06 setembro, 2012

O descaramento já afronta... CDS deposita 1,06 milhões de euros, na época dos submarinos.

portas ministro depósitos cds
Paulo Morais, mais uma vez coloca os nomes feios que correspondem ás coisas feias, que se fazem na politica em Portugal...
Ninguém acha estranho aparecerem depósitos de 1,06 milhões de euros, na conta do CDS, depositados em notas, em 2004, época da compra dos submarinos? Ninguém acha este escândalo uma prova suficiente para condenar os que roubaram Portugal?
Ninguém acha estranho que Paulo Portas e Durão Barroso, com o poder que possuem, deixem os seus nomes andar na lama, sem obrigar a que se identifiquem os culpados, que já todos sabemos, que receberam o suborno?

"A pique
A aquisição de submarinos por parte do Estado português aos alemães não é só um caso de corrupção. Representa a podridão na política e simboliza o estertor do sistema de justiça.
O processo de compra inicia-se no governo de António Guterres, cujo ministro da Defesa era o advogado Rui Pena.
Conclui-se já no consulado de Durão Barroso, sendo então Paulo Portas o ministro com a tutela das Forças Armadas.
Os processos de concurso e de aquisição foram opacos, as contrapartidas que os alemães deveriam dar ao Estado português não se concretizaram. Os portugueses foram lesados em muitos milhões.
Neste crime, terão sido beneficiados particulares, advogados e os partidos políticos do arco do poder.
A corrupção foi provada de forma inquestionável. Na Alemanha, há já condenados a cumprir penas de prisão por terem corrompido portugueses.
Por um processo análogo, foi condenado e preso um ex--ministro grego.
Mas em Portugal não há acusados, os processos adiam-se e prescrevem, documentos desaparecem misteriosamente.
Os principais protagonistas parecem não querer que a Justiça actue. Barroso e Guterres, detentores de proeminentes cargos internacionais, não se incomodam por estarem ligados a tão obscuro processo.
Paulo Portas, apesar de ferido na sua honorabilidade, é o representante máximo da diplomacia portuguesa, afectando a credibilidade do país no concerto internacional. Os secretário-geral do PSD de então, José Luís Arnaut, é hoje sócio do ministro que iniciou o processo e ambos se associaram ao actual presidente da Comissão Parlamentar de Defesa, Matos Correia. Convenientemente, garante-se a inação do Parlamento.
Entretanto, a Justiça revela-se incompetente. Oscila entre arquivamentos incompreensíveis, a incapacidade de reunir documentos e a apatia total. Não poderia ser mais colaborante com os criminosos.
Os procuradores deveriam, no mínimo, acompanhar a justiça alemã, mas nem isso conseguem. Do alemão para o português há problemas de tradução. E de tradição.
Este caso dos submarinos, sendo uma gravíssima questão de justiça, mais do que isso é um assunto de regime. Se deixar intocáveis os corruptos, se permitir este nível de impunidade na política, o regime afundar-se-á com os submarinos. A pique." paulo-morais

Mais sobre o assunto...
Paulo Portas muito generoso...
Paulo Portas insiste na generosidade, quem lha pagará?
Na Alemanha já se fez justiça, e por cá? Como disfarçar?
Portugal é só gente honesta, as luvas foram entregues mas ninguém as recebeu?

Entretanto... Noticias mais recentes, sintomáticas da impunidade que já se antevê.
Desapareceram os documentos do negócio dos submarinos
Portas e Aguiar-Branco chamados a colaborar em investigação de submarinos... (notável... chamados a colaborar???? )
1,06 milhões de euros em notas depositados por funcionários na conta do CDS no final de 2004
Caso Portucale com ligações aos submarinos

"Nome de Durão Barroso envolvido no negócio dos submarinos por investigação alemã.
A revista alemã Der Spiegel deu conta de uma investigação judicial alemã ao contrato de entrega de dois submarinos a Portugal que envolve o nome de Durão Barroso em actos ilícitos.
Segundo a revista, a investigação revela que um cônsul honorário português teria alegadamente conseguido arranjar uma reunião para a empresa concorrente ao negócio, a Ferrostaal, com o então primeiro-ministro Durão Barroso, durante o Verão de 2002.
A administração da empresa alemã terá ficado de tal forma impressionada com a "influência" do cônsul que o contratou em Janeiro de 2003 como consultor, tendo este chegado a receber mais de milhão e meio de euros, o que poderia constituir uma violação dos seus deveres de diplomata.
De acordo com o relatório de investigação citado pela Der Spiegel, os subornos alegadamente pagos incluiriam ainda um contra-almirante português, que terá recebido um milhão de euros, num acordo de consultoria. A investigação chegou ainda a uma firma de advogados portuguesa, que, além de poder ter ajudado o contrato a pender para a Ferrostaal, terá também sido paga para "apagar o rasto de dinheiro" usado para subornar "decisores no Governo português e na Marinha". A investigação alemã, que resultou já numa detenção de um dos membros da administração da Ferrostaal, inclui suspeitas de subornos não só em Portugal, mas também em contratos navais na Colômbia e na Argentina, onde um membro do Ministério da Defesa teria sido subornado num negócio de equipamento da Guarda Costeira." fonte

"As autoridades judiciais alemãs negaram a Ana Gomes, eurodeputada do PS, acesso à sentença do processo sobre a venda de submarinos alemães a vários países, entre eles Portugal.
A eurodeputada, que é assistente na investigação em Portugal, não esconde a surpresa: «Tenho indicação de que eles sabem quem recebeu as comissões, nomeadamente os políticos». fonte

17 comentários :

  1. "A corrupção foi provada de forma inquestionável. Na Alemanha, há já condenados a cumprir penas de prisão por terem corrompido portugueses."

