01 junho, 2013

Marinho e Pinto: Para os corruptos a verdade, é demagogia e populismo!




Marinho Pinto em guerra contra os que querem desacredita-lo, e chamam de demagogia e populismo, à verdade.
Esta é uma estratégia comum, dos que nos saqueiam para desacreditar quem os denuncia, e assim confundir e manipular o povo.

Paulo Rangel versus Marinho e Pinto.
Marinho e Pinto é contra os advogados que desempenham duplas funções, no público e no privado. É contra o compadrio e promiscuidade, entre a justiça e o poder politico, e lembrou-se de afirmar isso mesmo, em frente aos advogados.
Afirmou que exige que os advogados sejam proibidos de trabalhar na advocacia ao mesmo tempo que servem o estado...
Mas eles estavam na plateia e não gostaram mesmo nada das palavras de quem os denuncia, e resolveram, mais uma vez, atacar Marinho e Pinto.
Eles protegem-se a todo custo, tentando enganar os mais distraídos com toda a garra, querem manter ileso, o seu império de promiscuidade que tantos milhões lhes traz, ás custas dos sacrifícios do povo.
Interessantes os fortes aplausos para quem atacava Marinho e Pinto, mas não esqueçam que a plateia era composta, precisamente, pelos que estavam a ser denunciados.
Já é velha esta forma de desacreditar quem denuncia, apelidando a verdade de demagogia e populismo, quando na realidade, quem mais recorre a isso são os corruptos. Verdadeiros artistas na arte de manipular enganar e roubar o povo, usando e abusando da demagogia e populismo. 
Como afirma Marinho e Pinto, ele não anda à caça de votos, como os corruptos, que precisam de usar abusar da demagogia e populismo para ganhar votos.
Leia mais alguns artigos sobre este tema:
  1. Advogados do diabo vejas os negócios.
  2. Justiça é já um negócio lucrativo privado.
  3. Promiscuidade difícil de provar
  4. Os grandes favorecidos. 
  5. Paulo Morais também denuncia
  6. 5 milhões em ajustes directos, a advogados?
  7. A corrupção vai cada vez mais longe
  8. A falta de vergonha dos culpados, 
  9. Os privilegiados, escandaloso?
  10. Marinho Pinto denuncia desigualdades, regalias das elites
  11. Denuncia o enriquecimento ilícito.
  12. Denuncia a Ministra da Justiça
  13. Denuncia os ajustes directos
  14. Para o Bastonário, os corruptos deveriam ser varridos para o lixo.

5 comentários :

  1. Apenas quando uma parte significativa da população estiver empenhada em correr com os políticos "fajão frade" (com duas caras), é que alguma coisa pode mudar.

    Enquanto na Assembleia da República for possível a deputados eleitos e pagos pelo povo, receberem simultaneamente dinheiro de interesses privados - a desfaçatez, a palhaçada e o crime continuam com o seu palco e aplausos garantidos.

    Marinho, Morais e outros que tais, são vozes sem expressão eleitoral, sem objectivo ou projecto comum, sem estrutura que garanta ao povo uma real alternativa - diferente para melhor - de exercício do poder.

    Funcionam como válvulas de escape, sem qualquer outra função.

    A corrupção continua triunfante, impune e com futuro garantido!

    José Eduardo dos Santos: podes vir à Lusófona tirar o teu doutoramento, numa semana.
    É muito tempo?
    É que tens por cá arguentes com quem ainda tens muito para aprender, sofisticando-te.


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Paulo Morais e Marinho Pinto possuem o papel que um povo "vesgo" lhe pode dar.
      Todos os dias encontro por todo o lado pessoas a criticarem os que denunciam. Todos os dias ouço mais que um português a dizer que o Marinho Pinto não presta por alguma razão. Que o Paulo Morais não presta por outra razão qualquer.
      Como podem estes homens avançar para as feras sem o apoio dos que querem defender?
      Como podem estes homens avançar para as feras quando quase se tem a certeza que caso eles se candidatassem, os portugueses iriam votar novamente PS ou PSD, pois não conseguem mudar...
      Einstein dizia que a tradição é a personalidade dos imbecis... e em Portugal não saímos do tradicional...
      É tradição votar ps e psd, é tradição torturar animais para diversão, é tradição ver muito futebol e novelas, é tradição manter-se nos velhos costumes.

      Basta ver o apoio que tanto o Marinho pinto como Paulo Morais têm por exemplo na sua página do facebook, não chegam aos 10 mil, e comparar com o apoio que tem o cavaco, o passos ou o socrates, onde alguns ultrapassam as centenas de milhar, para percebermos que em Portugal, haverá lugar garantido na politica para os corruptos mas dificilmente haverá para quem nos quer ajudar e ser honesto...
      Como diria Medina Carreira, "Em Portugal, ninguém chega ao poleiro a dizer a verdade" portanto jamais poderemos ter políticos verdadeiros e honestos, pois esses ficam pelo caminho como podemos constatar pelo caso de Marinho e Morais...
      É uma realidade dolorosamente óbvia.

      Eliminar
  2. E avivaram-se também outras tradições menos nobres como bater nas mulheres e nas crianças. Que sociedade tão acarneirada e imbecilizada!
    Poucas pessoas existem como Marinho Pinto, Medina Carreira e mais uns poucos, infelizmente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pela inércia demonstrada pelo povo português na luta contra a corrupção, ouso afirmar que parece que a sociedade portuguesa tem muitos telhados de vidro.
      Esse, deve ser um dos nossos maiores problemas.

      Eliminar
  3. Este Paulo Rangel pensa que é o que pai do MPinto? E que o MPinto é menor de idade? Tens que fazer assim...e assado... TÁ LOUCO ?! ELE Si ACHA NÉ?!...acima do comum dos mortais! Olha Olha o miúdo..."já a formiga tem catarro!" " cresce e aparece" P Rangel!
    Estou ESTUPEFACTA COM A PETULÂNCIA Do miúdo!... e É ÓBVIO QUE UM ADVOGADO NÃO DEVE SER DEPUTADO! Bem Haja quem se recusa a ser cúmplice !

    ResponderEliminar