19 março, 2013

As nomeações do governo estão cada vez mais secretas e promiscuas.

PORTUGAL E ANGOLA CADA VEZ MAIS
UNIDOS NA MISÉRIA, NA MÁFIA, SÓ FALTA
A DITADURA DESCARADA.

Depois do Franquelim, a saga continua... mais uns nomeados que desfilam em cargos de confiança, com alguma desconfiança.... 
É preciso ter cadastro ou currículo para se ser nomeado pelos governos? 
Que país este onde a vergonha é cada vez menor, e é já à descarada que os vemos desfilar, impunes e cada vez mais poderosos. 
A democracia da bandalheira!!?

Paulo Morais ironiza, denunciando o caso, que devia ofender-nos a todos e envergonhar os protagonistas...
A promiscuidade entre a politica e outros interesses, menos claros, é cada vez mais evidente. 


"O Parlamento português decidiu nomear o deputado Mota Pinto para o Conselho de Fiscalização do Sistema de Informações da República.
Acontece que Mota Pinto é administrador da Zon, empresa cujo acionista de referência é Isabel dos Santos, filha do presidente angolano. Assim, iremos ter doravante, um homem de confiança do regime angolano, a superintender a actividade das secretas portuguesas.

Esta nomeação é infeliz e perigosa, mas já nem sequer surpreende. 
Foi afinal a Assembleia da República que também nomeou Ricardo Rodrigues, o deputado que ficou famoso por roubar gravadores a jornalistas, para o Conselho Geral do Centro de Estudos Judiciários, a escola que forma magistrados. 

Foi também o Parlamento que indicou para porta-voz da Comissão Nacional de Eleições, o garante da credibilidade dos processos eleitorais, Nuno Godinho de Matos, o advogado de Armando Vara no processo Face Oculta. 
Com esta lógica de nomeações, ainda veremos, não tarda muito, o Parlamento a eleger Isaltino Morais como juiz do Tribunal Constitucional." Fonte 

10 comentários :

  1. Pensamos que todo o ser humano, nesta fase da evolução da humanidade, é passível de ser corrompido.
    Será uma questão de preço!
    A apelidada justiça, com os salários milionários dos procuradores, juízes e advogados, está do lado de quem lhes garantiu e continuará a garantir esta agradável e despreocupada situação económica.
    Por isso os absolve, na prática, a todos...

    Mas mesmo que a justiça fosse justa, os erros judiciários são imensos e sempre em prejuízo do povo, uma vez que o sistema protege quem mais pode pagar: melhores advogados, mais influência...

    Só há uma forma de colocar os ricos sujos e seus aliados na justiça, política e banca no ordem. Um processo barato, rápido e eficaz a 95%: O polígrafo.

    Quanto mais tarde o instalarmos - e terá de ser por um movimento que coloque estaturariamente a obrigatoriedade de avaliação anual pelo polígrafo, de todos os detentores de cargos públicos.

    Quanto mais tarde o conseguirmos mais roubados seremos...

    (Zita: já sei que não aprecia o polígrafo. Mas para quando um mundo próximo do que todos nós sonhamos?)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é uma questão de apreciar, ou deixar de apreciar o polígrafo, mas creio que é falível, pelo menos é o que dizem os especialistas.

      Eliminar

  2. Li por aí que a CIA e o FBI filtram todo o seu pessoal, todos os anos, com o polígrafo.
    Se estes gajos fazem isso - e há muitos anos - é porque acreditam na máquina...

    Se eles acreditam, porque não havemos nós de acreditar?

    http://www.wcl.american.edu/endsilence/documents/6.Polygraphs.pdf

    ResponderEliminar
  3. Esta gente é tão corrupta e mal feitora que rápidamente subornavam quem era responsável por esses testes ou máquina. Temos um longo percurso pela frente que é educar em termos éticos e morais a nossa população para que ela seja capaz de se indignar, exigir e lutar por cada acto indigno ou ilegal que tenha conhecimento (pelo menos sempre que possível) só com esse percurso feito é que é mais fácil invertermos esta situação. Quando a terra não está fértil por melhor que sejam as sementes nada cresce...neste momento há muita gente a pactuar com esta trampa toda.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois e é assim que os países nórdicos eliminam a corrupção, os povos são atentos, críticos e não existe a ideia de endeusamento dos políticos.

      Eliminar
    2. Estou de acordo.
      São os valores ministardos às crianças de hoje que farão toda a diferença amanhã.
      Mas... Vamos dar mais 25 anos (uma geração, no mínimo) de paz aos corruptos?


