01 outubro, 2013

A GIGANTESCA TEIA DE CORRUPÇÃO QUE DESTRÓI O PAÍS HÁ DÉCADAS E O ENRIQUECIMENTO ILÍCITO !


NESTE VIDEO - COMO A ISLÂNDIA DISSE NÃO À CRISE E À CORRUPÇÃO, NACIONALIZANDO A BANCA E FAZENDO JUSTIÇA AOS CORRUPTOS.


Temos vindo a assistir na Assembleia da República, sobretudo nos actuais tempos de crise e na situação de eminência de bancarrota, a uma discussão sobre a corrupção e o enriquecimento ilícito, que no entanto são tudo face da mesma moeda que tem vindo a destruir a economia e a sociedade – a corrupção e o tráfico de influências.

A não aprovação ainda (por manifesta falta de vontade e/ou coragem politica) de legislação adequada para punir eficazmente o enriquecimento ilícito, sustentada na falaciosa argumentação da “inversão do ónus da prova”, representa já a mais abominável falta de vergonha de toda a classe politica e dos poderes instituídos.
E mais “a Inversão do ônus da prova é uma falácia que consiste em isentar-se de provar uma afirmação feita, exigindo que o outro prove a que essa não é válida. Assemelha-se ao apelo à ignorância. Se alguém quer provar que tal coisa é verdadeira, precisa testá-la tautologicamente e não exigir que alguém que não a defende prove a sua falsidade.” [Fonte Wikipédia].

Mas independentemente desta discussão sobre o ónus da prova (e a questão da sua inversão), está em causa uma prática perversa que o país inteiro sabe passar-se há décadas, e que faz do enriquecimento ilícito que (alguns) políticos e outros detentores de cargos no estado, praticam despudoradamente e que lesa a nação de diversas formas graves, e ao qual importa pôr cobro com urgência, até como moralização e responsabilização de quem ocupa os mais altos cargos da nação, que deveriam sempre dar o exemplo perante os cidadãos.

Isto só demonstra que elegemos, através deste sistema politico “nada-representativo”, e no lugar de “representantes” indirectos do povo no parlamento e na governação do país, autênticos predadores da “coisa pública”, sustentados sob a farsa de uma democracia que sempre dizem legitimada pelo povo, a quem não tem restado outra alternativa que não o votar de 4 em 4 anos, e num sistema de partidos em pura rotatividade ao melhor estilo de, “agora pilhas tu” e a “seguir vou eu”.

E tal apenas tem consubstanciado uma governação do país e a legitimização de uma autêntica plutocracia, que se tem vindo sistemáticamente a apropriar do aparelho de estado e da própria democracia, nomeando sempre um séquito de cargos de “confiança” partidária, como forma de assegurarem o saque dos dinheiros públicos, que são na sua maioria das vezes postos ao serviço de interesses partidários e de “organizações” correlacionadas, de forma ilegítima e que danosamente têm vindo a empobrecer a nação, tal como têm mantido o país e a sua economia, reféns de interesses individuais e de grupos, que atentam sempre contra o colectivo.

Este saque perpetrado ao longo de décadas e estas práticas dos principais partidos com assento nos sucessivos governos, contribuíram de forma decisiva para que a corrupção se tivesse mais facilmente instalado em todo o aparelho de estado, Governos e mesmo na Assembleia da República (onde apenas deveriam estar os representantes do povo), e também nas empresas pública e privadas, tendo o país e a economia ficado completamente reféns da corrupção, que varre na actualidade a nação e a empobrece ainda mais a cada dia que passa.

Associado ainda a estes fenómenos está a enorme fuga aos impostos, sempre perpetrada pelas grandes empresas públicas e privadas, bancos e não só, mas sobretudo facilitadas pelas enormes teias de interesses tecidas por políticos e empresários, num conluio criminoso contra a nação, e que tem vindo em crescendo de ano para ano, e tendo mesmo merecido nos últimos anos reparos da transparência internacional e de outros organismos como o Banco Mundial.

Em 2005 o Banco Mundial num seu relatório, citou a corrupção no mundo e referindo-se a este país disse “A corrupção prejudica famílias mais pobres com impostos injustos e cria a necessidade e aguça o engenho de «subornos» nos serviços públicos, aumentando cada vez mais os níveis de corrupção no poder local, junto de municípios e juntas de freguesia, onde esta já representa uma fatia rondando os 60% do total nacional estimado valores ligados à corrupção.”
Mais, este estudo mostra algo mais surpreendente, o de que o fim da corrupção poderia colocar Portugal ao nível de um país como a Finlândia.

