11 outubro, 2013

Um desfile de despesismo para favorecer empresas amigas e lesar o interesse nacional.



Este video é um verdadeiro desfile de despesismo. Compila os vários escândalos sobre o que se fez na parque escolar... incluindo o escandaloso segredo (poucos sabem e muitos não querem saber) de que Sócrates colocou as escolas a pagar rendas à empresa PE, e Três quartos das escolas secundárias vão sair do património do Estado!!!???
Deixou também as escolas com despesas que não conseguem pagar. Mais uma brilhante manobra do genial Sócrates. Uma sangria que o governo actual também não detém.



QUE RAIO DE PAÍS ESTE QUE ESTÁ CHEIO DE FÃS DO SÓCRATES? OU DO COELHO? DIVULGUEM ESTE ESCÂNDALO PARA VER SE O POVO ACORDA... SÓCRATES COLOCOU AS ESCOLAS A PAGAR RENDAS... JÁ ANTES TINHA COLOCADO OS HOSPITAIS. 
@- "Três quartos das escolas secundárias vão sair do património do Estado  Empresa pública será proprietária de inúmeros terrenos que poderão ser alienados de forma mais fácil a partir do momento em que saírem do património do Estado. Todas as escolas que estiveram, estão ou virão a estar em obras, no âmbito do programa de modernização dos seus edifícios tutelado pela Parque Escolar, vão deixar de integrar o património do Estado para passar a ser propriedade daquela entidade pública empresarial, indicou ao PÚBLICO o seu presidente, João Sintra Nunes."
(clique na imagem para ampliar)
Quem não gostava de ter um Lexus?
Relatório de contas da PE
@- NO VIDEO Denuncia-se favoritismo de empresas de engenheiros e arquitectos,
contornaram e ignoraram as leis dos concursos de adjudicação de obras, assim como o Tribunal de contas.
Luxos que ofendem os portugueses, por ex. escolas com ar condicionado apenas usados em hotéis de 5 estrelas, barracos de 85 m2 que custaram 300 mil euros, e onde já chove. Demoliram edifícios ainda em bom estado, deitaram ao lixo material melhor do que o usado nas outras escolas... etc etc
SÓ VISTO PORQUE CONTADO NINGUÉM ACREDITA... FOI UMA FESTA, garantiu a ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues... e que grande festa!!
MAIS UM BURACO que ajudou a afundar Portugal, e serviu para oferecer luxos desmedidos a algumas poucas escolas, enquanto muitas nem o básico possuem...
Uma verdadeira ofensa À DEMOCRACIA E À IGUALDADE.
Uma verdadeira ofensa aos pais que pagam tudo isto e vêem os seus filhos a ir para escolas degradadas, sem wc, sem ginásio, sem tecto, sem janelas, enfim , todos conhecemos casos assim. ARTIGO COMPLETO 
@- Multa de 7 mil euros por prejuízos de 545 milhões de euros, dos portugueses. Justiça?!!?? Artigo completo.
@- "Parque Escolar tem evitado aplicar as normas de transparência previstas na lei  Vinte por cento dos projectos de arquitectura já adjudicados estão concentrados em 12 gabinetes. Presidente da empresa reconhece injustiças no programa. Através do recurso a três decretos-leis que contêm disposições contrárias, a empresa pública Parque Escolar tem restringido a aplicação das normas que, naqueles diplomas, visam acautelar a transparência e as regras da livre concorrência na contratação pública feita por ajuste directo." 
@- Paulo Morais explica o abuso o "erro" colossal! Terá sido erro? Claro que esta gente não erra.
"Parque Esfolar