      Eliminar
    3. Portugal não aguenta mais permanecer neste estado de libertinagem e saque. Mas também se derrubarmos governos e mantivermos este tipo de eleitores que elegem corruptos, desligam-se da politica, ignoram o que eles fazem, etc etc seja qual for o regime ou o politico que tome o poleiro, o resultado será sempre o mesmo... cedo ou tarde percebem que na politica o crime compensa. O poligrafo, faria sentido se houvesse justiça, mas como não há justiça, o poligrafo seria mais uma marioneta do poder e não da verdade.

      Eliminar
  4. "PORTUGAL E ANGOLA CADA VEZ MAIS
    UNIDOS NA MISÉRIA, NA MÁFIA, SÓ FALTA
    A DITADURA DESCARADA."

    Boa noite Zita, após meses de ausência la volto a comentar no seu blog, onde vejo que continua o seu excelente trabalho, tal como eu próprio tenho tentado a luta no terreno, mas com poucos resultados infelizmente. O desespero que tem assolado as pessoas do nosso País tolda-lhes o raciocínio e aparentemente já nem sabem o que hão de protestar porque simplesmente atingiram o ponto de ruptura total...

    Quanto à fase que destaquei inicialmente, discordo de parte da mesma, a ditadura já está mais que descarada, estamos num País onde as forças de segurança são as únicas a serem aumentadas para evitar revoltas e para serem guarda costas de ministros e boys, o único trabalho das forças de segurança hoje em dia, porque os assaltos e crimes violentos continuam a crescer numa proporção preocupante.

    O número de pessoas desempregadas e esfomeadas e empobrecidas também não pára de aumentar, este País está bom para o abandono.

    Quanto à notícia em si, o normal, tinha de se nomear um amigo. Aliás, as práticas dos governos continuam constantes, no 1º ano foi-se além da Troika o que permitiu meter mais algum ao bolso e hoje em dia curiosamente são necessários "cortes extra" em coisas banais como saúde e educação e em salários e pensões de 300 e 400 euros.

    Infelizmente os governantes nem para eles são bons, porque por muito dinheiro e regalias que possam ter, deve ser tramado nem poder sair à rua sem que em cada esquina estejam 4 ou 5 que os querem ver pelas costas...

    No entanto ainda confiante que os portugueses acordem de vez...

    Espero que continue o bom trabalho Zita,

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando me referi à ditadura descarada estava apenas a pretender dizer que à presente ditadura que vivemos só falta eles deixarem de lhe chamar democracia e assumirem que é uma ditadura, por isso afirmei que só nos falta a ditadura descarada-
      Sobre o descaramento com que nos governam ditatorialmete, já divaguei aqui no blog recentemente...

      """SABIA QUE PORTUGAL VIVE NUMA DITADURA?
      Não acredita? Consulte os factos em baixo e acorde para a verdade que o rodeia. Ajude Portugal inteiro a acordar, partilhe, divulgue... comente, fale...
      Todos os portugueses gritam a sete ventos que...
      Votar é um direito
      Votar é um dever
      Fascismo nunca mais
      Ditadura nunca mais
      Democracia sempre!!!
      E se os governos decidirem manter a ditadura, fingindo que é uma democracia, se eles o dizem o povo acredita!?
      Não existe prisão mais eficaz e duradoura, que a falsa ilusão de liberdade.
      Parecemos uns tontos com o cadafalso à frente, a caminhar para ele, a defender e a eleger os carrascos e a jurar a pés juntos, que não, jamais!!

      No entanto fazemos de conta que não vemos... que não sabemos... que não está à vista de todos na Constituição da República Portuguesa, a impotência do povo, a nulidade da vontade popular, a inércia da justiça.
      A ditadura moderna não usa a violência física, é mais sofisticada, abusa da repressão, da exploração, da censura, da manipulação, e usa como ferramenta mais eficaz, os órgãos de informação, para manter o rebanho manso.

      Todos deveriam saber, mas poucos sabem, que em 1974 conquistou-se a liberdade, mas em 1976, voltamos à ditadura, disfarçada. Pois..... ARTIGO COMPLETO:
      http://apodrecetuga.blogspot.com/2013/03/sabia-que-portugal-vive-numa-ditadura.html#ixzz2O4c0ETAF

      Eliminar
  5. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
    A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
    Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
    Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
    A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
    MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK

    http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

    ResponderEliminar