26 julho, 2011

Negócios corruptos não dão margem para reclamações.


povo lesado roubado calado
Aparentemente,  está em vias de ser provado que o negócio dos submarinos foi fechado sob influência de avultadas "luvas", 62 MILHÕES.
Contudo os contornos de incompetência e corrupção agravam-se se tivermos em conta os comentários do BE, onde afirma que o negócio podia ter sido desfeito e ainda trazer mil milhões de euros para os cofres do erário público.
Mas temos que perceber que não era possível haver recuo ou reclamações, por parte de Portugal, já que os envolvidos no negócio tinham recebido milhões em "luvas" e uma das coisas que as "luvas" pagam, é o silêncio. Não se pode voltar atrás em negócios sujos.
Por isso e apesar do incumprimento de algumas clausulas do contrato, os nossos gestores da nação, ficaram em silêncio. O povo lesado não tem voz nem voto na matéria.
É esta a elite politica que temos e que continuamente colocamos no poder.
Sempre confiantes que os do partido x são melhores que o partido y... sempre cegos elegemos os carrascos que todos os dias aprofundam a agonia de Portugal. Que todos os dias subtraem os nossos impostos e os somam ás suas fortunas pessoais.
Os Ministros são isentos de culpa? Não serão eles responsáveis superiores pelo que se faz no seu ministério?
São estes casos que nos fazem questionar, porque razão se vota sempre nos mesmos. Os "chicos espertos" que já conhecem tão bem os truques e os esquemas, que já possuem os conhecimentos necessários, e aliam-se à sua elite de amigos, para em perfeito compadrio perpetuarem esquemas ilícitos, na maior descontracção.

Façamos contas,  e vejamos....
Consequentemente e naturalmente, dos nossos impostos apenas sobram DIVIDAS.
Não há dinheiro suficiente para tanta anarquia, tanta liberdade para esbanjar... tanta impunidade para continuar... 
E eles andam ai...nas calmas... no poder... Paulo Portas... glorioso, brilha no seu poleiro, Durão Barroso homem de confiança, Cavaco Silva, Presidente... 
Somos os maiores ... a consentir, a apoiar a impunidade, a corrupção, a destruição dos nossos impostos... 
Continuamos a votar neles e Portugal definha.
Noticia onde se afirma a possibilidade de recuperar o negócio."BE afirmou hoje que o Governo português poderia ter devolvido os dois submarinos comprados à Alemanha  e recuperando €1000 milhões, devido aos incumprimentos no programa de contrapartidas."Seria possível ter anulado a compra destes submarinos com base no incumprimento das contrapartidas", afirmou à agência Lusa a deputada bloquista Rita Calvário.Despesas inúteis
"A austeridade não é inevitável, há alternativas, a compra dos submarinos mostra como existem despesas que são inúteis e que podemos ter políticas alternativas para combater a dívida sem necessariamente cortar salários e nas pensões", disse Rita Calvário."  fonte

Sem comentários :

Enviar um comentário