Com equipamentos desativados por falta de verbas, os edifícios tornam-se impróprios à prática do ensino.
A criação em 2007 da empresa Parque Escolar (PE), cuja missão seria modernizar a rede escolar pública, foi um erro colossal de José Sócrates. E não se entende porque, ao fim de mais de dois anos de governo, Passos Coelho ainda não extinguiu este organismo caro e inútil.
A ideia era, à partida, excelente: quem não quer melhorar as condições de ensino dos nossos filhos?
Mas cedo se transformou num pesadelo. Na reabilitação das escolas incluídas no programa da PE, os investimentos foram inflacionados, privilegiou-se a criatividade artística, o luxo asiático, em detrimento da funcionalidade. Na maior parte das obras, nem sequer se consideraram espaços para gabinetes de professores. As intervenções ficaram caríssimas.
Por outro lado, a eficiência térmica dos edifícios raramente foi equacionada, nem tão-pouco foram previstos os custos de manutenção e conservação. Há escolas que dispõem hoje dos mais avançados sistemas de ar condicionado, mas não têm orçamento para o seu funcionamento. Os candeeiros são de autor, mas a substituição das lâmpadas não é possível, pois os custos são incomportáveis.
Com equipamentos desativados por falta de verbas, os edifícios tornam-se desconfortáveis e impróprios à prática do ensino.
Acresce que o modelo geral de financiamento das obras foi em regime de parceria público-privada, ou seja, ruinoso.
A celebração de contratos com privados para a execução dos projetos acarreta agora o pagamento de rendas incomportáveis. Os construtores do regime, bafejados com estas intervenções da PE, estão no paraíso, usufruindo, sem qualquer risco, de elevadas rentabilidades face ao capital investido.
Afortunadas são também as sociedades de advogados que a PE contrata, tantos são os litígios decorrentes da sua incompetência. Só em 2013, em serviços jurídicos, já houve adjudicações de quase um milhão de euros. Os escritórios dos ex-ministros Rui Pena, José Luís Arnaut e Nobre Guedes são os principais contemplados.
O inferno, esse, está reservado a alunos e professores, ora instalados em obras megalómanas com manutenção deficiente. E árdua deve ser a vida dos diretores das escolas que têm de gerir verdadeiros palácios com orçamentos próprios de barracas. fonte

Todas as escolas reabilitadas pela Parque Escolar mais do que triplicaram os consumos energéticos. Em declarações ao Biosfera, muitas revelaram temer não ter dinheiro para manter os sistemas de ar condicionado e ventilação mecânica a funcionar. Se tal vier a acontecer, a qualidade do ar interior pode ficar pior do que estava antes das obras. Tudo por culpa de um conceito de escola em função dos sistemas mecânicos e de leis desajustadas à realidade. 

@- Três quartos das escolas secundárias vão sair do património do Estado  Empresa pública será proprietária de inúmeros terrenos que poderão ser alienados de forma mais fácil a partir do momento em que saírem do património do Estado. Todas as escolas que estiveram, estão ou virão a estar em obras, no âmbito do programa de modernização dos seus edifícios tutelado pela Parque Escolar, vão deixar de integrar o património do Estado para passar a ser propriedade daquela entidade pública empresarial, indicou ao PÚBLICO o seu presidente, João Sintra Nunes.  
@- "A soma de contratos realizados entre a Mota-Engil e a Parque Escolar na Fase 0, Fase 1 e Fase 2 (ainda incompleta) totaliza o valor de 117.015.842,65 €" .
Nos últimos meses, a Parque Escolar adjudicou as obras em três escolas da Zona Centro a um consórcio constituído por duas empresas de construção civil de Braga. Uma das parceiras, a Britalar, foi durante seis anos dirigida por um dos administradores da empresa pública. O valor global dos contratos ascende a 35 milhões de euros. Gerardo Saraiva Menezes é vogal do conselho de administração da Parque Escolar desde Maio do ano passado e tem funções atribuídas na área das obras. Este engenheiro civil foi director-geral da construtora bracarense até 2007." 
@- "Governo permite à Parque Escolar fazer ajustes directos durante mais um ano.
A Parque Escolar vai poder continuar a fazer ajustes directos, durante mais um ano, nos contratos de modernização das escolas. O Decreto-Lei que prorroga o prazo até 31 de Dezembro deste ano foi hoje publicado em Diário da República."  

@- "Contratos de mais de 269 milhões de euros escaparam ao crivo do Tribunal de Contas  Foi com base num parecer jurídico defendendo que a sujeição ao visto prévio "é incompatível com a iniciativa pública empresarial" que a Parque Escolar se furtou a esse procedimento. Mais de três dezenas de contratos celebrados pela Parque Escolar em 2007 e 2008, num montante global superior a 269 milhões de euros, não foram submetidos à fiscalização prévia do Tribunal de Contas (TC) ".
@- "Parque Escolar entrega projectos a colegas de administradora-
A empresa Parque Escolar adjudicou, sem concurso, projectos de arquitectura para a remodelação de 13 escolas secundárias a sete colaboradores de um dos membros do seu conselho de administração. O alerta consta da documentação entregue recentemente na Assembleia da República por um grupo de arquitectos que, este ano, lançou uma petição contra a prática de contratação seguida por aquela empresa pública. Todos os projectos de arquitectura para as mais de 200 escolas abrangidas, para já, pelo programa de modernização do parque escolar, lançado em 2007, foram contratados por ajuste directo" .

