04 abril, 2013

Despede, indemniza, contrata, despede... o povo paga.

Democracia  distorcida, direitos para
alguns , e deveres para os outros.

Os nossos políticos continuam a deixar bem claro que governam apenas para os amigos e para os mandatos. Jamais para o bem dos portugueses ou do futuro do país, a longo prazo.
Acaso saberão estes senhores, gente que provavelmente nem a dispensa de sua casa sabem gerir, o quanto custa aos portugueses as suas brincadeiras inconsequentes?
Acaso saberão estes senhores que enquanto eles brincam, a rodar boys, amigos, militantes PSD, CDS, PS, e afins, sempre que mudam de governo, o povo paga cada vez mais impostos?Que temos que pagar milhões aos boys quando estão no activo, e mais milhões quando são despedidos? Sobra sempre para o mesmo...

Alguns exemplos de chorudas indemnizações
-Rui Pedro Soares
-Cristina Azevedo, em vias de...
-Um motorista rico
-Silva Lopes
-Manuel Lopes Marques...
-E muitos são chefes... ... etc etc etc

É um constante despedir e contratar, sem fim, que não dá saúde aos nossos impostos...
Não demonstram o mínimo respeito pelos contribuintes sabendo que milhares deles, já abdicam de comida na mesa, para conseguir suportar impostos? 
Estes são alguns exemplos dos milhões de euros que nos custa, a brincadeira hipócrita e vã dos despedimentos, areia para os olhos, pois em breve descobriremos, que o estado, está de novo atolado e sobre lotado com as cunhas, tachos e boys. É um ciclo imparável, ninguém resiste a um bom tacho.  
@"Governo prevê gastar quase 64 milhões de euros com o pagamento de indemnizações a funcionários públicos que saiam do Estado em 2013. Em regra, serão pagas compensações financeiras a professores, militares e outros funcionários públicos com contratos a prazo não renovados, a trabalhadores das empresas de transportes e a pessoas que passa à reforma com férias não gozadas."  fonte
@"Função pública: cada 10 mil rescisões custam 325 milhões. Trabalhadores do universo visado pelo plano do Governo têm salário médio de 867 euros e antiguidade a rondar os 25 anos." fonte
@"A TAP pretende contratar, pelo menos, 20 técnicos de manutenção até ao final do ano, a juntar aos 14 que já empregou este ano, contou o presidente da empresa no programa do Negócios na CMTV, esta sexta-feira, 22 de Março." fonte
@"2011 - A Carris, por exemplo, precisa de diminuir pessoal "mas não tem dinheiro" para fazer rescisões. Quem o admite é o próprio presidente da transportadora pública, Silva Rodrigues, que refere ainda que "as empresas estão todas numa situação de pré-ruptura" e que "não têm quem lhes empreste nada". A empresa pública rodoviária de Lisboa precisa de 110 milhões de euros em Junho." fonte 
@"Empresas de transportes públicos precisam de cortar mais 2.000 empregos.

As contradições prolongam-se... O povo paga.
  1. Ministério da Cultura?
  2. Mais Boys... 
  3. Boys sem curriculo
  4. A farsa dos despedimentos troca para precários
  5. Para o governo, a lista infinita de contratações 
  6. Comunidades intermunicipais
  7. Boys sem controle
  8. Boys albergados em fundações
  9. Boys observadores
  10. A lista completa da Boyada 

14 comentários :

  1. Boa tarde

    Excelente artigo, francamente este blog tem de fazer parte da leitura dia a dia de qualquer cidadão.

    "Despede, indemniza, contrata, despede... o povo paga.", o título diz tudo, então os funcionários públicos estão a sair e este governo parasita vai contratar boys para o povo ter de pagar. Ainda na semana passada, caso a memória não me falhe este cromo do carlos moeda foi contratar 2 boys cerca de 21 e 22 anitos. Mas que merda é esta. Mas estes putos que não tem outro nome que experiência de vida tem e que provas foram dadas para fazer parte da equipa do secretário de estado. Mas este passos é mais garoto que um puto de 10 anos. Este passitos é um sem vergonha é o retrato do relvas cara chapada de um tromba de outro. Já chega de boys quando falam em reduzir os funcionários públicos, em primeiro lugar são os deputados a reduzir para 45% e os que sobram chegam bem. Depois é cortar a direito os boys tudo embora. Rua com esta escumalha. Já chega de ladrões.

    Temos de mudar de mentalidade e que caia o governo o mais rápido possível ontem já era tarde.

    Fernando

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Está nos links no final do artigo esse caso dos boys de 21 anos, e outros semelhantes, recentes.
      Eles não param, só para o ministério da cultura, foram 23 , em janeiro, creio.

      Eliminar
    2. Boa Tarde.

      Este artigo passou-me agora pelos olhos. Sinceramente, tenho alguma pena. Quem escreve este artigo sofre de uma das seguintes condições:

      1) Ignorância crónica;
      2) Enviesamento político.

      No caso de 1) é ignorante quando diz que "É um constante despedir e contratar, sem fim, que não dá saúde aos nossos impostos..." - Ora bem, o tecido empresarial de um país é o que o alimenta. As receitas das empresas são o que põe comida na mesa dos seus trabalhadores ( que o recebem, com toda a justiça, pelo seu trabalho). Contudo, quando um trabalhador não realiza um bom trabalho e, assim, prejudica a actividade da empresa, a receita sofre e a sua capacidade de contratar novos trabalhadores sofre também já para não falar da condição da empresa para conseguir reter os trabalhadores que tem( e assim, mais gente fica desempregada.