    Isto é verídico?

    E por cá não se faz nada...depois não admira que apareçam juízas a dizer que não exista corrupção entre os políticos portugueses...evidentemente, se os mesmos não são condenados, é sinal que não há corrupção provada, apesar de existirem provas para as mesmas.

    Mas não querendo fazer de advogado do diabo, tenho de referir que aqui a culpa que Portas tem é de ter assinado documentos, acima de tudo e antes de se perseguir Portas, tem de se perseguir quem iniciou e conduziu tamanho negócio danoso para o contribuinte...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Portas é a responsabilidade máxima, o resto virá por acréscimo. Mas sim é verídico o que Paulo Morais afirma e já aqui o tinha referido,
      Paulo Portas, serve aqui de exemplo da forma injusta e tendenciosa com que se Governa Portugal, promovendo e premiando a corrupção e incompetência através do abuso da impunidade.Um Ministro que representa e serve um Ministério impunemente e irresponsavelmente.
      "Esta averiguação preventiva demorou cinco anos a ser aberta o que permite pensar que estão em causa crimes graves como a corrupção para ato ilícito", admite o diário.
      O contrato no valor de 364 milhões de euros para fornecimento e manutenção de 260 blindados de rodas às Forças Armadas portuguesa - com opção de mais 33 viaturas - foi assinado em fevereiro de 2005 com a empresa Steyer-Daimler-Puch, sendo então ministro da Defesa Paulo Portas.

      Acesse ao Artigo completo: http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/02/para-se-ser-politico-em-portugal-e.html#ixzz25ghXATyI

      Paulo Portas e os negócios obscuros de esbanjamento.
      1º "O contrato no valor de 364 milhões de euros para fornecimento e manutenção de 260 blindados de rodas às Forças Armadas portuguesa - com opção de mais 33 viaturas - foi assinado em fevereiro de 2005 com a empresa Steyer-Daimler-Puch, sendo então ministro da Defesa Paulo Portas." Governo disposto a colaborar com a Justiça relativamente a uma eventual investigação ao processo de compra de 260 viaturas blindadas de rodas Pandur II para as Forças Armadas nacionais.»fonte.
      2º "A polícia anticorrupção da República Checa está a investigar a empresa austríaca Steyr, que em 2004 vendeu 260 viaturas blindadas Pandur de oito rodas a Portugal, por suspeitas de subornar políticos locais (de dois partidos) envolvidos na compra do mesmo material." fonte.

      3º "Paulo Portas, como Ministro dos Negócios estrangeiros perdoou aos do negócio das Pandur investimentos no valor de quase 200 milhões de euros que, salvo erro, constavam no contrato… Falta saber se aquele perdão deu origem a contrapartidas e para quem reverteram… Legitimamente é de desconfiar que se perdoe tão avultado valor… " fonte.
      4º "Na Alemanha os vendedores de submarinos "do" Paulo Portas já estão acusados de ter oferecido 62 milhões de euros em luvas para convencer os portugueses e os gregos a comprar os luxuosos submarinos. Onde estará tanto dinheiro? No bolso de quem?" fonte

      Acesse ao Artigo completo: http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/05/as-prioridades-da-austeridade-selectiva.html#ixzz25ghmchlf

      Eliminar
    2. So quando houver um 25 de Abril a sério, mas em que rolem cabeças políticas... é que Portugal começa a endireitar-se. Tem que rolar cabeças, repito, pela mão do povo. Não há forma política ou legal para condenar estes canalhas todos. Isto é um gozo descarado com o que se faz com o nosso dinheiro. País miserável... todos nos tiram as calças e tá-se tudo bem. Já deixei de acreditar no nosso hino nacional.