Esquerda. net, 01.05.2010 - Parque Escolar: Projectos para colegas de administradora
Público, 01.05.2010 - A empresa Parque Escolar adjudicou, sem concurso, projectos de arquitectura para a remodelação de 13 escolas secundárias a sete colaboradores de um dos membros do seu conselho de administração.
O Polvo, 16.02.2010 - Teresa Valsassina Heitor (vogal) é arquitecta e professora do Instituto Superior Técnico.  Este nome, Teresa Frederica Tojal de Valsassina Heitor, não é estranho, faz mesmo lembrar este senhor Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior Manuel Frederico Tojal de Valsassina Heitor 
5dias, 20.01.2010 - 2. Na lista de projectistas pode-se constatar uma enorme presença de empresas de arquitectos com actividade docente, destacando-se a Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto (que não me surpreende) e o Departamento de Arquitectura do Instituto Superior Técnico (absolutamente surpreendente);
Outras fontes 
Tretasorg
Esquerdanet
Imagem (P:E) Pg 106



12 comentários :

  1. Olá Zita.

    Continuo sem compreender como pessoal aparentemente inteligente continua a debitar tais observações "foi um erro colossal de José Sócrates"

    erro?!?!? Vá ver quem são os bacanos que estão nos órgãos da PE e veja a página 106 do Relatório de Contas de 2010...


    Erro?!?!

    ERRO é POVO DESARMADO.

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem observado... erro é um eufemismo... que até se estranha no Paulo Morais.

      Eliminar
  2. Olá Zita:
    Acompanho o seu blog com muita atenção. Só votei uma vez, porque nunca me indentifiquei com estes politicos.
    Mas em relação a este tema, conheço um caso em que um auxilar de educação trouxe para casa um projector a estrear, dentro deste projecto das escolas.
    Obrigado pela oportunidade.
    Luís

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Luis,
      Peço desculpa mas...acho que não percebi. Está a dizer que um auxiliar de educação ROUBOU um projector ainda dentro da caixa? Ou que o trouxe para lhe dar algum uso e o devolveu? E o senhor sabendo desse caso, deu parte dele a alguma autoridade? O projetor está atualmente a servir os alunos?
      Com os melhores cumprimentos,
      Paulo

      Eliminar
    2. Obrigada Luís. Casos de roubos desses são sobejamente conhecidos. Não há escrutínio e geralmente quem se prejudica mais é quem denuncia. Ainda vivemos num sistema onde a justiça tem sempre mão leve com o ladrão e mão pesada com a vitima ou com a testemunha.... É isso que temos que exigir mudar.

      Eliminar
  3. Este modo de operar está a ser usado por todo o lado, vejam o que está a acontecer ao Atrimónio da CMLisboa, o Bosta está a "dá-lo" aos amigos Estamo, Mesiricórdia, Bes e outros menos importantes... Tudo feito dentro da pseudo legalidade com juristas totalmente incompetentes e obedientes aos srs. Mafiosos que fazem as informações à medida. O objectivo é o caos e a destruição total. Depois aparecerão governantes com as balelas do tem que ser e todos aceitam. Quanto ao Dr. Paulo Morais Vejam lá se ele já denunciou por exemplo que as contas do Costa nunca foram verdadeiramente mostradas, ou o roubo dos terrenos da CML pela Ana Aeroportos por tuta e meia. Só quem não percebe ou não quer perceber.

    ResponderEliminar
  4. Post importante para quem embarca nas argumentações pseudosocialistas de defesa da "escola publica" poder conferir (tarde demais) que o que lhe vendem é gato e não lebre. A escola publica que lhes interessa é a que dá negocio para muitos à custa de despesas faraonicas , que nem o Salazar que fez uns liceus modelo- que ainda hoje funcionam bem- e escandalosas e não sustentaveis bemcomo"comprar os votos dos sindicalistas com "negociações" sindicais em que se mantêm privilegios impossiveis de funcionar em boa escola. Mesmo que seja desses leeia com atenção o que aqui se escreve e não embarque nas tretas que lhe têm impingido.
    Quando se quer denunciar sem ser apontado existem associações de pais que servem precisamente para não deixar pessoalizar as coisas.

