02 dezembro, 2012

A vergonha de ser politico em Portugal, é já incontornável.

mario soares passado corrupto

Em breve, quando o presente fizer parte da história, poderemos realizar este levantamento do percurso de todos os nossos ex-políticos de relevo, e descobriremos finalmente o que é a politica em Portugal, e a forma como pactuamos com o mal que ela faz aos cidadãos.
A politica em Portugal, tem sido um saque descarado e sem vergonha, com o único intuito de construir impérios privados e destruir o público. Um poleiro ambicionado pela sua impunidade e pelos benefícios para toda a família e amigos, por muitas e muitas gerações.

Gostava de saber se depois de os portugueses lerem este texto, e outros semelhantes sobre Cavaco Silva, Passos Coelho, etc já sentirão vergonha de votar, apoiando os que se julgam e se fazem, donos de Portugal?
Como é possível sermos tão cegos ao ponto de permitir que estes senhores levem a cabo tamanhos crimes, na maior das impunidades e ainda protegidos e apoiados por aqueles, que na ignorância e cegueira partidária,  ainda votam neles?

Sua Alteza Real, D. Mário Soares
Este é o maior fracasso da democracia"Tudo o que aqui relato é verdade. Se quiserem, podem processar-me.
A lucidez, uma das suas maiores qualidades durante uma longa carreira politica. A lucidez que lhe permitiu escapar à PIDE e passar um bom par de anos, num exílio dourado, em hotéis de luxo de Paris.
A lucidez que lhe permitiu conduzir da forma "brilhante" que se viu o processo de descolonização.
A lucidez que lhe permitiu conseguir que os Estados Unidos financiassem o PS durante os primeiros anos da Democracia.
A lucidez que o fez meter o socialismo na gaveta durante a sua experiência governativa.
A lucidez que lhe permitiu tratar da forma despudorada amigos como Jaime Serra, Salgado Zenha, Manuel Alegre e tantos outros.
A lucidez que lhe permitiu governar sem ler os "dossiers"...
A lucidez que lhe permitiu não voltar a ser primeiro-ministro depois de tão fantástico desempenho no cargo.

A lucidez que lhe permitiu pôr-se a jeito para ser agredido na Marinha Grande e, dessa forma, vitimizar-se aos olhos da opinião pública e vencer as eleições presidenciais.
A lucidez que lhe permitiu, após a vitória nessas eleições, fundar um grupo empresarial, a Emaudio, com "testas de ferro" no comando e um conjunto de negócios obscuros que envolveram grandes magnatas internacionais.
A lucidez que lhe permitiu utilizar a Emaudio para financiar a sua segunda campanha presidencial.
A lucidez que lhe permitiu nomear para Governador de Macau, Carlos Melancia, um dos homens da Emaudio.
A lucidez que lhe permitiu passar incólume ao caso Emaudio e ao caso Aeroporto de Macau e, ao mesmo tempo, dar os primeiros passos para uma Fundação na sua fase pós-presidencial.
A lucidez que lhe permitiu ler o livro de Rui Mateus, "Contos Proibidos", que contava tudo sobre a Emaudio, e ter a sorte de esse mesmo livro, depois de esgotado, jamais voltar a ser publicado. (link para o livro online grátis)
A lucidez que lhe permitiu passar incólume as "ligações perigosas" com Angola, ligações essas que quase lhe roubaram o filho no célebre acidente de avião na Jamba (avião esse transportando diamantes, no dizer do então Ministro da Comunicação Social de Angola).
A lucidez que lhe permitiu, durante a sua passagem por Belém, visitar 57 países ("record" absoluto para a Espanha - 24 vezes - e França - 21), num total equivalente a 22 voltas ao mundo (mais de 992 mil quilómetros).
A lucidez que lhe permitiu visitar as Seychelles, esse território de grande importância estratégica para Portugal, aproveitando para dar uma voltinha de tartaruga.
A lucidez que lhe permitiu, no final destas viagens, levar para a Casa-Museu João Soares uma grande parte dos valiosos presentes oferecidos oficialmente ao Presidente da Republica Portuguesa.
A lucidez que lhe permitiu guardar esses presentes numa caixa-forte blindada daquela Casa, em vez de os guardar no Museu da Presidência da Republica.
A lucidez que lhe permite, ainda hoje, ter 24 horas por dia de vigilância paga pelo Estado nas suas casas de Nafarros, Vau e Campo Grande.
A lucidez que lhe permitiu, abandonada a Presidência da Republica, constituir a Fundação Mário Soares. Uma fundação de Direito privado, que, vivendo à custa de subsídios do Estado, tem apenas como única função visível ser depósito de documentos valiosos de Mário Soares. Os mesmos que, se são valiosos, deviam estar na Torre do Tombo.
A lucidez que lhe permitiu construir o edifício-sede da Fundação violando o PDM de Lisboa, segundo um relatório do IGAT, que decretou a nulidade da licença de obras.
A lucidez que lhe permitiu conseguir que o processo das velhas construções que ali existiam e que se encontrava no Arquivo Municipal fosse requisitado pelo filho e que acabasse por desaparecer convenientemente num incêndio dos Paços do Concelho.
A lucidez que lhe permitiu receber do Estado, ao longo dos últimos anos, donativos e subsídios superiores a um milhão de contos.
A lucidez que lhe permitiu receber, entre os vários subsídios, um de quinhentos mil contos, do Governo Guterres, para a criação de um auditório, uma biblioteca e um arquivo num edifico cedido pela Câmara de Lisboa.
A lucidez que lhe permitiu receber, entre 1995 e 2005, uma subvenção anual da Câmara Municipal de Lisboa, na qual o seu filho era Vereador e Presidente.
A lucidez que lhe permitiu que o Estado lhe arrendasse e lhe pagasse um gabinete, a que tinha direito como ex-presidente da República, na... Fundação Mário Soares.
A lucidez que lhe permite que, ainda hoje, a Fundação Mário Soares receba quase 4 mil euros mensais da Câmara Municipal de Leiria.
A lucidez que lhe permitiu fazer obras no Colégio Moderno, propriedade da família, sem licença municipal, numa altura em que o Presidente era... João Soares.
A lucidez que lhe permitiu silenciar, através de pressões sobre o director do "Público", José Manuel Fernandes, a investigação jornalística que José António Cerejo começara a publicar sobre o tema.
A lucidez que lhe permitiu candidatar-se a Presidente do Parlamento Europeu e chamar dona de casa, durante a campanha, à vencedora Nicole Fontaine.
A lucidez que lhe permitiu considerar Jose Sócrates "o pior do guterrismo" e ignorar hoje em dia tal frase como se nada fosse.

