11 abril, 2013

MÉDICO ESPANHOL EXPÕE MÉDICOS PORTUGUESES - EU SEI PORQUE HÁ LISTAS DE ESPERA.


apodrecetuga corrupção médicos


É esta a vergonhosa situação de regabofe que todos pagamos e ninguém controla. É a ver quem rouba mais, que a folia está quase a acabar. E quem vai sofrer, serão os de sempre, os que pagam e são mal servidos.
Agora todos ficarão a perceber porque temos listas de espera no SNS.
DIVULGUEM ATÉ À EXAUSTÃO, DÊEM CONHECIMENTO AOS QUE INSISTEM EM AFIRMAR
QUE OS PROBLEMAS SÃO CULPA DO GOVERNO X E NÃO DO Y. O problema são os governos todos, que têm permitido transformar Portugal num paraíso dos criminosos e num inferno, para os inocentes. Governos que apoiam e promovem um mau serviço público e assim empurram o cidadão para os privados.

Um médico espanhol, e a sua equipa, em 6 dias operou tanto, como 5 médicos num ano e por metade do preço cobrado na privada.
"Em seis dias, um oftalmologista espanhol realizou 234 cirurgias a doentes com cataratas no Hospital Nsa Srª do Rosário, no Barreiro, num processo que está a "indignar" a Ordem dos Médicos. Os preços praticados são altamente concorrenciais, tendo sido esta a solução encontrada pelo hospital para combater a lista de espera.
O paciente mais antigo já aguardava desde Janeiro de 2007, tendo ultrapassado o prazo limite de espera de uma cirurgia. No ano passado chegaram a existir 616 novas propostas cirúrgicas em espera naquela unidade de saúde.
Os sete especialistas do serviço realizaram apenas 359 operações em 2007 (cerca de 50 por médico num ano). No final do ano passado, a lista de espera era de 384, e foi entretanto reduzida a 50 com a intervenção do médico espanhol.
A passagem pelo Barreiro durante o mês de Março - onde garante regressar nos próximos dois anos, embora o hospital não confirme - foi a segunda experiência em Portugal do oftalmologista José Antonio Lillo Bravo. Entre 2000 e 2003 já havia realizado 1500 operações no Hospital de Santa Luzia, em Elvas, indiferente às "críticas" de que diz ter sido alvo dos colegas portugueses. 
"Eu percebo a preocupação deles e sei porque há listas de espera tão grandes em Portugal. É que por cada operação no privado cobram cerca de dois mil euros", diz o oftalmologista espanhol, que cobrou 900 euros por cada operação realizada no Barreiro.

"Tive a curiosidade de saber qual é a média de cirurgias mensais no hospital e verifiquei que em Janeiro se fizeram 28 intervenções, sendo que 21 dos doentes foram operados com anestesia geral", referiu, sustentando que a sua técnica já nada tem a ver com esse método.
O oftalmologista, que assume acompanhar o pós-operatório, explicou que recorre a anestesia local, feita com umas gotas de colírio anestésico, sendo a cirurgia realizada por meio da facoemulsificação. (...) "Não há necessidade de suturas. (...) Ao fim de cinco dias a pessoa vai para casa", revelou, garantindo que Portugal regista "um grande atraso" nesta valência, (...) o paciente necessita de pelo menos 15 dias para reconquistar a visão.
As 234 cirurgias realizadas no Barreiro, por um total de 210 mil euros, foi o limite possível sem haver necessidade de abrir concurso público internacional, sendo que o médico fez deslocar a sua equipa e ainda o microscópio e o facoemulsificador. O hospital disponibilizou somente um enfermeiro para prestar apoio." Fonte