    ResponderEliminar
  5. Cheguei aos quarenta e tal e acho que me fartei de vez deste país.. deixei de votar e puxo sempre pelos adversários da seleção portuguesa. Aliás, as horas tristes que as nossas televisões dedicam à bola, com debates tontos, entrevistas a broncos tatuados e conferências de imprensa de cromos, deprimem-me. Durante as décadas em que concorri a empregos públicos acabei quase sempre por me lixar por causa das cunhas metidas pelo... povo (o mesmo que se queixa das aldrabices das elites políticas), chegaram mesmo a anular um concurso que ganhei para um lugar numa câmara (sou arquiteto já agora), reabrindo-o mais tarde mas com uns critérios feitos à medida de uma filha de um barão local. Ainda há dois ou três meses me voltou a acontecer o mesmo e apenas num simples destacamento de professores para a Ciência Viva. Os portugueses e o Portugal não terão remédio, desisti definitivamente de me chatear com isto e procuro desesperadamente maneira, apesar de já não ser jovem, de me pôr a andar daqui para fora.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vá que ainda vai a tempo e não volte!
      Não cometa o erro que cometi quando tinha a sua idade ou seja quando regressei a este miserável pais depois de um longa ausência no norte da Europa.

      Eliminar
    2. Pois sou mais uma a juntar ao grupo dos que gostariam de partir para um país onde não se admitem corruptos nem se escravizamos povos à banca.

      Finlândia como lutou contra a corrupção? ... e a incompetência.


      Ministra da Finlândia.

      A Finlândia tem sido reconhecida internacionalmente como um dos países menos corruptos do mundo, uma parte desse sucesso está na moralidade que impera no país, apesar disso, e para facilitar a transparência, tem também um conjunto de princípios com vista a evitar abuso de poder que são raros na cultura Portuguesa.
      Modelo de luta que a Finlândia usa contra a corrupção:

      PRIMEIRO: Em qualquer compra feita na Finlândia, o governo quer compre uma caneta ou um edifício, devem ser adquiridos a preços de mercado e, forçosamente, incluir três ofertas de fornecedores diferentes para escolher o mais competitivo. Não é legal, permitido ou justificável pagar fortunas por obras ou serviços que ultrapassam o razoável, e que mesmo depois de se tornar publicamente conhecido os preços descabidos, não acontece nada aos envolvidos. Como tem sido em Portugal.

      SEGUNDO: O princípio da transparência total da administração pública.
      Qualquer decisão de um funcionário público no exercício da sua profissão (excepto as relacionados com a segurança) pode ser conhecido pelos cidadãos. Não pode recusar-se a satisfazer as necessidades de informação não só dos jornalistas, como dos eleitores.

      TERCEIRO: O princípio da transparência total nas contas dos cidadão


      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2011/06/finlandia-como-lutou-contra-corrupcao.html#ixzz2hdB49Tcm

      Eliminar
    3. A corrupção é a nossa escolha, vejam as escolhas noutros países e pasme.
      Não perca estes vídeos. Perceba que apenas vivemos afundados na corrupção e no abuso porque os políticos assim o decidem e os portugueses pactuam.
      Para quando, em Portugal, uma opção semelhante aos vídeos em baixo, que nos permita paz e justiça?
      Para quando, um fim definitivo ao parasitismo do suor do povo?
      Para quando um punhado de homens e mulheres, dignos e honesto que ponham fim ao regabofe de políticos indignos e desonestos?
      Já todos sabem, já todos perceberam, já todos viram... então porque continuam a votar neste regime e nestes políticos?

      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/07/corrupcao-e-nossa-escolha-vejam-as.html#ixzz2hdBH7nMr

      Eliminar
  6. @Zita Estão nestes links umas notícias que pode achar interessantes:

    http://politicalvelcraft.org/2013/08/28/hungary-orders-rothschilds-imf-to-vacate-the-country-now-issuing-debt-free-money/

    http://forumnews.wordpress.com/2013/08/27/hungary-takes-the-lead-issuing-sovereign-debt-and-thus-interest-free-money/

    ResponderEliminar