08 julho, 2013

Barbaridade confirmada em Picoas... António Costa condena 10 milhões de euros dos nossos impostos, para o lixo

clique nas imagens para ampliar e ler

Aval de Costa para torre da PT
Num apertado perímetro das Picoas, o edifício, de 27 pisos, ergue-se entre a atual sede da empresa e o mercado lisboeta 31 de Janeiro - que será extinto. Controvérsia, adivinha-se.
Mais uma manobra despesista de António Costa. Uma obra pública que custou a todos nós 22,8 milhões, vai ser vendido aos amigos da PT, por 12 milhões?
Alguém consulta ou informa o pagante? O contribuinte? O otário do costume?

Tudo começou quando a PT indagou o Executivo camarário de Lisboa acerca das possibilidades de construir uma nova sede, onde concentrasse os serviços espalhados por prédios arrendados na capital. Ouro sobre azul: António Costa e o seu vereador do Urbanismo, arquiteto Manuel Salgado, apostam em fixar na cidade as grandes empresas e, também, em chamar de volta as que saíram para municípios vizinhos, sobretudo Oeiras.
Conta Manuel Salgado que, das três hipóteses consideradas, venceu a última, a das Picoas (as outras eram os terrenos da Feira Popular e os da Marconi). A razão principal reside no Data Center instalado no telhado do conhecido edifício laranja do Fórum Picoas, a atual sede da PT, que a empresa preferia não desativar.
Do projeto de edificabilidade apresentado pela autarquia à PT, consta uma torre de 27 pisos, a construir mesmo ao lado do Fórum Picoas, de maneira a que a empresa ali se mantenha e facilmente estenda as suas operações entre os dois edifícios.
A altura da nova sede da PT terá, no entanto, de ficar um pouco abaixo dos 100 metros do vizinho Hotel Sheraton (de 1972), por forma a respeitar a chamada "cota máxima definida pela aproximação ao aeroporto" da Portela, hoje em vigor.Manuel Salgado assegura que o Plano Diretor Municipal, publicado em agosto de 2012, "permite o projeto" da torre. Mas o dossiê implica a sentença de morte para o mercado 31 de Janeiro, situado demasiado perto (e inaugurado, há cerca de 17 anos, por um presidente socialista da CML, João Soares), que deverá ser alienado pela autarquia à empresa de telecomunicações por €12 milhões, e alvo de demolição, dando lugar a um outro edifício de dois pisos, para "lojas PT". visão

REINCIDENTE E SEM VERGONHA?
Vejamos: o vereador da Câmara de Lisboa Manuel Salgado vai fechar o quartel de bombeiros mais moderno de Lisboa para vender o terreno (público) à (privada) Espírito Santo Saúde, para extensão do Hospital da Luz, cujo arquitecto projectista é o próprio... Manuel Salgado.
O Arquitecto Manuel Salgado, que é primo direito de Ricardo Espírito Santo (esse mesmo!). ARTIGO COMPLETO: 

António Costa e o amiguismo com os grandes interesses...
Mais uma vez o património construído com os nossos impostos, os nossos sacrifícios e sem o nosso consentimento, são vendidos ou demolidos sem o menor respeito pelos nossos impostos, pelos nossos sacrifícios e sem o nosso consentimento!! E há quem ainda se atreva a não ir ás urnas lutar contra estes partidos que nos desgraçam há 40 anos?
António Costa, O homem  que queria colocar câmaras de filmar para vigiar entrada de carros velhos no centro da cidade de Lisboa, "preocupado" com a poluição... É o mesmo que negoceia às escondidas contra os serviços da CML um acordo de "cavalheiros" para melhor destruir a cidade de Lisboa, autoriza construir uma gigantesca torre de 27 pisos, na zona Picoas?.
Para isso tem que ser destruído o Mercado 31 de Janeiro? Mas o mais engraçado é que ao lado, tinham o antigo edifício Imaviz e seu centro comercial, que esses sim precisavam de ser demolidos e têm décadas, estão em maior decadência e esvaziamento, mas eles preferem o Mercado 31 de Janeiro, para vender por metade do valor próprio...
Um investimento que custou 22,8 milhões e que vai ser vendido por 12.