Entretanto, por cá, continuam a realizar-se contratos ruinosos para o estado, mas lucrativos para quem gosta de se aproveitar dos contribuintes. Ao mesmo tempo que se promove o aumento das listas de espera, tornando-as rentáveis.
1 - "Oftalmologista encaixou mais de um milhão de euros por cirurgias em horário de trabalho 
O Sistema Integrado de Gestão de Inscritos para Cirurgia (SIGIC) criado em 2004 para gerir as listas de espera em Portugal está a revelar-se proveitoso para médicos que têm recebido extras para fazerem operações que, na prática, ocorrem durante o seu tempo de trabalho normal.(...)
Segundo a IGAS, citada pelo jornal, os hospitais do SNS suportam “um elevado peso remuneratório mercê de sobreposições entre a produção cirúrgica adicional e os tempos normais de trabalho”, tendo a Inspecção-geral constatado “a concentração da produção cirúrgica adicional, nos anos de 2009 e 2012, quase sempre pelos mesmos profissionais, sendo que em situação irregular, por sobreposição com horário normal de trabalho, se destacou a de um médico oftalmologista com peso superior a um milhão de euros”.
Este médico não é o único, diz o Público, que exemplifica ainda com o caso de uma médica anestesista e outros quatro cirurgiões que receberam extras sem registarem as suas horas de trabalho nos serviços. O coordenado do SIGIC, Pedro Gomes, ouvido pelo Publico, diz que estes são casos “absolutamente residuais”. fonte
2 - "Inspecção da Saúde detectou vários casos de clínicos do SNS a receber mais de 200 mil euros por ano acima do salário-base em incentivos e horas extraordinárias. Sindicatos falam em situações pontuais." fonte
3 - "Médicos de família ganharam mais de cem mil euros anuais. Neste top de médicos com remunerações mais elevadas há o caso de um clínico da zona centro do país que, em 2011, levou para casa um salário bruto de 243.096 euros. Deste total, apenas 52.003 euros são de remuneração-base, correspondendo 172.764 euros a trabalho extraordinário. Na mesma zona, um outro médico com o mesmo salário-base recebeu 140.762 euros por trabalho extraordinário. Aliás, em quase todos os casos sinalizados os médicos tinham salários-base na ordem dos 50 mil euros, mas no final do ano recebiam quantias que ultrapassavam os 160 mil euros em verbas adicionais. 18 milhões em horas extras." fonte 
4 - "Blocos operatórios custam entre 7 e 12 euros por minuto" fonte

NEGÓCIOS DE FAMÍLIA COM AS LISTAS DE ESPERA
Esta poderia ser a história de uma empresa de sucesso. Um negócio profundamente familiar, na área da saúde, com 60 anos de vida, que começou, de repente, a atingir patamares de rentabilidade elevados.
A SANFIL, casa de saúde de Santa Filomena, é a empresa mãe; a que fez crescer o negócio. Cinco famílias detêm a totalidade do capital social da holding SI VALES, âncora de um grupo que não para de fazer aquisições. São cinco famílias tradicionais de Coimbra, quatro delas com ligações diretas e reconhecidas à área da saúde.

O negócio cresceu amparado pelo sistema público que gere as listas de espera para cirurgia, o SIGIC. Quando os hospitais públicos ultrapassam o prazo para operar um doente, o processo clínico desse doente é transferido para os operadores privados integrados no SIGIC.
O sistema de gestão foi criado em 2007 e, desde então, a SANFIL tem sido a entidade privada que mais fatura, a nível nacional, com as listas de espera. A ‘Grande Reportagem’ revela-lhe algumas ligações que poderão explicar estes números.
A SANFIL é uma pequena unidade de saúde, localizada em Coimbra, com um internamento de 40 camas e apenas três blocos operatórios. Atingir a liderança, nestas condições, requer grande exercício matemático. (Que blocos operatórios utilizará para tantas listas de espera? questão do blog)

A liderança da SANFIL é assegurada pela terceira geração de uma das famílias fundadoras. No topo está Henrique Amaral Dias, filho do psiquiatra Carlos Amaral Dias, irmão da antiga deputada do Bloco de Esquerda, Joana Amaral Dias. Henrique Amaral Dias elevou o grupo de saúde ao quarto lugar dos grupos privados de saúde em Portugal. Na base desse sucesso está a faturação do SIGIC mas, igualmente, o eventual conjunto de práticas alegadamente ilegais que a gestão de Henrique Amaral Dias estará a desenvolver.