A lucidez que lhe permitiu passar por cima de um amigo, Manuel Alegre, para concorrer às eleições presidenciais mais uma vez.
A lucidez que lhe permitiu, então, fazer mais um frete ao Partido Socialista.
A lucidez que lhe permitiu ler os artigos "O Polvo" de Joaquim Vieira na "Grande Reportagem", baseados no livro de Rui Mateus, e assistir, logo a seguir, ao despedimento do jornalista e ao fim da revista.
A lucidez que lhe permitiu passar incólume depois de apelar ao voto no filho, em pleno dia de eleições, nas últimas Autárquicas.
No final de uma vida de lucidez, o que resta a Mário Soares? Resta um punhado de momentos em que a lucidez vem e vai. Vem e vai. Vem e vai. Vai.... e não volta mais."
Por Clara Ferreira Alves, no Expresso (ler nota)*
Se quiser conhecer a versão de Marinho e Pinto, sobre esta ilustre figura, Mário Soares, siga este link.

*NOTA: A autora veio negar ter escrito este texto que circula desde o inicio de 2010 na internet. Divulguei-o porque me parece muito lúcido e verosímil.
Mas a suposta autora publicou o seguinte sobre o assunto: 

"Circula na net como um vírus um texto com o título ESTE É O MAIOR FRACASSO DA DEMOCRACIA PORTUGUESA, falsamente assinado por mim e falsamente publicado no Expresso. O texto começou a circular há cerca de dois anos e apesar dos desmentidos que entretanto fiz, tanto no programa "Eixo do Mal" como numa nota nesta coluna, o texto continua a circular e continuo a receber mails tanto de admiradores (!) do texto como de leitores que acham surpreendente o ataque a um amigo meu. 