Joana Cardoso fez um artigo sobre os jardins suspensos e o jardim que era suposto envolver o CTT- Picoas. Também é engraçado ver o que os condóminos do mamarracho do lado que está ilegal (entradas das garagens por cima de terreno privado da CML - que vão ser inviabilizadas em parte por este projecto) vão fazer depois desta notícia.
Os comerciantes já se mexeram  a bem da Nação e dos seus negócios e o resto da população?
Leia as imagens, que contem outro artigo sobre o assunto, basta clicar em cima delas, para ampliar.

MAIS ESCÂNDALOS SOBRE ANTÓNIO COSTA
  1. Costa aprova mesquita que nos custará 3 milhões de euros
  2. Os despesismo e incompetências de António Costa
  3. As prioridades de António Costa, isenta Rock&Rio de 3 milhões de impostos?
  4. António Costa a grande ilusão, que serve a rede de clientes/parasitas do estado.
  5. Património oculto de António Costa
  6. AS CÂMARAS MUNICIPAIS E OS BOYS DE LISBOA
  7. António Costa gasta 92 mil euros em homenagem a colega. É a crise
  8. Director do SEF, suspeito dos vistos gold, foi nomeado por António Costa no governo Sócrates.
  9. António Costa é um email que traz consigo um insustentável anexo chamado "déjà vu".
  10. A mãe de António Costa também tem tacho?
  11. Os amigos e os favores, que o povo paga.
  12. Fazer que faz, mas desfaz... 
  13. PPP que não conseguiu travar
  14. Ribeira das Naus, o desperdício de 2 milhões, por birra?
  15. Habitação Social, 3000 casas oferecidas por cunha?
  16. Lista de vídeos sobre gestão pública danosa 
  17. O BES está em todas
Outros casos de demolição ou venda de património, sem respeito pelo contribuinte.
  1. Pavilhão atlântico.
  2. Ribeira da Naus e António Costa
  3. Venda de hospitais e não só??
  4. Piscina olimpica da Maia
  5. Auditório de Viana do Castelo
  6. Piscinas dos Olivais
  7. Piscinas de Braga
  8. Edifício da PJ, e as obras embargadas
  9. Pistas de carros!
  10. Piscinas sem nadadores, só para fazer dinheiro?
  11. Parque empresarial... sem empresas?
  12. Enriquecer amigos
  13. Muitas e muitas obras sem sustentabilidade

17 comentários :

  1. Uma torre de 27 pisos não é considerada gigantesca em nenhum país do mundo, Europa incluída. Em Londres, Madrid, Berlim, Oslo, Paris, Copenhaga, etc andam a construir torres com o dobro e até o triplo desse tamanho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que se percebe que o escandaloso não é apenas a torre... nem os pisos. Mas o roubo

      Eliminar
    2. Não é só o roubo, mas a estupidez e crime ambiental e urbanistico. Aquela zona está superlotada, gastou-se fortunas com túneis e ampliações de Metro e depois num terreno sensível em termos de níveis freáticos propõe-se mais um monstro wue só vai servir para destruir e aumentar ainda mais a dívida da PT.

      Quanto ás torres podem ser justificáveis nalguns casos, não é o caso, ainda por cima os nossos bombeiros não têm meios para acorrerem a monstruosidades destas. E depois qual é o verdadeiro gestor competente e defensor da empresa em que trabalha que iria propôr esta treta. Depois vão vender o quê, quando só lhes restar estrpes mamarrachos que serão muito difíceis de despachar. Quanto aos exemplos de torres nos outros paíse, basta lembrar que em Paris têm tido o cuidado de manter a parte histórica, Londres tem sido bárbamente destruída, tem supositórios e charutos travestidos por todo o lado, um pesadelo. Berlim tem a foleirada da praça sony dos colonizadores amerucanos e outras tretas arquitectónicas a que os próprios Berlinenses dão nomes engraçados. Enfim, deixem as torres para quem goste de ser emprateleirado e goste de ficar com problemas respiratórios ou pagar as contas dos problemas de trânsito, ou dos dinheiros que o governo dá por debaixo da mesa a estas empresas particulares. Que depois de saquearem o que podem, vão saquear o que não podem.