A situação da corrupção em Portugal é de tal forma grave que levou o Prof. Paulo Morais, membro da transparência internacional, a fazer inúmeras declarações, uma delas bem grave e a de que “a Assembleia da República é o Centro da Corrupção em Portugal” e ainda outra bem mais controversa ainda, mas que tem demonstrado e citando nomes de pessoas e empresas, – a de que “a principal razão da actual crise que enfrentamos é devida à enorme corrupção no estado e com a conivência dos vários governos, de que se destaca o actual em funções”.

Relembro e cito também recentes declarações à imprensa, da directora do Departamento de Investigação e Acção Penal de Lisboa, Maria José Morgado, como “a corrupção empobreceu Portugal “nos últimos 25 anos” ou que e que aponta soluções para o seu combate como “é preciso o País decidir se quer “ter maior capacidade de ataque à corrupção”, ou antes “um combate mais fraco”, sendo que a criminalização do enriquecimento ilícito poderá permitir “o confisco dos bens ilegitimamente adquiridos”, mas também “criar mecanismos que facilitem a prova de aquisição por interposta pessoa, tendo em conta a camuflagem que é oferecida pela quantidade de off-shores que existem” (“in” Jornal de Negócios).
Ainda Maria José Morgado, a propósito do enriquecimento ilícito da classe politica, nomeadamente e não só, adianta mais “A maioria dos políticos conseguem acumular autênticas fortunas e saem ricos da politica, ao fim de uma mera dezena de anos! “

E isto é corroborado, e mais que evidente, por investigações e reportagens jornalisticas efectuadas sobretudo ao longo dos últimos anos. E finalmente, face a todas estas evidências e factos, nunca vi nenhum dos visados a defender a sua honra (ou tentar pelo menos) !
Só silêncios e “assobios para o ar “, para passarem (criminosamente) despercebidos e paulatinamente inocentados pelo sistema colaboracionista da justiça, e da lei que “eles próprios cozinham através de gabinetes de advogados privados” (Prof. Paulo Morais), em seu favor e sustentando uma “família” de autênticas Máfias, disseminadas pelo país, e servindo-se dos poderes centrais e autárquicos, deixando cada vez mais este pobre país em agonia e talvez já hoje no seu estertor!

Face ao estado a que chegámos, e até por entre a pobreza que já atinge quase metade da população do país, impõe-se por fim a estes crimes abomináveis contra a nação, que degradam a sua própria existência, a sua moral e ética, pela pior corrupção e tráfico de influências com que os governantes e políticos de mãos dadas se governam escandalosamente a si próprios, na maior impunidade e porque com a conivência colaboracionista, ou o medo da própria justiça em os incomodar.

Perante tal sinto, na actualidade, vergonha de ser português e principalmente face a esta imunda impunidade e ignomínia maior, traduzindo-se também na imagem de corrupção que é transversal a todo o país, e que é passada desde há anos para o exterior de Portugal. E assim desta forma destruindo também qualquer hipótese de credibilidade da nação perante o mundo civilizado, tal como qualquer hipótese de captar investimento sério e comprometido, que possa relançar a nossa economia em bases sólidas e de futuro e muito menos alicerçar qualquer plano estratégico de longo prazo, que vise o desenvolvimento sustentável do meu país.

“.. um empreendedor que tenta criar um negócio numa sociedade enferma é como uma semente num vaso que nunca é regado: por mais talentoso que seja esse empreendedor, o negócio nunca poderá florescer.” [Reid Hoffman, Co-Fundador do Linkedin] ...
Francisco Gonçalves

Sem transparência não existe democracia
A democracia não sobrevive neste clima de pobreza e gatunagem...

10 comentários :

  1. Acabámos de ouvir um comentador político dizer que a solução para Portugal é uma super união entre PS/PSD E CDS. É o mesmo que ouvir dizer que a solução para a toxicodependência é criar uma droga com a junção da heroína,cocaína e alcool!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta é a frase do dia.
      Muito bem.

      Eliminar
  2. Bem visto. A solução PS/PSD/CDS é , no mínimo, hilariante. Para isso servem os comentadores politicos na TV.