O rasto de despesismo provocado pelas viagens da realeza, são autênticos desfalques ao estado português.
A Moral dum exímio gastador!!!!!
Vamos lá fazer um resumo de onde foram gastos milhões dos nossos  impostos, só em viagens, com a sua comitiva... tudo pago pelo contribuinte, claro!
> 1986
> 11 a 13 de Maio - Grã-Bretanha
> 06 a 09 de Julho - França
> 12 a 14 de Setembro - Espanha
> 17 a 25 de Outubro - Grã-Bretanha e França
> 28 de Outubro - Moçambique
> 05 a 08 de Dezembro - São Tomé e Príncipe
> 08 a 11 de Dezembro - Cabo Verde
> 1987
> 15 a 18 de Janeiro - Espanha
> 24 de Março a 05 de Abril - Brasil
> 16 a 26 de Maio - Estados Unidos
> 13 a 16 de Junho - França e Suíça
> 16 a 20 de Outubro - França
> 22 a 29 de Novembro - Rússia
cavaco presidencia despesa
E CADA VEZ ABUSAM MAIS... E MAIS
> 14 a 19 de Dezembro - Espanha
>
> 1988
> 18 a 23 de Abril - Alemanha
> 16 a 18 de Maio - Luxemburgo
> 18 a 21 de Maio - Suíça
> 31 de Maio a 05 de Junho - Filipinas
> 05 a 08 de Junho - Estados Unidos
> 08 a 13 de Agosto - Equador
> 13 a 15 de Outubro - Alemanha
> 15 a 18 de Outubro - Itália
> 05 a 10 de Novembro - França
> 12 a 17 de Dezembro - Grécia
>
> 1989
> 19 a 21 de Janeiro - Alemanha
> 31 de Janeiro a 05 de Fevereiro - Venezuela
> 21 a 27 de Fevereiro - Japão
cavaco pavilhão atlantico roubado
> 27 de Fevereiro a 05 de Março - Hong-Kong e Macau
> 05 a 12 de Março - Itália
> 24 de Junho a 02 de Julho - Estados Unidos
> 12 a 16 de Julho - Estados Unidos
> 17 a 19 de Julho - Espanha
> 27 de Setembro a 02 de Outubro - Hungria
> 02 a 04 de Outubro - Holanda
> 16 a 24 de Outubro - França
> 20 a 24 de Novembro - Guiné-Bissau
> 24 a 26 de Novembro - Costa do Marfim
> 26 a 30 de Novembro - Zaire
> 27 a 30 de Dezembro - República Checa
>
> 1990
> 15 a 20 de Fevereiro - Itália
> 10 a 21 de Março - Chile e Brasil
> 26 a 29 de Abril - Itália
> 05 a 06 de Maio - Espanha
> 15 a 20 de Maio - Marrocos
> 09 a 11 de Outubro - Suécia
> 27 a 28 de Outubro - Espanha
> 11 a 12 de Novembro - Japão
>
> 1991
> 29 a 31 de Janeiro - Noruega
> 21 a 23 de Março - Cabo Verde
> 02 a 04 de Abril - São Tomé e Príncipe
> 05 a 09 de Abril - Itália
> 17 a 23 de Maio - Rússia
> 08 a 11 de Julho - Espanha
> 16 a 23 de Julho - México
> 27 de Agosto a 01 de Setembro - Espanha
> 14 a 19 de Setembro - França e Bélgica
> 08 a 10 de Outubro - Bélgica
> 22 a 24 de Novembro - França
> 08 a 12 de Dezembro - Bélgica e França
>
> 1992
> 10 a 14 de Janeiro - Estados Unidos
> 23 de Janeiro a 04 de Fevereiro - India
> 09 a 11 de Março - França
> 13 a 14 de Março - Espanha
> 25 a 29 de Abril - Espanha
> 04 a 06 de Maio - Suíça
> 06 a 09 de Maio - Dinamarca
> 26 a 28de Maio - Alemanha
> 30 a 31 de Maio - Espanha
> 01 a 07 de Junho - Brasil
> 11 a 13 de Junho - Espanha
> 13 a 15 de Junho - Alemanha
> 19 a 21 de Junho - Itália
> 14 a 16 de Outubro - França
> 16 a 19 de Outubro - Alemanha
> 19 a 21 de Outubro - Áustria
> 21 a 27 de Outubro - Turquia
> 01 a 03 de Novembro - Espanha
> 17 a 19 de Novembro - França
> 26 a 28 de Novembro - Espanha
> 13 a 16 de Dezembro - França
>
> 1993
> 17 a 21 de Fevereiro - França
> 14 a 16 de Março - Bélgica
> 06 a 07 de Abril - Espanha
> 18 a 20 de Abril - Alemanha
> 21 a 23 de Abril - Estados Unidos
> 27 de Abril a 02 de Maio - Grã-Bretanha e Escócia
> 14 a 16 de Maio - Espanha
> 17 a 19 de Maio - França
> 22 a 23 de Maio - Espanha
> 01 a 04 de Junho - Irlanda
> 04 a 06 de Junho - Islândia
> 05 a 06 de Julho - Espanha
> 09 a 14 de Julho - Chile
> 14 a 21 de Julho - Brasil
> 24 a 26 de Julho - Espanha
> 06 a 07 de Agosto - Bélgica
> 07 a 08 de Setembro - Espanha
> 14 a 17 de de Outubro - Coreia do Norte
> 18 a 27 de Outubro - Japão
> 28 a 31 de Outubro - Hong-Kong e Macau
>
> 1994
> 02 a 05 de Fevereiro - França
> 27 de Fevereiro a 03 de Março - Espanha (incluindo Canárias)
> 18 a 26 de Março - Brasil
> 08 a 12 de Maio - África do Sul (Tomada de posse de Mandela)
> 22 a 27 de Maio - Itália
> 27 a 31 de Maio - África do Sul
> 06 a 07 de Junho - Espanha
> 12 a 20 de Junho - Colômbia
> 05 a 06 de Julho - França
> 10 a 13 de Setembro - Itália
> 13 a 16 de Setembro - Bulgária
> 16 a 18 de Setembro - - França
> 28 a 30 de Setembro - Guiné-Bissau
> 09 a 11 de Outubro - Malta
> 11 a 16 de Outubro - Egipto
> 17 a 18 de Outubro - Letónia
> 18 a 20 de Outubro - Polónia
> 09 a 10 de Novembro - Grã-Bretanha
> 15 a 17 de Novembro - República Checa
> 17 a 19 de Novembro - Suíça
> 27 a 28 de Novembro - Marrocos
> 07 a 12 de Dezembro - Moçambique
> 30 de Dezembro a 09 de Janeiro 1995 - Brasil
>
> 1995
> 31 de Janeiro a 02 de Fevereiro - França
> 12 a 13 de Fevereiro - Espanha
> 07 a 08 de Março - Tunísia
> 06 a 10 de Abril - Macau
> 10 a 17 de Abril - China
> 17 a 19 de Abril - Paquistão
> 07 a 09 de Maio - França
> 21 de Setembro - Espanha
> 23 a 28 de Setembro - Turquia
> 14 a 19 de Outubro - Argentina e Uruguai
> 20 a 23 de Outubro - Estados Unidos
> 27 de Outubro - Espanha
> 31 de Outubro a 04 de Novembro - Israel
> 04 e 05 de Novembro Faixa de Gaza e Cisjordânia
> 05 e 06 de Novembro - Cidade de Jerusalém
> 15 a 16 de Novembro - França
> 17 a 24 de Novembro - África do Sul
> 24 a 28 de Novembro - Ilhas Seychelles
> 04 a 05 de Dezembro - Costa do Marfim
> 06 a 10 de Dezembro - Macau
> 11 a 16 de Dezembro - Japão
> 1996
> 08 a 11 de Janeiro - Angola
> Durante os anos que ocupou o Palácio de Belém, Soares visitou 57 países (alguns várias vezes como por exemplo Espanha que visitou 24 vezes e a França 21 vezes), percorrendo no total 992.809 KMS o que
> corresponde a 22 vezes a volta ao mundo...
> Para quê?  Expliquem ao povo para que serviu tanta viagem... Eis um dos porquês do nosso recurso ao acordo da troika.