      Eliminar
    3. TEMOS OS POLITICOS QUE MERECEMOS SOMOS NÓS QUE OS MOLDAMOS
      UM POVO QUE NÃO VOTA NEM SABE USAR O VOTO JAMAIS SERÁ REPRESENTADO, TEMIDO OU SEQUER RESPEITADO E JAMAIS SABOREARÁ AS VANTAGENS DA DEMOCRACIA...
      Em Portugal vence sempre a abstenção e a ignorância e os corruptos.
      O povo não sabe que o voto não serve apenas para votar a favor dos que mais se apoiam, serve também para votar contra os que mais roubam e mentem.
      O critério decisivo da democracia é a possibilidade de votar contra os partidos que há 40 anos destroem o país
      Karl Popper, sobre democracia, responsabilidade e liberdade.
      (…)
      Inicialmente, em Atenas, a democracia foi uma tentativa de não deixar chegar ao poder déspotas, ditadores, tiranos. Esse aspecto é essencial. Não se tratava, pois, de poder popular, mas de controlo popular. O critério decisivo da democracia é – e já era assim em Atenas – a possibilidade de votar contra pessoas, e não a possibilidade de votar a favor de pessoas.
      Foi o que se fez em Atenas com o ostracismo. (…)
      Desde o início que o problema da democracia foi o de encontrar uma via que não permitisse a
      ninguém tornar-se demasiado poderoso. E esse continua a ser o problema da democracia. (…)

      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2015/09/o-criterio-decisivo-da-democracia-e.html#ixzz3qcV7Aoi8

      Eliminar
  2. QUEM GOSTARIA DE VER ESTA SENHORA EM VEZ DA CANDIDINHA NO DCIA?
    https://www.facebook.com/photo.php?fbid=222029647881209&set=a.222028614547979.55754.173452222738952&type=1&theater

    ResponderEliminar
  3. Não sejam piegas...

    Este governo será afastado ou implodirá durante o final da Primavera ou início do Verão de 2013!

    Falso Vate

    ResponderEliminar
  4. Alguém sabe a razão da paixão do Portas pelo telefone fixo - recusando os telemóveis - quando falava do tema submarinos?

    Vão ver que pensava que estes eram demasiado pequenos para assuntos tão "grandes". E aposto, que a dita justiça portuguesa vai aceitar, daqui a 20 anos, esse fundamentado argumento e arquivar o processo...

    Viva este Portugal grande amigo do Portas e dos militares nacionais e padrasto dos contribuintes portugueses!

    Viva!
    (Toca o hino)...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Anónimo
      Não lhe sei responder.
      O que sei é que já neste século o meu ex. foi ao CDS e o segurança,mandou-o tirar a bateria do telemóvel.
      Quanto à rede fixa, também se põem sob escuta que eu saiba sou escutada desde 1992,já para não falar do martírio que foi quando fui viver para o Gemini!!!

      Eliminar
  5. ..Não percebo porque aparece a foto do Portas ?
    Quem a colocou deve conhecer o processo melhor que ninguém.
    Aa! areia para os olhos! não mto obrigado, parece-me que o assunto não é assim tão simples.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A foto do Portas tem muito a ver com o blog, e com o artigo... Portugal é o único país onde pessoas com cadastro estão no governo, pessoas que estão sob investigação estão no governo, pessoas suspeitas de lesar o estado estão no governo. Pessoas estranhas estão no governo...

      Infelizmente compreendo-o... mas aqui não há espaço para tendências partidárias. Aqui tenta-se divulgar as noticias de todos os que lesam o estado e os portugueses, sem olhar a cores partidárias. Temos pena.
      Não é a foto que conta mas a mensagem que está lá escrita... é muito importante que muitos portugueses a saibam.

      Há quem não goste, mas é a verdade.

      Eliminar
  6. Depois de ler várias opiniões e sabendo todos nós da existência da corrupção,desvios,roubos existentes em Portugal,ninguém é condenado, pois os membros do governo não são incriminados.
    Mas não existe alguém em Portugal que os condene e julgue?
    Isto poderá dizer-se que a corrupção é tão grande, devido aos desgovernos, vê-se que está tudo organizado, mais parecem grupos de mafia.
    O problema é que o mal, já está em muitos países e quem manda não é julgado, devido às leis protectoras de políticos,a imunidade?
    Quando haverá alguém que mude esta situação,lei?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ...mais parecem grupos de mafia?
      realmente há gente muito crente.
      ainda está no "parece"?.oh valha-me deus ge ge

      Eliminar
    2. a impunidade continuará enquanto o poder judicial nao estiver desligado do poder politico e das "seitas"

      Eliminar
  7. Mas há alguém que acredite no CDS e, sobretudo, no Paulo Portas?! Só os tolos,

    ResponderEliminar
  8. o problema dos submarinos veio do governo de Guterres onde seus ministros eram corruptos ,ao ponte dele pediu admissão por corrupção.
    o caso dos submarinos foi corruptos da Alemanha feitos com ex-ministro do ambiente que era Sócrates que queria ganhar algum.....
    Esta historia não bate certo p0orque o mandande era português, o processo já vinha de Trás do desgoverno de Guterres.....
    POrtas tentou por esta batata quentíssima deixadas por corruptos socialista ....
    quanto aos milhões dados faziam parte do contratos do projetos do antigo governo, ninguém sai a ganhar,porque os corruptos da empresa alemã ,só um que foi preso.
    antes de flar procurem as origens para não fizeram de palhaços....

    ResponderEliminar
  9. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
    A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
    Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
    Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
    A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
    MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

    ResponderEliminar
  10. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
    A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
    Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
    Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
    A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
    MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

    ResponderEliminar