28 maio, 2012

3 milhões na Madeira para amigos, generosidade alheia gerida criminosamente?

corrupção politica ajustes avelino
Noticia do Público, o rei dos ajustes
directos, Avelino Farinha 

Assim de relance, parece uma simples história de sucesso, de uma empresa que vendia flores. Uma história que começa assim:
"Uma pequena empresa de São Vicente que se dedicava a vender plantas, flores e sementes hortícolas foi contratada pelo governo regional da Madeira para trabalhar.... " 
Até aqui nada suspeito, mas logo a história ganha contornos de filme de crime e mistério quando se completa a frase
...  "como empreiteiro nas obras de limpeza e desobstrução na sequência da intempérie que assolou a ilha em fevereiro de 2010." 
Mas o crime aprofunda-se e o mistério desvenda-se...
"Apesar de não ter alvará, a Celeiro Agrícola Trevo Amarelo viu serem-lhe adjudicados três milhões e 100 mil euros em operações de limpeza das zonas sinistradas nos meses seguintes na região e é o caso mais estranho nas denúncias entregues ao Ministério Público e que levaram o DCIAP, em Lisboa, a abrir um inquérito-crime sobre o rescaldo da catástrofe." Semanário Expresso

Manobras tipicas do império João Jardim, não são de estranhar: 
  • 400 mil euros indevidos, médico de João Jardim ou presidente da Junta?
  • Comissário executivo da contratante e sócio-gerente da empresa contratada???
  • Regabofe na Madeira. 3 milhões em enfeites de Natal... e ajustes directos em família.regabofe-na-madeira
  • Alberto J.Jardim dispara em todas as direcções, irracional mas devastador, eis a sua obra:
  • 196 mil em disco party?! Na Madeira.
A Madeira tem sido um sorvedouro de dinheiro, e será normal, que perante tanto dinheiro, sem dono, haja muitos que aproveitem a maré de regabofe, e neste caso a maré das cheias... 
O dinheiro entrou a jorros pela ilha, tal como as águas da chuva nos morros.
Foi o dinheiro dos seguros: Temporal na Madeira já custou 133 milhões às
seguradoras .jn.pt
Foi o dinheiro do banco europeu: Madeira/Mau tempo: Banco Europeu de Investimento iniciou aprovação de empréstimo de 180 milhões à região. jn.pt
Foi o dinheiro do estado português, saido do governo central: Na altura, o Estado assumiu responsabilidades na ordem dos 740 milhões de euros, montante total a transferir até 2013. Mas o Programa de Ajustamento Económico prevê,  a entrega de todos os fundos, mas num horizonte temporal mais alargado. expresso
Foi o dinheiro do estado português, saido do governo regional: Por outro lado, o Governo Regional da Madeira comprometeu-se a suportar 309 milhões de euros,
Foi o fundo de solidariedade da UE: enquanto o Fundo de Solidariedade da União Europeia contribuiu com 31 milhões...
Foi a ajuda com dinheiro do: Banco Europeu de Investimentos ajudou com 62,5 milhões.
Foram os donativos que ascenderam a milhões: Já os donativos somaram 4 milhões de euros. expresso.
Mais os donativos regionais: (Desconheço se estão incluídos nos 4 milhões) "Obtivemos uma verba de 550 mil euros, através de donativos de diversas entidades públicas, empresas e associações e ainda temos saldo positivo", explicou a responsável, sublinhando que a grande ajuda foi a solidariedade dos portugueses. expresso

Mas na Madeira, todo o dinheiro é bem vindo... no entanto o destino que lhe dão, é quase sempre, demasiado suspeito. 
Mais uma vez o governo regional pôde dar alento e fortuna aos seus amigos, através da gestão danosa e criminosa do dinheiro, fruto da generosidade do país e do estrangeiro... 
A fama já vai longe, a chanceler alemã Merkel, já tinha "elogiado" João Jardim por ser um "óptimo" gestor de dinheiro... razão mais que suficiente, para que num país decente, pessoas como ele, fossem afastadas do acesso ao dinheiro público.