    ResponderEliminar
  3. 2°A GLOBO BULLIYING NEGLIGENTE PERVERSO da Globo. Humilhante absurdo e desumano que nem ADOLF HITLER fez aos judeus mas os judeu sionistas da TV GLOBO faz para a população negra afro-descendente brasileira isto ocorre em todo lugar do Brasil para nós não tem graça, esta desgraça de Humor racista criminoso, que humilha crianças é desumano para qualquer sexo, cor, raça, religião, nacionalidade etc. o pior de tudo esta degradação racista constrangedora cruel é patrocinada e apoiada por o Sr Ali KAMEL fascista sionista (marido da judia Patrícia Kogut jornalista do GLOBO que liderou dezenas de judeus artistas intelectuais e empresários dos 113 nomes(Manifesto Contra as contra raciais) defendida pela radical advogada Procuradora judia Roberta Kaufmann do DEM e PSDB e o Senador Demóstenes Torres que foi cassado por corrupção)TV Globo esta mesma que fez anuncio constante do programa (27ª C.E. arrecada mais de R$ 10,milhões reais de CENTARROS para esmola da farsa e iludir enganando escondendo a divida ao BNDES de mais de 3 bilhões dólares dinheiro publico do Brasil ) que tem com o título ‘A Esperança é o que nos Move’, show do “Criança Esperança”de 2012 celebrará a formação da identidade brasileira a partir da mistura de diferentes etnias) e comete o Genocídio racista imoral contra a maior parte do povo brasileiro é lamentável que os judeus se divirtam com humor e debochem do verdadeiro holocausto afro-indigena brasileiro o Judeu Sergio Groisman em seu Programa Altas Horas e assim no Programa Encontro com a judia Fátima Bernardes riem e se divertem.(A atriz judia Samantha Schmütz em papel de criança um estereótipo desleal e cruel se amedronta diante aquela mulher extremamente feia) para nós negros afros brasileiros a Rede GLOBO promove incentiva preconceitos raciais que humilha e choca o povo brasileiro.Organização Negra Nacional Quilombo ONNQ 20/11/1970 – REQBRA Revolução Quilombolivariana do Brasil - quilombonnq@bol.com.br

    ResponderEliminar
  4. Vamos fortalecer um habito saudavel e prometedor de exigir transparencia em todas as instancias com que lidamos. As vezes dá um pouco de trabalho porue para falarmos com propriedade convem estudar os assuntos antes pelos varios angulos.Ma s acreditem que é uma forma util de ser cidadão e aumenta o respeito que os "burocratas" públicos começam a ter pela "carneirada".
    Tambem ajuda apoiarmos a que quem conhece os problemas da governação local e nacional a partilhar duma forma formativa com o resto dos eleitores. Assim teremos melhores votações,mais firmadas em factos reais e menos fruto da fé e clubismo. A votação dos independentes (Rui.Porto) prometem que se escolha mesmo que o clube nao aprove. deus os ouçam.

    ResponderEliminar
  5. O Passos Coelho é um "infiltrado" do PCP que tendo chegado à liderança do PSD iniciou um lento (mas bem elaborado e sucedido) processo de desacreditação do PSD junto da opinião pública por muitos anos.
    O PSD arrisca-se a andar à deriva por muito tempo!

    A CDU associou-se ao BE e ao PSD e CDS para provocar a saída de Sócrates, lembram-se?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não acho... tudo o que ele está a fazer já foi feito por muitos outros... asneiras, corrupção, irresponsabilidade, favores, injustiças,etc etc etc e o povinho esqueceu depressa. O socrates é um bom exemplo... depois de todo o mal que fez ao país ainda há quem adore o ps, vote ps e clame para que socrates volte.
      O partidos tb estão unidos a tentar derrubar o psd, esse é o teatro de sempre... todos tem pressa de mamar e as eleições antecipadas dão mais dinheiro aos partidos.

      Eliminar

    2. Um infiltrado do Partido comunista para derrubar o PSD?!
      Ridículo, onde foi buscar essa ideia?

      Eliminar
    3. ...deve ser ressaca das eleições e no mínimo enganou-se no blog.

      Eliminar
    4. todos têm direito a dar opinião. Mas por respeito pelos outros é dever pensar duas vezes antes de escrever. Isto não é um blog comico.

      Eliminar