      Eliminar
    3. Crime ambiental e urbanístico é encher tudo de casinhas e prédiozinhos medíocres a perder de vista pelos arredores de Lisboa até sei lá onde. E ainda por cima desorganizados. É aí que você encontra a origem dos problemas de trânsito. Mas na sua lógica, uma torre é o problema! E já agora... que história é essa dos "colonizadores americanos" em Berlim? Vossa Excelência deve desconhecer que foram precisamente arquitectos ALEMÃES (fugindo dos nazis) que levaram para os EUA a ideia de construir prédios de escritórios modernos com amplas superfícies de vidro. Não sabia pois não? Julgava que era uma "invenção americana", não é verdade?

      Eliminar
    4. Custou 22,8 milhões
      Recebeu 12 milhoes


      O POVO ESTUPIDO PAGOU 11 MILHOES A UM MAFIOSO QQ, QUE ENTRETANTO CONTINUA POR AI, DENTRO DO ESTADO , ESCONDIDO, A ROUBAR.

      ACABEM COM O ESTADO , ANTES QUE O ESTADO ACABE COM VOÇES.

      Eliminar
    5. TEMOS OS POLITICOS QUE MERECEMOS SOMOS NÓS QUE OS MOLDAMOS
      UM POVO QUE NÃO VOTA NEM SABE USAR O VOTO JAMAIS SERÁ REPRESENTADO, TEMIDO OU SEQUER RESPEITADO E JAMAIS SABOREARÁ AS VANTAGENS DA DEMOCRACIA...
      Em Portugal vence sempre a abstenção e a ignorância e os corruptos.
      O povo não sabe que o voto não serve apenas para votar a favor dos que mais se apoiam, serve também para votar contra os que mais roubam e mentem.
      O critério decisivo da democracia é a possibilidade de votar contra os partidos que há 40 anos destroem o país
      Karl Popper, sobre democracia, responsabilidade e liberdade.
      (…)
      Inicialmente, em Atenas, a democracia foi uma tentativa de não deixar chegar ao poder déspotas, ditadores, tiranos. Esse aspecto é essencial. Não se tratava, pois, de poder popular, mas de controlo popular. O critério decisivo da democracia é – e já era assim em Atenas – a possibilidade de votar contra pessoas, e não a possibilidade de votar a favor de pessoas.
      Foi o que se fez em Atenas com o ostracismo. (…)
      Desde o início que o problema da democracia foi o de encontrar uma via que não permitisse a
      ninguém tornar-se demasiado poderoso. E esse continua a ser o problema da democracia. (…)

      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2015/09/o-criterio-decisivo-da-democracia-e.html#ixzz3qcV7Aoi8

      Eliminar
  2. Tambem destaco os 22 milhoes gastos a 17 anos (3.534€ diarios= 70 pessoas ordenado pago sem fazer nada)numa obra falhada que provavelmente nem metade desse valor gerou,nem empregou as 70 pessoas. Os eleitores ou passam a esforçar-se mais por ser competentes ou arriscamo-nos a esperar sentados que o nivel vida na China e India cresça para podermos melhorar isto. Uma sugestão :larguem a religião(partidaria) e escutem todas as informações fazendo a v. analise mesmo que seja contraria ao que diz o Papa do agrupamento que costumam achar um santo.