Desta feita uma empresa que não era do ramo nem tinha capacidade para o contrato mas, mesmo assim foi contratada, contra toda a lógica, e recebeu uma fortuna pelo contrato... 
O descaramento chega a esse ponto? Tenho uma empresa de flores, mas o meu amigo do estado, tem uma obra de milhões para empresas de construção e de máquinas... dilema... fica-se com a obra e muda-se o ramo, entretanto... empresas à medida dos milhões... creio que qualquer português se dispunha a aceitar obras assim. 
Por isso não estranhem, floristas, boutiques, livrarias, padarias de Portugal, se o estado vos entrar pela loja dentro e vos contratar para uma obra de milhões para construir o TGV ou o Aeroporto. Basta dizer que sim e depois logo se vê.  

'Trevo Amarelo' com apenas dois sócios e um capital social de 5 mil euros e terá multiplicado por 530 vezes os lucros obtidos nesse ano: "De 2,7 mil euros em 2009 para um milhão e 589 mil euros em 2010". A empresa terá feito três contratos com a Secretaria do Equipamento Social, na altura tutelada por Santos Costa. Os contratos, acrescenta o semanário, fora adjudicados um mês depois da catástrofe, a 23 de Março. Só quatro meses mais tarde é que a empresa terá pedido a mudança do seu objecto social passando, além da venda de plantas, a incluir também obras públicas. O alvará ainda não terá sido atribuído.
A notícia desvenda ainda alguns dados de uma auditoria do Tribunal de Contas às despesas com as operações de limpeza após a intempérie. Foram assumidos ajustes directos, justificados pelo Governo com a necessidade de intervir com urgência nas zonas afectadas, no valor de 88 milhões de euros. (Ajustes directos sempre a esgotar o esforço dos portugueses)

Mas há mais.... 
"- A reportagem do Expresso, fala de "ligações perigosas nas Obras Públicas: o líder parlamentar do PSD-Madeira é dono, a meias com o filho (número dois da bancada), da AECO, empresa que fornece betume para estradas. E é também presidente da Cimentos Europa".
-"Jaime Ramos é sócio de dois credores ocultos". O texto explica que Jaime Ramos "é sócio de dois empreiteiros de obras públicas que estão envolvidos na dívida oculta de 1113 milhões de euros do executivo de João Jardim, tendo ligações a uma terceira empresa também implicada naqueles encargos".
- Ramos é accionista e presidente da Cimentos Europa, empresa a que está ligado também o empresário Avelino Farinha, (imagem em cima) o patrão da AFA, José Afonseca, administrador da Construtora do Tâmega, e Leandro de Aguiar, presidente da Zagope. "Jaime Ramos é ainda sócio de Avelino Farinha e da Construtora do Tâmega, em partes iguais, noutra empresa, a Ecoram, que se dedica ao tratamento de resíduos".
O jornal com a noticia,
 clique para ampliar e ler
Além de outras ligações empresariais, o Expresso escreve que a "AFA, a Tâmega e a Zagope fazem parte da lista de credores da dívida oculta que está na origem de um inquérito-crime do DCIAP" (diário de notícias do Funchal)

E é assim neste país, o regabofe já não tem limites...a moral e a justiça abandonaram definitivamente a elite politica, que se sentem assim, totalmente livres, para fazerem do dinheiro de todos... a fortuna de alguns. 

E viva o Alberto João Jardim... que seja sempre o eleito, daqueles que ele saqueia e empobrece...
  • Alberto João Jardim e as megalomanias que lhe pagamos.apodrecetuga.
  • Alberto J.Jardim dispara em todas as direcções, irracional mas devastador, eis a sua obra:
  • João Jardim aliado ou o inimigo? apodrecetuga.
  • As festas não param....O cocktail da Madeira na Bolsa de Turismo de Valor de Lisboa  deste ano custou 30 mil euros. 
  • Claro... 
    "Tribunal de Contas detectou 3,85 mil milhões de ilegalidades nas contas da Madeira" 13 Junho 2013, por Lusa




8 comentários :