Em janeiro de 2013, quando tomou posse do Centro Hospitalar de S. Francisco (CHSF), unidade de saúde que integrava o universo BPN, a administração liderada por Amaral Dias despediu duas dezenas de quadros estratégicos, alterou contratos com médicos, suspendeu duas dezenas de enfermeiros do bloco operatório. Dezena e meia de funcionários e ex-funcionários do CHSF asseguram à SIC que esses afastamentos respondem ao propósito de ganhar dinheiro de forma fácil, usando e abusando de práticas ilegais.
Henrique Amaral Dias, em entrevista à SIC, desmente todas as acusações. O gestor assume que algumas dessas práticas ocorreram, de facto, mas garante que as mesmas não estão enraizadas no ADN da empresa.
Ex-funcionários e atuais funcionários, alguns com identidade protegida, dão voz ao lado que garantem ser obscuro de um grupo de saúde que, de facto, cresceu a contrarrelógio.
‘Negócio de Famílias’ é uma ‘Grande Reportagem’ de Pedro Coelho, com imagem de José Silva e edição de imagem de Ricardo Tenreiro. O grafismo é de Marta Coelho e a produção é de Isabel Mendonça e Filipa Traqueia (estagiária). Coordenação: Cândida Pinto; Direção: Alcides Vieira. FONTE

Mais alguns esquemas que nos saem caros
  1. Cirurgiões fantasmas? 
  2. Médicos preferem o privado, paga mais?
  3. Médico de Alberto João Jardim, em esquemas?
  4. Pico de mortes, jornal "The Guardian", denuncia misérias de Portugal.
  5. Médicos sem fronteiras... No salário!
  6. As anedotas do SNS
  7. O SNS, o antes e o depois de estar no poleiro
  8. As conquistas de Passos Coelho pagam-se com sangue, dor e a vida
  9. Morrer de cancro por não ter dinheiro para se tratar?
  10. Passos Coelho poupa nas reformas e no SNS, genial?
  11. Cortar nas camas dos doentes
  12. Milhões ainda em caixotes.
  13. Abortos de luxo.
  14. Péssima gestão de stocks.
  15. Tachos.
  16. Ordenados de luxo e festas.
  17. Veja neste video a péssima gestão.
  18. Mudar de marca, um serviço público? 
  19. Hospitais fantasma.... tenham medo!
"As pessoas precisam de entender que estão a ser burladas. O País não pode continuar a ser dirigido por trafulhas..." (Dr. Medina Carreira)


36 comentários :

  1. Ja ha muito tempo que eh assim... no primeiro cavaquistao, quando a lista de espera para operacoes rotineiras com anestesia local era de mais de 2 anos, lembro-me de um medico que me atendeu de urgencia, e que estava basicamente a ver enquanto o enfermeiro fazia penso me dizer, "aqui nunca mais o atendemos, passe na minha clinica que vai de manha e volta a tarde"
    Tao pouco mudou...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Incapazes de limitar esta gula e também estamos a ficar incapazes de a alimentar...

      Eliminar
    2. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
      A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
      Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
      Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
      A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
      MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK

      http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

      Eliminar
  2. Sim, os elitistas portugueses é que mamam e mamam sem parar, esses protegidos por sindicatos, "defensores dos trabalhadores" que enchem os seus líderes de comissões para defender os interesses de quem lidera os sindicatos... Em Portugal são os mais carênciados que lutam e são subjugados e usados, mas depois levam a fama de viver de subsidios, e que o mal está em ajudar quem mais precisa...

    Tudo isto é bem verdade, infelizmente tenho um problema de saúde, e felizmente calhou-me um Neurocirurgião Italiano. Posso-vos dizer que estive há dias na consulta com ele, e estava à espera da minha vês para ser recebido, posso dizer que esperei, mas até deu gosto esperar, o rapaz que deve ter por volta dos 30 e pouco, atendia cada pessoa e ficava cerda de 20 a 30 minutos com cada uma, claramente interessado pelos seus doentes, sempre que chegavam utentes de urgência, ele é que era destacado para os cuidar, e mesmo assim, ele não parou de trabalhar, e atendeu toda a gente em poucas horas. No gabinete ao lado estava um "cota" português, "manda-chuva", que atendia um paciente durante 5 ou 10 minutos, e depois saía a passear pelos corredores e a ir fumar cerca de 30 a 40 minutos... É completamente ridiculo, isto tudo à conta dos nossos impostos pois era um hospital público. Os médicos só beneficiam de listas de espera, é trabalho garantido por tempo indeterminado, todos os contratos deviam ser revistos e colocados por objectivos, um médico por exemplo devia ganhar uma base mais alta porque merece, mas depois só recebia por objectivos cumpridos individuais e de equipa... e isto é para todas as profissões, cada uma a seu nível, iam ver se a produtividade não aumentava e se isto não melhorava... A despesa do estado baixava logo e a produtividade aumentava, sem ter de despedir ninguém numa primeira fase.

