação bancária.
Hoje, (2009) Oliveira continua na Câmara e é milionário.
Em 2004, quando o ‘Apito Dourado’ o catapultou para a primeira divisão da agenda mediática, o braço-direito de Valentim Loureiro era vice-presidente da distrital do PSD/Porto. Suspeitas de corrupção levaram-no à prisão durante oito meses, até ser condenado numa pena suspensa. Outros dois processos em que se discute a participação económica em negócio estão para julgamento.

ELEITO COMO INDEPENDENTE
José Luís Oliveira é autarca desde 1993, tendo sido eleito numa lista apoiada pelo PSD. Em 2004, Marques Mendes retirou a confiança política a Valentim Loureiro, mas, mesmo preso, Oliveira nunca se demitiu da Câmara. No ano seguinte, a lista liderada por Valentim, como independente, voltou a vencer as eleições com uma maioria absoluta expressiva.
O CM consultou a declaração de rendimentos de José Luís Oliveira. No último documento apresentado naquele tribunal, e passível de ser consultado à luz da transparência dos titulares dos cargos públicos, Oliveira declarou rendimentos de 47 mil euros em 2007. As rendas que aufere das propriedades que possui complementam-lhe o orçamento. Declarou 77 mil euros de rendimentos prediais.
Muitos dos imóveis que possui, principalmente no lugar da Ferreirinha, Foz do Sousa, em Gondomar, estão registados como heranças. Nos restantes desconhece-se como conseguiu amealhar dinheiro suficiente para as adquirir.
O CM contactou José Luís Oliveira e tentou obter esclarecimentos. Feitas as perguntas, o telemóvel do autarca foi desligado. José Luís Oliveira não voltou a atender o telemóvel.

NEGÓCIOS MILIONÁRIOS
Em 1999, José Luís Oliveira era vereador da autarquia gondomarense e vigorava um 'programa especial de execução de escolas'. Diz o MP que o autarca pensou adquirir um terreno de 23 mil metros quadrados na freguesia de Melres, para construir uma escola. Oliveira alegou 'dificuldades financeiras', e levou a proprietária, Rosa Dias, a vender-lhe o imóvel por 230 mil euros. O objectivo seria vendê-lo à Câmara.
Rosa Dias passou uma procuração irrevogável a favor de um amigo do autarca e só sete anos depois descobriu que tinha sido enganada. Chamada pelas Finanças para pagar mais-valias, soube que teria de pagar imposto como se tivesse vendido o terreno por 485,5 mil euros. A idosa ficou também a saber que o comprador não foi a Câmara. O homem a quem passara uma procuração tinha alienado o terreno ao Lar d’Ouro Sociedade de Construções, que depois o vendeu à autarquia, por 487,5 mil euros.
Outro caso também com acusação é o relativo à Quinta do Ambrósio. Em seis dias, Oliveira e outros empresários conseguiram um lucro de três milhões. O MP diz que foram cometidos crimes.
DECLARAÇÃO DE RENDIMENTOS
2005 - Rendimentos 47 141,36
Rend. prediais 45 988
Mais-valias 52 500
2006 - Rendimentos 48 460,60
Rend. prediais 75 057
2007 - Rendimentos 47 449,07
Rend. prediais 77 224,20
CARROS - Fiat 127, Jeep, Tractor agrícola, Mercedes: 270
PROPRIEDADES: 223 declaradas, Entre elas há prédios de habitação, garagem e comércio na Foz de Sousa
EMPRESAS - -É sócio de duas empresas: Coutinho, Cardoso e Ferreira Lda; Rui Ferreira Cardoso,Porto. -Empresa de investimentos imobiliários e turísticos (não é perceptível o nome na declaração de rendimentos).
CARGOS
Vice-presidente da Câmara com os pelouros de:
-Departamento de Obras Municipais
-Divisão de Equipamento
-Divisão de Planeamento
-Gabinete de Apoio às Freguesias
-Programa Polis
-Secção de Gestão do Património

ENTRE A POLÍTICA, O FUTEBOL E AS IMOBILIÁRIAS
José Luís Oliveira deu os primeiros passos na política com o apoio de Valentim Loureiro. Continuou com Valentim, já sem o apoio do PSD. Manteve sempre a actividade empresarial no ramo dos negócios imobiliários.