22 comentários :

  1. Não posso deixar de homenagear o combatente político na cena internacional, contra a ditadura de Salazar.
    Não quero esquecer o lider contra a tentativa de sovietização do país, pelo PComunista de Cunhal, em 1975.
    A esse Homem, as minhas homenagens e reconhecimento!

    Quanto ao homem em que se tornou depois - ao mau exemplo que foi e é, enquanto personagem exemplar de rigor, sobriedade e respeitadora do bem comum, que deveria ser - a minha condenação, severa crítica e sorriso de desprezo.

    Um Homem que poderia ser uma referência de qualidade política do século XX, passará à História (se ela for justa), como mais um corrompido pelo Poder, um carteirista de impostos, um homenzinho jeitoso que abusou da ignorância e indiferença dos muitos que nele confiaram e, como qualquer outro traidor da confiança alheia - porque não há cadeia para políticos corruptos neste país - merece o desprezo das pessoas de bem e deveria ter o esquecimento dos media.

    Mas, como Santanyana (1863-1952) disse:
    "A História é um conjunto de mentiras sobre acontecimentos que nunca ocorreram, contadas por pessoas que nunca lá estiveram".

    Resta-nos continuar este combate escrito contra a corrupção, esperando que os "historiadores" nunca consigam apagar verdades que hoje, alguns, têm a coragem de colocar na internet.



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Engraçado , que blog tão "independente" , vamos apenas colocar Presidentes , porque se fossem aos PM's tinham que referir o Excelentissimo Vasco Gonçalves o pai do desastre onde vivemos , que em apenas um ano e trocos conseguiu um milagre apenas equiparado por Socrates em 7 anos!

