14 agosto, 2011

DESPESA PÚBLICA SOBE 152 MIL EUROS POR MINUTO

DESPESA PÚBLICA parasitas
Ao que parece, o primeiro organismo público que devia ser fiscalizado era o governo. A promiscuidade prolifera num ambiente árido de fiscalização.
Até agora o governo de PPC nada fez para mudar o quadro escabroso e ofensivo para qualquer cidadão inocente e pagador de impostos. Apesar de estarem sempre a prometer,
- Acabar com os Boys e tachos.
- Cortar na despesa pública. Apenas cortam na parte que lesa o cidadão comum.
Os cortes na despesa pública que aboliriam alguns privilégios e luxos dos políticos e gestores públicos, estão fora de questão.
E o quadro arrepia qualquer português, que ao ler, descubra a velocidade a que a despesa sobe, e os portugueses são sempre os mesmos a carregar com o fardo ... COMO EXPLICAR ESTA ESCALADA VERTIGINOSA DA DESPESA PÚBLICA?
SOBE 152 mil euros por minuto???
- Com Cavaco Silva (1985) a despesa já consumia 38,80 % do PIB, em 1995 já ia em 43,4% do PIB, quando Guterres tomou posse.
- Cada 12 dias nasce uma fundação.
- De 13.740 entidades públicas o Tribunal de Contas, apenas recebeu informação de 1724. E, durante o ano de 2009, fiscalizou 418 entidade.
Imagine-se o desmazelo, a promiscuidade e incumprimento que reina nestes meandros obscuros onde nem lei nem fiscais conseguem meter a mão!!!! 
Fervilham tranquilos, longe de olhares e criticas, protegidos pelo desconhecimento público e pela lentidão do tribunal de contas, e proliferam em número e em peso para a despesa pública.
ENTRE EVASÕES, INCUMPRIMENTOS E CORRUPÇÃO perde-se o esforço de milhões de contribuintes inocentes.
Extracto da noticia "Quase 90 por cento dos organismos do Estado escapam à fiscalização do Tribunal de Contas.E foi precisamente na década em que Cavaco Silva foi primeiro-ministro que mais cresceu: as despesas públicas consumiam 38,80 por cento do Produto Interno Bruto em 1985 e quando António Guterres tomou posse, em 1995, o peso das despesas do Estado já chegavam aos 43,4 por cento de toda a riqueza nacional. A despesa pública aumenta a uma velocidade de 152 mil euros por minuto, contabilizou a equipa do DN.O universo de organismos que de alguma forma estão debaixo da esfera do Estado não é estática, e, ninguém tem a noção exacta do seu número”, como refere o DN. 13740 entidades públicas abrange os organismos da administração central, local, regional, empresas públicas, institutos e fundações. Segundo o DN, a cada 12 dias nasce uma nova fundação.De todas elas, o organismo responsável por escrutinar os gastos públicos, o Tribunal de Contas, apenas recebeu informação de 1724. E, durante o ano de 2009, fiscalizou 418 entidades." fonte


5 comentários :

  1. Consta que: antes de Socrates pedir a sua demissao, foi à Alemanha falar com a Merckle. E disse-lhe que Portugal ia necessiatr de Dinheiro, e que se ia demitir do governo, e que na sua recanditaçao, ia perder para Passos Coelho. Merckle disse, que lhe arranjava 130 000 milhoes € a um juro porreiro, e que era para pagar a 30 anos!!!!
    - lembram-se de socrates e passos coelho irem a alemanha? ... e das reunioes "secretas" que tiveram? deviam estar a discutir este assunto.-
    Quando passos foi falar com merckle, ela falou-lhe dos 130 000 milhoes. E passos disse que NAO Esvata Interessado!!!! Ia chamar o FMI, e era com eles que ia negociar.
    (diz quem estava na sala, que merckle ficou com uma cara ...., e respondeu: se queres assim, força. Chama o FMI)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me admira nada que isso tenha acontecido.
      Foi bem visível o desespero e a discordância de Sócrates, perante as atitudes do Coelho.

      Eliminar
    2. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
      A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
      Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
      Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
      A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
      MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

      Eliminar
  2. TSF - 26 Fevereiro 2011

    "Questionado sobre o encontro que o primeiro-ministro e a chanceler alemã, Angela Merkel, terão na quarta-feira em Berlim, Passos Coelho disse ter tido conhecimento da reunião pela comunicação social, não podendo por isso «formular um juízo» sobre o seu conteúdo.

    Contudo, acrescentou, é «perfeitamente natural que o primeiro-ministro nesta altura esteja preocupado na frente externa em garantir apoio para Portugal». «É assim que interpreto esta reunião», referiu.

    Na agenda do encontro de Sócrates com Merkel estará a preparação das cimeiras europeias de Março e a forma como o Fundo Europeu de Estabilização Financeira ou o mecanismo que lhe suceder poderá ser utilizado para ajudar de forma mais efectiva os países em dificuldades com dívidas soberanas, como Portugal.

    O líder social-democrata comentou ainda o facto de o embaixador norte-americano, Thomas Stephenson, ter dito que a política de compras de armamento do Governo português «é guiada pelo desejo de ter brinquedos caros», como avançou o Expresso ao divulgar um telegrama de 2009."

    Como se pode ver, nesta altura, havia comunicaçao entre os 3, e Passos, ja tinha encontros com os Yankes.(FMI)
    Basta fazer uma pequena busca ás noticias de Fevereiro/Março de 2011, que muita coisa começa a ter sentido.

    ResponderEliminar
  3. Isto não é tar a defender o traidor do Cavaco mas estes numero aqui apresentados são ridículos e limpam quem realmente fez as coisas de facto ,quando o Cavaco saiu do governo havia 90 Institutos ,hoje são 390 ,não havia organismos municipais e hoje nem sei quantos existem ,ninguém pagava para ir ao medico ,Portugal emprestava dinheiro aos países em desenvolvimento,havia falta de mão de obra em Portugal ou seja ,só não trabalhava quem não queria ,bem isto não tinha fim e eu detesto esse FDP do Cavaco ,mas saber que o Socas sozinho abriu mais institutos e parcerias publico privadas que todos os governos antes e que passou uma dividida dos 55 mil milhões para os 177 mil milhões e não dizer nada ,PERA AI UM CONHÉ!!!!!

    ResponderEliminar