    ResponderEliminar
  3. Sr. antónio Cristovão, não percebeu nada do assunto. O próprio artigo da Visão refere o valor tributário do edifício, ligeiramente diferente do que ele custou (foi uma permuta, tb fraudulenta mas isso é outra história), tudo o que os espanhóis e o arq. Paciência fizeram foi uma verdadeira bosta e ilegal embora a CML tenha fechado os olhos(isso é outro caso...), enfim, o edifício esrptá propositadamente mal aproveitado, aliás procedimento típico para que as pessoas como o sr. Venham dizer estas coisas. Não sei onde é que descobriu a história das setenta pessoas, mas posso dizer que existem ali várias empresas cuja derrama é considerávelmente elevada para o espaço que ocupam. Posso também dizer que bastava a CML gerir melhor o edifício como chegou a ser proposto, mas estes negócios debaixo da mesa...independentemente da destruição dos negócios que lá estão o que está a ser proposto é tão aberrante e criminoso que chega a ser trágico-cómico o nacional parolismo e complexo de inferioridade quando se defende por exemplo mais uma torre desnecessária. Olhe tem uma vantagem se aquilo for psra a frente vamo-nos ver livres de uma data de gente pous aquilo só pode correr mal e gente dessa não faz cá falta.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem toda a razão. Estava a olhar só para a barbaridade de gastar dinheiro publico com obras de fachada.Mas quando diz que a permuta fraudulenta e a bosta do Arq Paciencia não interessa discordo. Interessa e muito sejam esses dignissimos quem sejam. Corruptos já que não temos tribunais e a policia tem a sua agenda própria é pelo menos tornar publico as tramoias.

      Eliminar
  4. Quem goste de ser emprateleirado e ter "Rossios na "Betesga" rmigre, vá para as maravilhas das torres por esse mundo fora, mas não volte, fique por lá.... Quanto ao valor dos 22 milhões e tal é o valor tributário do edifício, ou seja o mínimo que vale e não o que custou... Mas o verdadeiro roubo não são 10 milhões, seriam cerca de 50 milhões, pois essa demolição é que viabilizaria a patranha da torre... Não vale a pena explicar pois a maior parte das pessoas são como o sr. Que acha bem uma torre sem perceber aonde a vão construir, etc ou o sr. Que diz que quem critica é por questões partidárias. Tanto primarismo permite o estado em que estamos. O edifício tem sido propositadamente mal gerido, aliás o gang que gere a Câmara tudo tem feito para destruir a função pública e o património público. Mas o povo acha bem... Que lindo uma torre de 27 pisos numa zona que etá intransitável de tanto mamarracho lá construído e em cima dos nossos terrenos, uau que moderno. Bimbos! Ou pertencem à máfia que vai ganhar com este crime? Concordo com o anónimo de 8 de Julho, ali e desta maneira proposta só não vê quem não quer ver, ou quem é tão estúpido e ignorante, ou corrupto e faz parte da pandilha, não podia ser pior, para a zona, para a CML e para a própria PT.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era interessante se escrevesse um texto onde explicasse melhor o roubo dos 50 milhões.
      Portugal está a acordar e precisa de informação para conseguir entender o que se passa. Se conseguir dar essa informação, agradecia. Mas de forma a que todos entendam, se for possível.

      Eliminar
  5. Não gosta de coisas altas? Faça um baixo assinado para implodir a ponte 25 de abril, que tem design norte-americano e pilares com 190 metros de altura.

    ResponderEliminar
  6. Este sr. Anónimo, está um pouco baralhado, coitado. O que é que a altura ou os americas são para aqui chamados? A ponte até poderia ser um mamarracho mas serve para a população em geral. Quanto à torre que pretende defender parolamente com o típico complexo suburbano ou de arquitecto frustado, é um roubo de terrenos públicos para interesses privados... Mas não espero que perceba isto. A estupidez do que diz é tanta que concordo com o anónimo que equaciona ...Será que é um dos que vai receber por baixo da mesa parte do quinhão dos cerca de 50 milhões envolvidos e alanvancados nesta operação que esperemos não passe de intenção?

    Concordo com o que aqui foi dito em geral e quando vi a sua resposta não pude deixar de sorrir, este sr. Deve ser daqueles que foi enganado e vive na expo, ou algo semelhante... Reze para que a Natureza não "espirre" nos próximos tempos.

    ResponderEliminar
  7. A pergunta que faço é a seguinte: se a PT optasse antes por construir 3 prédios baixos isso seria notícia nos jornais? Aparecia aqui neste blogue? Falariam dos milhões envolvidos?



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este blog divulga esbanjamento de impostos, por corrupção, incompetência ou outras causas... não divulga artigos que contabilizam prédios altos ou baixos. O que se pretende divulgar é sim o facto de se construir obras com o dinheiro do povo e depois demolirem ou venderem, nem pelo preço do custo.