  1. Mas como é possível um país fazer uma revolução para acabar com a ditadura, (que não chegou a acabar)e esquecem-se da madeira, porque é que a revolução não chegou lá, ficou lá o emplastro do ditador. Porquê? Isto é mesmo um país de fantoches, siga, vamos no bom caminho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
      A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
      Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
      Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
      A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
      MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

      Eliminar
    2. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
      A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
      Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
      Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
      A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
      MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

      Eliminar
  2. como madeirense a melhor que coisa que alguma vez fiz foi emigrar!! :D Adoro a minha ilha mas voltar para so no dia que todos os nomes no artigo em cima tiverem morrido ( incluindo filhos familia e amigos ) nada pessoal mas esses famosos desconhecidos so me arruinaram a vida

    ResponderEliminar
  3. Ameaças e Injustiças na Segurança Privada!
    1 Esta poderia ser a designação de muitas empresas de segurança privada.

    É impressionante a quantidade de depoimentos de vigilantes que relatam situações de agressões, de ameaças, de coação, intimidação! Contrariamanente ao que é dito muitas vezes no fórum da Segurança, não se trata de modo algum do "muro das lamentações"! São tristes histórias reais, relatadas na primeira pessoa e que pretendem tão somente alertar os colegas e dar voz ao seu sofrimento.

    Mas, como é que isto é possível num país dito civilizado e que integra a União Europeia?!!
     
    A resposta é simples: isto acontece porque vivemos num país de "fantoches", de pessoas que se deixam manipular pelos interesses dos poderosos.



    Os governos não governam, são "governados"... As entidades fiscalizadoras "esquecem-se" de fiscalizar os "poderosos"... E por muito que nos custe aceitar, vivemos num país terceiro mundista, onde tudo se move por "interesses" e onde a lei do mais forte prevalece.

    Se assim não fosse, nunca seria possível, em pleno século XXI, Empresas de Segurança Privada operarem à margem da lei e à porrada!

    Se assim é, todos temos culpa! A começar pelo MAI que, mais preocupado em emitir licenças do que fiscalizar, não acompanha de perto a actividade desenvolvida pelas empresas à posteriori, "obrigando" os empresários a uma conduta laboral séria e dentro dos parâmetros da lei.

    A IGT que recebe muitas reclamações mas que nunca investiga a fundo os incumprimentos e violações à lei. Os sindicatos, demasiado silenciosos perante tantas queixas e denúncias graves, sem nunca levarem estes assuntos aos mass média, tornando-os públicos. E nós, agentes de segurança privada que, ou por medo ou por cobardia, não ajudamos quem precisa dentro do sector, não denunciamos aquilo que ocorre muitas vezes debaixo dos nossos olhos e nos acomodamos pensando que é melhor a precariedade do que o desemprego. Esses empresários ao estilo "quero, posso e mando" nem que seja à porrada, foram criados à custa da nossa passividade, da nossa fraqueza e vulnerabilidade. Ainda existem por aí a pavonearem-se nos seus carritos de luxo porque a classe está enfraquecida e não tem um organismo próprio para fazer "guerra" a estes homens sem escrúpulos.

    Um organismo que seja capaz de levar a voz dos vigilantes a Bruxelas e fazer valer seus direitos, senão como português, pelo menos como cidadãos da Comunidade Europeia, para vergonha dos nossos governantes.

    Para aqueles que sofreram ou ainda sofrem agressões por exigirem o que é seu, recomendo que se dirigem à PJ e deixem o seu testemunho.

    Não permitam que esses e outros empresários que actuam criminosamente, fiquem impunes e continuem na Segurança Privada!

    Na Segurança Privada ajuda-se no combate à criminalidade! Por isso não podem ser admitidos criminosos.

    Autoria: Pantera.

    ResponderEliminar
  4. Como descendente de madeirenses tenho vergonha..

    ResponderEliminar
  5. Jaime Ramos, esse belo exemplo se cidadão ainda te entregam os sacos azuis ou isso já acabou ?

    ResponderEliminar
  6. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
    A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
    Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
    Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
    A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
    MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

    ResponderEliminar