07 setembro, 2012

Milhares de euros em piscinas... na luta contra a pobreza que grassa em Portugal!

falsa democracia roubar
Elvas tem uma piscina pública desde 1963 e que terá sido a primeira do Alentejo. Agora a Câmara decidiu avançar com a construção de mais duas, nas freguesias rurais do concelho (Santa Eulália e Terrugem), o que representa um investimento de 600 mil euros por piscina.
A freguesia de Santa Eulália tem 1.198 habitantes. Terrugem tem 1.251.
Esperamos que esta não seja mais uma história parecida com as muitas, de obras públicas inúteis, que para além de não servirem ninguém, ainda aumentam as despesas anuais fixas... como foi o caso da piscina de Calhandriz  que serve meia dúzia de pessoas...
A piscina de Calhandriz (Vila Franca de Xira) foi construída há 10 anos. O equipamento foi pago pela Valorsul para compensar a população pelo funcionamento do Aterro Sanitário do Mato da Cruz e pelo trânsito diário de dezenas de camiões de lixo. Acontece que a freguesia tem apenas 800 habitantes e fica a seis quilómetros da cidade de Alverca. Custou 600 mil euros e tem em média cinco utentes por dia. A piscina foi projectada para funcionar o ano todo. Agora só abre no Verão. A Câmara pondera fechar agora o equipamento já que permitiria poupar cerca de 90 mil euros por ano. (Fonte: Público 22 de Julho de 2012) madespesapublica

Para quando a criminalização da gestão criminosa do dinheiro público?? Quem defende o erário público destes gestores impunes e incompetentes?? Não há travão? Não há limite?
Mais obras criminosas:::

6 comentários :

  1. Até ao 25 de Abril de 1974 não existiam eleições para os municípios.
    A situação dos pequenos municípios era pouco mais do que miserável.

    Mas, a fome deu em fartura.

    Sempre com a desculpa que "isto aqui é muito pobre" focam sacando fundos de toda a ordem para tudo o representasse bem-estar.

    Nem uma ideia para atrair investimento.
    Nem um gesto para criar emprego.
    Nem um pensamento estruturante para o futuro.

    Apenas esquemas para o amigo "pato bravo" da zona a troco de financiamento eleitoral...

    Piscinas: Acaso interessa saber se alguém lá vai? Acaso se avaliaram os custos de operaçãoe e manutenção?

    Nem interessa. O que importa é que o amigo "pato bravo vai ganhar "algum" e financiar a campanha do presidente da junta para o próximo ano...

    O desplante continua...
    Só à estalada...

    ResponderEliminar
  2. Boas tardes,

    Já viu Zita? 7 de Setembro de 2012, Passos Coelho anuncia mais austeridade às 19h15 precisamente antes do jogo da selecção.

    Mais uma a juntar às decisões tomadas à porta fechada a prejudicar o português que depois aparecem em Diário da Republica por alma do Espirito Santo.

    Ou então é mais um "lapso"...

    Será que entre essas medidas de austeridade vai incluir o fecho de Câmaras que só servem para dar tacho a boys e Fundações e pensões vitalícias a ex políticos? Aposto uns rebuçados que as medidas vão passar (obviamente) pelo corte do 13º mês a público e privado e mais umas subidas de impostos para manter o nível de vida de governantes que trabalham "arduamente" e produzem "imenso" numa profissão de "desgaste rápido".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas o povinho português ficará tranquilo, embebido e embriagado em grandes doses de futebol. Tudo bem pensado para obter pouca reacção.

      As fundações, os boys, os tachos, a gestão danosa e criminosa, as em presas amigas milionárias etc permanecerão todos imunes aos cortes... para isso haverá sempre fartura, mas o povo parece que gosta... gosta mais de futebol.

      Eliminar
    2. E aí está, mais uma medida de benefício ao ricos...dizer que reduzir as contribuições para a SS vai influenciar no desemprego é digno de aparecer num programa do Herman José.

      E mais 7% de redução nos salários do "zé"...mas como o ROnaldo marcou ao Luxemburgo e agora ainda temos touradas só daqui a uns tempos é que se vai sentir na pele...uma vergonha...

      Eliminar
    3. Nem se poderia esperar outra coisa deste governo, sacrificar os pobres e dar aos ricos, tem sido o seu lema... já o do anterior governo era mais equilibrado, dava para tudo e para todos, foi um esbanjar até à bancarrota. Venha o diabo e escolha ... ou leve-os todos, que só assim seriamos salvos.

      Eliminar
    4. Enoja-me ouvir Passos a dizer que distribui o subsídio para "as pessoas gerirem melhor o orçamento familiar", isto é atirar areia para os olhos!

      Não chamam a isto impostos, mas as pessoas ficam sem dinheiro no bolso à mesma. E as prestações que cada pessoa tem a pagar, será que vão baixar de forma proporcional também? E as empresas? É por descontarem menos que empregam mais pessoas? Obviamente que não, os patrões vão é encher mais os bolsos!

      "Prometo que vou cortar nas rendas excessivas e nas fundações"? Então porque não anunciou medidas concretas hoje?

      Continuem a votar...acreditem que o sistema assim funciona...(ironia, muita ironia)

      Eliminar