TRÊS MILHÕES EM SEIS DIAS
O chamado caso da Quinta do Ambrósio reporta-se a um terreno baldio que pertencia à Reserva Agrícola Nacional (RAN) e que, de acordo com uma investigação da PJ, foi comprado em 2000 por um milhão de euros. José Luís Oliveira foi um dos negociantes que, 6 dias depois, vendeu o mesmo terreno à Sociedade de Transportes Colectivos do Porto (STCP) por 4 milhões. Os vendedores garantiram no contrato-promessa que se responsabilizavam em obter junto da Câmara a alteração do destino do prédio e a desafectação viria a consumar-se em Dezembro do ano seguinte.
POLIS DE GONDOMAR - É José Luís Oliveira quem gere as adjudicações de projectos do Polis. Um plano de reabilitação urbanística e intervenções em cerca de 15 quilómetros na marginal.
ZONA TURÍSTICA -Na marginal, estão já em construção diversos projectos imobiliários. Há também vários anúncios a promover a zona.
TERRENOS: - Entre as 223 propriedades registadas nas três últimas declarações de rendimentos contam-se inúmeros terrenos com capacidade de construção
No lugar de Ferreirinha, Foz do Sousa, na marginal do rio Douro, a maioria dos terrenos pertence à família do autarca José Luís Oliveira
LIBERTADO: - 2004, Oliveira foi libertado e obrigado a apagar uma caução de 400 mil euros. 
PROPOSTA CHUMBADA - O PSD trouxe recentemente para discussão pública a criminalização do enriquecimento ilícito. As opiniões voltaram a dividir-se. Não houve acordo nas bancadas parlamentares, e o assunto foi imediatamente rejeitado pela maioria socialista. fonte

MAIS... 
-- Entre 2003 e 2005 circularam 15 milhões de euros em contas sediadas em paraísos fiscais. Dois filhos de Valentim Loureiro estão sob suspeita, assim como o vice-presidente da Câmara de Gondomar. FONTE
-- Mais de 50 autarcas investigados! Impostos gastos em hot clubs, prostitutas, etc. Artigo completo
-- Mais um caso de vendas de património lesivas ao estado. 
--"O Conselho Superior do Ministério Público está a investigar um magistrado de Braga, suspeito de ter deixado prescrever dezenas de processos. Entre eles está o arquivamento de um caso que visava o autarca Mesquita Machado, outro que lesou o Estado em quase um milhão de euros e ainda um de violação e violência doméstica." Foi condenando a 5 meses de suspensão? Por 33 infracções e por lesar o estado em milhões de euros? CM

OUTRO MILIONÁRIO EX AUTARCA
17 empresas coelho corruptos
Luís Coelho, ex-presidente da câmara de Faro, pelo PS, sai milionário do poder.
O ex-autarca algarvio é atualmente empresário e tem várias empresas que afirma ter constituído muito depois de deixar a vida política. O que ele não diz é que deixou a presidência da Câmara de Faro, nas eleições autárquicas de 2001, mas continuou a ser presidente da assembleia municipal, também em Faro, até às últimas eleições autárquicas, em setembro de 2013. Hoje em dia, Luís Coelho acumula funções de sócio, gerente ou de presidente em 17 empresas, com áreas de negócio que variam entre a restauração, organização de eventos ou o setor imobiliário.
A sua fortuna é suficiente para ser o maior credor da Associação Naval 1º de Maio em 3,2 milhões de euros!! Ficou com crédito de Aprígio Santos por um valor simbólico. Não revela a verba que despendeu e diz que o fez por amizade. CM
"Luís Coelho foi condenado a um ano e meio de prisão com pena suspensa por participação económica em negócio onde foram usados dinheiros públicos para salvar o Farense da bancarrota." TSF

Como afirma Paulo Morais, em Portugal, os negócios imobiliários são mais lucrativos que o tráfico de droga. Neste video veja como esses negócios permitem ganhar milhões aos corruptos e fazer perder milhões aos contribuintes.