    As pessoas não entendem que à grande maioria destes elitistas, não interessa que as coisas mudem, interessa que fique tudo na mesma, ou que piore pra quem mais precisa, porque eles mesmo perdendo uns trocos, ficam sempre com muitas mais garantias.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E recebem a dobrar, porque o estado agora paga o salário e depois ainda lhes paga por contratação externa

      Eliminar
  3. Devo dizer que em vários centros de saude, criam listas de espera porque em vez de atenderem o nº normal de consultas programadas, somente atendem metade.

    A estupidez e falta de senso dos tugas é que se deixam levar; só sabem reclamar, mas fazer algo. Os tugas sao cobardes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os portugueses não ligam a politica, ignoram a politica não vigiam as más atitudes dos politicos, e ainda os apoiam elegendo-os. Não podemos estar à espera de ter politicos honestos, se ninguém assim o exige

      Eliminar
    2. Abençoado Bin Laden. É a unica linguagem que estes filhos da puta entendem. (Que me perdoem as vitimas inocentes, porque existem sempre)

      Eliminar
  4. isto sabe se a boca cheia que com o poder que lhes deram eles todo conseguem por cobardia dos inergumenos políticos, que nos governam.
    pela sua falta de coragem e pelo seu prender a toda esta corrupção.

    ResponderEliminar
  5. Por estas e por outras é que defendo e solicito a todos vós que leiam o instrumento legal e eficaz, princípio de Auditoria de Cidadão à Dívida que permite estancar este modelo de governação desavergonhoso e criminoso.
    Eu quero transparência na auditoria à dívida e às contas públicas por isso lancei em Portugal o Principio de Auditoria de Cidadão, instrumento essencial de resistência e de reapropriação democrática na governação, http://www.peticaopublica.com/?pi=P2013N38162. (NÃO PRECISA DE SER APROVADO POR NENHUM ORGÃO DO ESTADO)
    Eu defendo suspender, exigir uma auditoria às dívidas e contas públicas, todas aquelas enquadradas na legitimidade são pagas, todas aquelas enquadradas na ilegitimidade são anuladas e responsabiliza-se todo aqueles que as contraiu

    ResponderEliminar
  6. isto é caso de polícia....porque não julgam casos destes?quem paga é o "zé povinho"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
      A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
      Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
      Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
      A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
      MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK

      http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

      Eliminar
  7. Aqui há operações a mais! 234 cirurgias em seis dias?! Isto é ridículo! É só fazer contas. Mãezinha.... O homem tinha que trabalhar 24h/24h, a um ritmo de +-36 minutos por operação! Eh,eh! Isto nem a fazer bicos, quero dizer, a aparar lápis!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ho Otario anonimo le como deve ser ...ele e a EQUIPA dele...acorda pois e como otarios como tu que o pais nao anda para frente so sabem olhar para criticar quem tenta fazer algo

      Eliminar
    2. Oh palhaço identificado
      "um oftalmologista espanhol realizou 234 cirurgias"

      Apesar de terem muita razão no que dizem (não tu - palhaço Valentim)99) não podem acreditar em tudo o que leem.

      Eliminar
    3. Ou então convém ler as coisas como deve ser... o médico e a sua equipa. Como é obvio não foi ele sozinho.

