03 julho, 2011

Passos Coelho ganhará mais que o de Espanha.

"Segundo dados revelados à revista Sábado, em 2011, ganhará 95.886 euros brutos e o homologo espanhol ficará pelos 78.184 euros anuais. De 2005 a 2011, as despesas do gabinete do primeiro-ministro tiveram um aumento de 11,4%.
Desde Outubro de 2009, foram 71 pessoas nomeadas para o gabinete, entre elas 20 motoristas. 
Dado estranho quando, por lei, apenas o primeiro-ministro e o seu chefe de gabinete têm direito a possuir viatura para uso pessoal, com motorista. Muitos destes motoristas são contratados a privados, o que pode aumentar ainda mais a despesa."
JÁ NO TEMPO DE SÓCRATES 
Está orçamentado que, só em combustível, o gabinete do primeiro ministro gaste, por dia, 436,70 euros. Ou seja, estão previstas para o próximo ano, despesas no valor de 159.400 euros só em combustíveis e lubrificantes. Isto quando o Orçamento de Estado aprovado em 2005, ainda por Santana Lopes, previa despesas de 95 mil euros, isto é, menos 64 mil euros do que agora.
177 mil euros é quanto este gabinete vai ter disponível só para despesas de comunicações, 80% deste valor será gasto em telemóveis, fazendo as contas: são 139.468 euros por ano, 382 euros por dia.
Em 2009, quando a crise estava no seu pior, só nos jardins de São Bento foram gastos 33.950 euros. Já para não falar dos gastos na residência oficial do primeiro-ministro, que só com arranjos florais triplicaram, passando de 19.200 em 2009 para 63.000 euros em 2010. A nível de despesas com pessoal em São Bento, em 2011, está previsto gastar-se 2.67 milhões de euros.
No total, o primeiro-ministro tem 10 assessores, o mais próximo e mais bem pago é Guilherme Dray, chefe de gabinete que ganha cerca de 5.069,90 euros por mês. Em 2009, ainda sem cortes orçamentais, o primeiro-ministro ganhava, por mês, cerca de 8.010 euros ilíquidos por mês.

Os desmames que têm que ser travados. Quando os bons se calam os maus avançam, quando não há punição, não há medo... A grande maioria do povo (trabalhadores, pobres e desfavorecidos) demitem-se de participar nas eleições. E a minoria (ricos e privilegiados) podem assim, sem qualquer oposição, eleger quem os representa e favorece.
Quando não há medo, roubam-nos tudo, até a capacidade de nos defendermos.
Votem contra, não deixem de participar e fazer justiça nas urnas. Só com o julgamento e a punição se eliminam os criminosos/ maus políticos e se apoiam os bons. Chegamos a um ponto em que os bons já nem se atrevem a disputar as eleições, porque perceberam que a injustiça e inércia do povo, não os compensa na luta, não os avalia nem julga correctamente.
Participa... não te abstenhas. Não te demitas da tua função cívica. Zelar pelo país.
"E enquanto a consciência das pessoas não despertar isto continuará igual. Porque muito do que se faz, faz-se para nos manter a todos na abulia, na carência de vontade, para diminuir a nossa capacidade de intervenção cívica."  José Saramago

"QUEM ADORMECE EM DEMOCRACIA, ACORDA EM DITADURA" 

3 comentários :

  1. CONTINUAM A NÃO IR ÀS URNAS OU A VOTAR NOS MESMOS.
    E DEPOIS QUEIXEM-SE!

    "EXCESSO DE CIDADÃOS CEGOS QUE AINDA VOTAM"
    Não percebi. Será que quer dizer: "CEGOS" entre aspas?

    ResponderEliminar
  2. Olá caro comentador, já corrigi o lapso, pelo qual peço desculpa, e por todos que posso cometer, contudo o meu blog é sobre a cegueira politica do povo português, pelo que julgo que a palavra "cego" e outras da mesma família deverão ser contextualizadas neste mesmo conceito.
    Obrigada por ler e comentar.

    ResponderEliminar
  3. http://casa-real-portuguesa.ativo-forum.com/ e viva o rei!

    ResponderEliminar