      Eliminar
  8. O sr. paulo precisa de saber que a resposta à sua pergunta seria SIM, ou seja a PT está fraudulentamente a apropriar-se de expaço público roubando com a sua operação imobiliátia (no total) cerca de 50 milhões de euros, pelo que 3prédios baixos ou seja o que for num terreno da CML cuja capacidade de carga já está exaurida desde 1980 (em termos ambientais e poluição há estudos sobre isso e basta ver o projecto antigo que englobava o edifício CTT- Picoas, são um crime. Talvez já que gosta tanto de torres e se centra no menos importante, talvez perceba melhor se lhe disserem -a pt vai construir no seu jardim um edifício e precisa de demolir a sua casa e por essa operação dá-lhe o valor equivalente ao da garagem, e você fica sem nada a não ser os euritos da garagem. Pode sempre fazer dela a sua casa e conviver com a maravilha Pt. Outra coisa, ali ao lado o mamarracho Imaviz está quase devoluto porque não comprá-lo e reabitá-lo?

    ResponderEliminar
  9. Eu não tenho nada contra torres nem que tenham mil andares de altura. Acho que as cidades não devem ficar paradas no tempo além de contruir coisas modernas se utilizarem arquitectos, trabalhadores e empresas Portuguesas mesmo para produzir os vidros e os metais mais modernos que bom. Não tenho nojo à contrução porque a construção gera emprego, e que é contra as imobiliárias e contra o investimento estrangeiro em imobiliário também é contra a criação de emprego pois ninguém vai investir em algo se não tiver o desejo legítimo de lucrar com isso porque caso contrário não investe, não se contratam consequentemente arquitectos, trabalhadores, etc, etc, etc. AGORA, SE A PT SE QUER APROPRIAR DE UM TERRENO PÚBLICO, LESANDO OS PROPRIETÁRIOS DOS TERRENOS OU PRÉDIOS CONTÍGUOS AO TERRENO PÚBLICO QUE PRETENDE UZURPAR, ENTÃO SIM, EU DIGO QUE TENHO NOJO DA PT, E ALGUÉM DEVIA IR PRESO NESSA EMPRESA E NA CÂMARA DE LISBOA TAMBÉM. Uma coisa são torres e projectos arrojados com as quais eu concordo 520%, outra coisa é a usurpação e o negócios com coisas que são dos outros, e uzurpar um terreno público e uzurpar prédios privados só num pais de corrupção... digno do terceiro mundo. Dai compreender o teor deste post. Para mim quanto mais chineses (e eu sei que não é este o tema) vierem para Portugal comprar casas melhor, porque essas casas foram contruidas por alguém, e enquanto não se venderem... mais ninguém vai dar trabalho para se construirem em volume de dimensão e investimento. Ainda bem que o chineses querem vir para cá e compram casas, assim ajudam não só as imobiliárias, mas os donos que as querem ou precisam vender, e os empresários que construiram que se não as venderem abrem falência e não vão mandar contruir mais... nem contratar pessoas para isso. Que façam arranha-céus com dois quiómetros de altura se o conseguirem, não fiquemos atávicos, mas estudem-se os locais apropriados, e a sua integração com o resto da cidade. Já ninguém se lembra do escândalo que foi a construção das Amoreiras e elas lá estão, um símbolo da cidade e da década de oitenta. Não podemos ficar chocados com as Amoreiras mas sim com a construção mediocre que prolifera em Loures e nos arredores de Lisboa e mesmo nalgumas zonas da cidade. Não podemos ser um pais que só quer receber imigrantes pobres e viver em casas de contrução e arquitectura mediocre. Devemos acolher quem vem para investir e o investimento, agora devemos ser intoleráveis com uma empresa como a PT se ela está de facto a pretender apropriar-se de propriedade pública e privada com o consetimento da CML. Se isto que eu entendi for assim, se ninguém for preso... temos corrupção à vista, sem punição. A PT tem de devolver os terrenos à CML ou pagar-lhe um VALOR DE MERCADO, e os donos dos prédios tem de ser indemnizados pela PT pelo VALOR DE MERCADO dos prédios e valor de mercado não é uma mixordia qualquer, é o valor a localização numa cidade exige por direito.

    ResponderEliminar