      Eliminar
  8. Isso é simplesmente absurdo! Isso dá uma média de menos de 5 cirurgias/mês para cada um dos médicos do serviço de oftalmologia do HNSR Barreiro... o que só poderia acontecer se não existissem tempos ou salas operatórias disponíveis. O facto de dizer que usaram anestesia geral é mais um disparate de quem não faz sequer ideia do que é uma cirurgia às cataratas... não há qualquer necessidade da mesma e se o doente tiver outras comorbilidades será "chumbado" para cirurgia e não submetido a anestesia geral!
    Fazendo as contas a 234 cirurgias em 6 dias, dará 39/dia. Ora se um dia tem 24h, o referido médico teria que efectuar 1,625 cirurgias/hora (sem dormir, comer ou efectuar quaisquer outras necessidades básicas)trabalhando ininterruptamente. Ora como ninguém trabalha 24/dia, 6 dias seguidos, vamos considerar que trabalhou 12h/dia, assim teria que ter efectuado 3,25 cirurgias/hora, o que daria aproximadamente 18min e 30seg por cada cirurgia. Esse tempo pode ser adequado para uma cirurgia às cataratas, no entanto, o tempo operatório é diferente do tempo de utilização da sala operatória, isto é, é necessário proceder à limpeza da sala entre doentes. Assim, e contando que tudo estava muito bem integrado e que os doentes estariam já preparados para cirurgia mal a anterior terminasse, parece-me difícil (embora não impossível)apresentar estes números.
    O que me parece deveras estranho e mesmo muito mal contado são os números que o tal médico diz que os colegas portugueses fazem... pois conheço locais e médicos portugueses que apresentam produtividade muito semelhante à do tal médico espanhol (talvez um pouco menos devidos às condicionantes que já referi), assim tenham sala e tempo operatório disponível como o forneceram ao médico espanhol. A técnica que o médico espanhol descreve é a que é usada em Portugal... não conheço nenhum local onde não a façam... Aliás basta deslocarem-se uns poucos kms até ao Hospital Garcia de Orta em Almada e verão exactamente o que esse médico acha que é um avanço. Tudo isso me parece estranho...
    Quanto ao facto de haver um ou dois médicos oftalmologistas que declararam mais de um milhão de euros... façam as contas a 900€/cirurgia que este médico cobrou... são mais de 200000€ em 6 dias! Note-se que nada tenho contra o que foi pago, ele propôs um serviço (que até é relativamente barato), e foi pago pelo número de operações que fez! O estranho é que como existiram dois médicos oftalmologistas portugueses a declarar mais de um milhão de euros (que fizeram exactamente o mesmo tipo de cirurgias), estes são "uns malandros", este oftalmologista espanhol é "um anjinho"!
    Estranha forma de pensar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este artigo foi uma investigação do jornal, cuja fonte se encontra no final do artigo. Poderá haver outras condicionantes que permitiram estas contas serem possíveis e estarem mal explicadas mas é uma questão de deixarem comentários ao autor da investigação, pode ser que ele saiba responder. Eu tentarei fazer o mesmo.

      Quanto ao médico que declarou o milhão de euros, não sei se reparou que ele ganhou esse dinheiro durante as horas de trabalho, ou seja, recebeu o salário pelas horas de trabalho e recebeu o serviço extra que fez pelas cirurgias, pelo menos é isso que eu entendo da noticia, e é um dos abusos que se denuncia através da compilação deste artigo e outros. Médicos que nas horas de serviço, fazem serviço externo, por vezes contratados por empresas privadas.

      Mais uma vez os privados a possuírem o poder e a liberdade de transformarem um serviço público, em algo mais dispendioso e menos humano. E mais uma vez, com o aval dos que nos desgovernam.
      Empresas privadas contratam médicos, (mesmo os que trabalham no SNS), para prestarem serviço, em hospitais, (por vezes no hospital onde trabalham) pagando muito mais, aos médicos que o que recebem através do SNS/estado, mas.... claro, nem podia deixa
      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2013/03/sns-e-utentes-incapazes-de-seduzir.html#ixzz2aXdNXn18

      Eliminar
    2. Mais um chico esperto ..ho Otario le como deve de ser e depois opina ..ele e a EQUIPA DELE....so sabem citicar faze ta quieto ok vai la votar a seguir no PS e a daqui a 4 anos PSD e andamos nisto a 30 e tal anos...

      Eliminar
    3. Eu, nunca mais vou votar,,,,Isto está contaminado com ladrões, e corruptos,,,,,e ainda o pior é que é tudo a mesma merda,,,Onde já se viu cortarem as reformas, e depois haver outros com 135 mil euros por mês....Porque é que esse ladrão do passos coelho, não põe um tecto máximo de reformas,,,,em que ninguém podia ganhar mais do que 30 mil por mês (por exemplo) e assim já ia buscar muito dinheiro,,,mas não, prefere roubar aos pequenos,,,,LADRÕES,,,,LADRÕES.

