08 julho, 2012

As capacidades mais evidentes de um deputado. (anedota)

travar a crise medidas
O Engenheiro ordenou ao seu cão:
- Projeto, mostra as tuas habilidades!
O cãozinho pegou num martelo, umas tábuas e num instante construiu um casinha para cachorros. Todos admitiram que era um façanha.
O Contabilista disse que seu cão podia fazer algo melhor:
- Cash Flow, mostra as tuas habilidades!
O cachorro foi à cozinha, voltou com 24 bolinhos, dividiu os 24 bolinhos em 8 pilhas de 3 bolinhos cada. Todos admitiram que era genial.
O químico disse que o seu cão podia fazer algo melhor:
- Óxido, mostra as tuas habilidades!
Óxido foi até ao frigorífico, pegou num litro de leite, umas bananas, colocou tudo no liquidificador e fez um batido. Todos aceitaram que era impressionante.
 O informático sabia que podia ganhar a todos:
- Megabyte, vamos lá !
Megabyte atravessou o quarto, ligou o computador, verificou se tinha vírus, redimensionou o sistema operativo, mandou um e-mail e instalou um jogo excelente. Todos sabiam que este era muito difícil de superar.
Todos olharam para o político e disseram: E o teu cão, o que pode fazer?
O político chamou o seu cão e disse:
- Deputado, mostra as tuas habilidades!
Deputado deu um salto, comeu os bolinhos, bebeu o batido, cagou na casinha, apagou todos os ficheiros do computador, armou a maior confusão com os outros cachorros, expulsou toda a gente exibindo um título falso de propriedade.
Em seguida, alegou imunidade parlamentar...

4 comentários :

  1. Nesta anedota ainda falta a merecida medalha para o cão do político de nome deputado!

    ResponderEliminar
  2. O presidente da república não tem cão?

    Tudo me diz que tem uma matilha, todos seus grandes amigos, todos ricos e todos alimentando-se com a carne que nos roubaram...

    Desculpem escrever presidente da república sem iniciar as palavras com maiúscula mas, acho que as designações dos cargos, em si, devem reflectir, especialmente, a dignidade individual de quem o ocupa.

    Uma alma insignificante, esteja onde estiver, não merece qualquer destaque...

    ResponderEliminar
  3. A História dá-nos, hoje, a melhor base para adivinhar o futuro.

    E se ela nos diz, que os portugas foram ao longo dos tempos - quase invariavelmente - mansos, também nos diz que os espanhóis muito raramente o foram...

    Pode ser que dêem boleia espiritual a alguns de nós...

    ResponderEliminar