      Eliminar
    2. O sr anónimo não merece resposta

      Eliminar
    3. Mário Soares, Cavaco e Balsemão. É este o eixo do mal.
      Estes 3 cangalheiros causaram mais destruição ao pais que o terramoto de 1755.
      Houve ai um anónimo a cantar loas ao "paizinho da democracia", se você soubesse o traste que é esse bochechas.
      Um amigalhaço de um carniceiro chamado Henry Kissinger, que ordenou a morte de Sá Carneiro e Amaro da Costa, e causou muito sofrimento pelo mundo fora.
      O Soares disse uma vez que os portugueses que viviam em moçambique deviam ser deitados aos tubarões.
      Um gajo que vendeu Portugal ao estrangeiro.
      Um gajo que demonstra desrespeito pelas forças de segurança do pais naquela famoss boçalidade em que se vira para um policia e disse "Shôr Guarda desapareça". Que chefe de estado é um cabrão que diz uma coisa desta a um policia?.
      Estes que temos hoje são mais básicos, pouco sabem da vida, saíram das jotas há pouco tempo, mas os mais velhos(Soares,Cavacos, Sampaio e companhia) ainda conseguem ser mais desonestos por sabia bem o que estavam a fazer. O Passos é um garoto, um moço de recados apenas, ainda está em formação para ser uma grande besta. Mas para chegar aos calcanhares de um Soares ainda tem de comer muitas sopas. O Cunhal era outra cobra cuspideira, endeusado após a morte como acontece sempre.

      Eliminar
    4. Pelo comentário do anónimo das 13.54 fica provado que há vida em Marte! Mas não é inteligente.


      Have some fun!
      Monty Python Reloaded

      Eliminar
  2. Boa noite Zita, eu meu nome é Patricia Maia e estou a contactar da parte do portal Boas Noticias. Estamos a preparar um novo artigo para a nossa rubrica (Re)Construir Portugal, desta vez sobre os cidadãos que se dedicam a denunciar os casos de má despesa pública, fraudes, gestão danosa, abusos de poderes e corrupção no nosso pais. Enviei-lhe por email alguma perguntas sobre o seu blog. Tem oportunidade ou interesses em responder? Obrigada www.boasnoticias.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, já vi o mail, irei responder assim que me for possível. Muito obrigada pelo vosso interesse. Espero que não seja muito urgente, pois o tempo é escasso, mas assim que puder, enviarei resposta.

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Isto é um artigo divulgado em dezenas de blogs, talvez tenha que haver cuidado então em dezenas de blogs?

      Eliminar
    2. O anónimo das 13,54h de ontem é um digno representante daquela qualidade nacional que garante a perenidade aos fantoches que nos governam e governaram...

      Eliminar
  4. A propósito de lucidez e para que não falte nada a quem quiser saber mais...http://ferrao.org/2008/03/rui-mateus-contos-proibidos.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, já acrescentei o link ao artigo.

      Eliminar
  5. "EMBORA OS MEUS OLHOS SEJAM
    OS MAIS PEQUENOS DO MUNDO,
    O QUE IMPORTA É QUE ELES VEJAM
    O QUE OS HOMENS SÃO NO FUNDO."
    (António Aleixo)

    ResponderEliminar
  6. Sera que o "Bolacha Maria" tem cpnsciencia dos massacres de brancos pretos e mestiços por causa da
    sua politica de quantos menos regressarem mais ele
    ficaria contente,este gajo é a vergonha de Portugal
    ainda ha por alguns retornados para lhe fazerem a pele

    ResponderEliminar
  7. E é preciso não esquecer que lá em casa, ao pequeno-almoço, se sentam duas (a)Fundações à mesa - pois a sua esposa, Maria Barroso, desde 1994 que também tem a sua (a)Fundaçãozinha: a Pro Dignitate - Fundação de Direitos Humanos...

    ResponderEliminar
  8. Por favor, seria possível indicar-me qual o nº do Expresso onde se encontra o artigo de Clara Ferreira Alves atrás referido?
    Muito obrigada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Clara F.A. já veio a público negar ser a autora deste artigo... por baixo do artigo encontra a nota onde ela nega a autoria.
      Por isso resta reconhecer a lucidez ao anónimo que o escreveu.

      Eliminar
  9. Gostava de saber quantas voltas deu cavaco silva. E aonde ele gastou mais que mario soares. JSG

    ResponderEliminar
  10. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
    A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
    Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
    Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
    A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
    MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

    ResponderEliminar
  11. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
    A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
    Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
    Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
    A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
    MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

    ResponderEliminar