Neste outro video veja como se fizeram mais uns milionários em Braga.



7 comentários :

  1. Cadê os outros? Perguntarão estes corruptos.Ehehe.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
      Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
      Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão ou porem o Marinho Pinto como cabeça de lista, por exemplo. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam.
      A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote. Também é por vossa culpa que os extremistas estão a ganhar terreno, e pela mesma razão. É fácil pôr os fanáticos a votar. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas dos partidos, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem de acordo com o que acham ser a melhor solução, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.

      Quando opta por não votar pode estar a atingir o resultado contrário daquilo em que acredita.
      Esclareça-se e compreenda porque é importante votar em consciência contra os partidos corruptos.
      Faça uma escolha, opte por votar com quem mais se identifica, e quem menos o lesou, o poder é seu! Use-o para ajudar todos nós.
      http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#more

      Eliminar
  2. DESCULPEM MAS ISTO É UMA COISA QUE NÃO POSSO CALAR.
    PRECISO DE DESBAFAR E COMO ESTOU SOZINHO, SÃO VOCÊS TODOS QUE VÃO OUVIR.
    MINHA MÃE, AQUI HÁ TEMPOS, DEU UMA QUEDA E FRACTUROU O COLO DO FEMUR. FOI PARA O HOSP S. FRANCISCO XAVIER E TEVE SE SER OPERADA. COLOCARAM-LHE UMA PLACA E CORREU TUDO BEM.
    LOGO A SEGUIR À OPERAÇÃO DEIXOU DE ANDAR E PENSOU-SE QUE ERA DEVIDO AOS DIAS DE IMOBILIODADE QUE TINHA TIDO.
    O HOSP S F XAVIER COLOCOU-A NUMA UNIDADE DE CUIDADOS CONTINUADOS, EM FÁTIMA PARA SE TENTAR UMA RECUPERAÇÃO. ATÉ AQUI.... TUDO BEM.
    ESTEVA LÁ 90 DIAS E.... AGORA PASMEM-SE, VINHA DE 15 EM 15 DIAS NUMA AMBULÂNCIA A LISBOA PARA TIRAR UM RAIO X À PERNA, SÓ PORQUE O PROCESSO DELA ESTAVA AQUI.
    E EU PERGUNTO: SERÁ QUE OS HOSPITAIS DE FATIMA, LEIRIA, TOMAR, ETC NÃO TÊM RX???
    EU NEM SEI QUANTO CUSTA O TRANSPORTE DE AMBULANCIA FATIMA-LISBOA-FATIMA, MAS PENSO NÃO SEJA BARATO...
    É ASSIM QUE VOA O NOSSO DINHEIRO....
    OBRIGADO E DESCULPEM O DESABAFO

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estádio de Leiria custa 16.750 euros por dia à Câmara. Foram pagos 4,6 milhões de serviço da dívida relativos ao estádio, no ano passado. "Pecado" está a "penalizar os leirienses durante anos e anos". Mais de dez anos volvidos sobre a remodelação do estádio que, com juros, superou os 100 milhões de euros.

      Eliminar
  3. São uns miseráveis corruptos que à custa da nossa ignorância e cobardia nos roubam escandalosamente. Mas é natural; um povo que dorme enquanto eles pela calada trabalham, que podemos esperar,e que quando estamos acordados quase só nos interessamos por telenovelas e futebol.

    ResponderEliminar
  4. São uns miseráveis corruptos que à custa da nossa ignorância e cobardia nos roubam escandalosamente. Mas é natural; um povo que dorme enquanto eles pela calada trabalham, que podemos esperar,e que quando estamos acordados quase só nos interessamos por telenovelas e futebol.

    ResponderEliminar

  5. A propósito de corrupção.
    OS QUADRILHEIROS
    O Loureiro em Gondomar
    Em Oeiras o Morais
    O Narciso em Matosinhos
    No L'Androal o Nabais

    ResponderEliminar