      Eliminar
    4. Fazes melhor votar em branco...

      Eliminar
    5. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
      A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
      Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
      Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
      A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
      MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK

      http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

      Eliminar
  9. Este País é uma selva, salva-se quem tem padrinhos ou algum dinheiro, os mais pobres esses simplesmente...

    ResponderEliminar
  10. No hospital de Tomar quem não quer desesperar na lista de espera de cirurgia tem de ir à clínica particular em Tomar do mesmo médico que lá trabalha. ou então fica numa gaveta antes de entrar na lista.

    ResponderEliminar
  11. É acabar com os subsistemas de saúde...afinal onde está a igualdade?
    Acabar com ADSE, SAMS...etc.
    Enfim é o país que temos...imensos médicos estão escalados em unidades publicas e saem à socapa para fazerem cirurgias no privado.
    No dia em que deixarem de tratar os senhores doutores como uma classe superior, a mama acaba.

    ResponderEliminar
  12. em vez de estarem aqui a dar bitaites
    vamos para a rua partir tudo
    passar por cima da policia que defende esses politicos gatunos cercar o parlamento partir tudo...vamos lá
    esperem la amanhã tenho que trabalhar para ganhar para comer fica para outro dia secalhar...

    ResponderEliminar
  13. Isto só se resolvia com abstenção ao voto.
    chegou a hora de acordar e não participar nas palhaçadas de arruadas, feiras e beijinhos para eleger corruptos .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
      A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
      Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
      Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
      A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
      MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK

      http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

      Eliminar
  14. Para mim, há uma explicação para aquilo que chamo atrasos na saúde/falta de médicos. Porque é que a ordem dos médicos impôs o "numero clausus" no acesso às faculdades de medicina? Para eles controlarem astuiação?!!! Mas a obrigação deles era controlar a saúde das pessoas...

    ResponderEliminar
  15. É PARA ISTO QUE ELES FAZEM GREVE, PARA "DEFENDEREM O SNS" !!!!
    FORAM A UNICA CLASSE QUE EM PLENA CRISE TEVE AUMENTOS DE SALARIOS NA ORDEM DOS 900 EUROS NO ORDENADO BASE E QUE SE REFLECTIRA EM TODOS OS SUPLEMENTS A QUE TEM DIREITO- HORAS EXTRAS (PELO AUMENTO DO PREÇO HORA).
    PORQUE SERÁ QUE SÓ ESTA CLASSE LEVA 85% DO TOTAL DOS GASTOS EM SAUDE?
    DEVE SER POR DEFENDERM O SNS E A POPULAÇA É TÃO INOCENTE QUE ACREDITA?

    ResponderEliminar
  16. Os corruptos e o conhecimento dos mafiosos de portugal. .\\.

    ResponderEliminar
  17. Caríssimos, por isso é que saí daí quando levei com a Revoluçao na Veiga Beirao no Largo do Carmo, vi logo o que ia dar, ainda falam mal do Salazar!!
    Os regimens depois dele foram e são muito piores

    ResponderEliminar
  18. Eu,filho de pobres trabalhadores do campo e um simples operário emigrante na Holanda onde resido desde 1964 e já velhote,92 anos de idade,digo simplesmente que a profissão de Médico é uma profissão liberal e com o Liberalismo económico e financeiro em que cada qual se amanha como pode,quem quer ter saúde,tem de pagar com língua de palmo. Em Portugal,a maioria dos Hospitais téem nome de Santos ou Santas e nem por tal pormenor,os doentes são beneficiados. Mas.porém,todavia,contudo/com populismo e demagogia/muita mentira,verdade parece/mas em liberdade e «democracia»/o Povo tem o Governo que merece/e contenta-se com Fátima,Futebol e Entrudo.

    ResponderEliminar
  19. Por acaso lembro-me de esta notícia ter passado na televisão em sinal aberto. Ninguém ligou ao assunto que morreu de seguida.

    ResponderEliminar
  20. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
    A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
    Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
    Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
    A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
    MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK

    http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

    ResponderEliminar