      Mais, o que acontece com estas leis laborais á esquerda que obrigam a indemnizações excessivas levam ao típico caso prático nas PME's ( 70% do tecido empresarial e portanto da receita do país):

      A empresa A tem 20 trabalhadores. Empresa A tem de despedir um trabalhador porque este afecta as suas operações. Empresa A tem de lhe pagar uma indemnização. Empresa A, como todas as PME's vive no limiar da rentabilidade, ficando, graças á indemnização que pagou, incapaz de substituir o trabalhador que despediu ( porque não tem dinheiro, agora, para isso em nome da segurança de todos os outros trabalhadores da entidade). Assim, a Empresa A passa a produzir menos, trabalha com 19 trabalhadores e assim sucessivamente especialmente se for um ano de crise. - Resultado: Aumento do Desemprego.

      Já se as leis laborais fossem como as americanas, a Empresa A despedia o trabalhador, pagava-lhe o mês e contratava outro trabalhador no mês seguinte. Com 20 trabalhadores continuava a obter resultados maiores para depois poder empregar 21, 22, 23, o que for. Resultado - Redução do Desemprego.

      Ainda mais, é importante referir que o que estas leis á esquerda, onde as empresas poucos direitos têm e os trabalhadores todos, onde não se pode despedir e onde a justiça demora 10 anos, quando não é decidida pelo tribunal do trabalho que decide sempre mas sempre a favor do trabalhador ( é inteligente, trabalhadores a decidirem casos de trabalhadores contra empresas - faz muito sentido, devia ser misto ou por arbitragem, não esta justiça enviesada á esquerda) tudo o que faz é repelir o investimento externo. Ora consultando as contas portuguesas e a diferença entre a exportação e a importação percebe-se que sem investimento externo o país não vive. E assim ficamos nesta espiral recessiva.

      Quanto á nº2, poderia falar da quantidade de deputados de partidos de esquerda que "chulam" e a palavra é mesmo essa, os contribuintes com os seus salários e protestos. Em tudo são iguais aos da direita e centro. Querem dizer que os politicos são corruptos em Portugal? Que são pouco qualificados e vivem de cunhas? Com isso já concordo,mas não são só uns, são todos tanto á esquerda como á direita.

      Mas, com isto, não se preocupem porque eu já sei que tudo o que vou ganhar por tirar 5 minutos da minha hora de almoço durante o trabalho ( como todos) para vos explicar a verdade das coisas vai ser o enxovalhamento neste blog e nenhum de vocês vai fazer um esforço para pelo menos estudar os factos ou mesmo só para pensar neles, como eu fiz quando li este artigo em vez de o criticar gratuitamente. É triste mas continuamos assim. Vem o FMI nos anos 80. Vem o FMI agora. Há um claro problema na união europeia mas é mais fácil pensar que roubam ou não em vez de percebermos o problema económico e estrutural que é bem maior e bem mais grave ( não obstante, mais uma vez, de todos os politicos naquela assembleia viverem de tachos e cunhas e de não terem qualificações, acções nem méritos, mas por outra, só mamarem no dinheiro dos contribuintes - mas é assim á esquerda, direita e meio).

      Eliminar
    3. Caro comentador, o sr é que deve sofrer de enviesamento politico. Pois em todo o seu texto se nota que, erradamente parte do pressuposto que este blog é de esquerda. E novamente parte do pressuposto errado, que este artigo é contra a meritocracia e o despedimento de pessoas incompetentes.
      Ora como está redondamente enganando em ambos os pressupostos, devo deduzir que tudo o que escreveu se deve dirigir a alguém da esquerda. E a alguém que defende os tachos vitalícios. E esse alguém não sou eu nem o meu blog, certamente.

      Portanto recordo-lhe que este texto não é de esquerda nem defende os tachos vitalicios.
      Este texto denuncia o facto contraditório de o governo afirmar que há gente a mais na função Pública, que há despesa a mais na função Publica, que tem que se fazer cortes etc etc e no entanto todas as semanas tomamos conhecimento de uma nova lista de aquisições de pessoal.

      Ora se sabemos que os boys são generosamente indeminizados cada vez que são despedidos, também sabemos que os novos que entram são generosamente pagos, sabemos ainda que somos todos nós que pagamos ambas as contas.
      Isto é que se critica no artigo, tudo o resto foi imaginação sua.
      Assim como denuncio alguns casos de boys famosos que receberam indemnizações milionárias, e pouco depois já estavam noutro tacho, por vezes até na mesma empresa, ou ramificações da mesma empresa...

      ~Portanto não percebo o que tem o seu comentário e ver com o que se denuncia neste texto?
      Eu entendo que queria expor o seu ponto de vista, mas não precisava de abusar do insulto para dizer o que pensa, principalmente porque os insultos muitas vezes são apenas um insulto à inteligência de quem os profere.

      Eliminar
  2. O Povo rejubila com a saída do Labrego. Why?
    Não deitem foguetes.
    O que o substituir virá da mesma fábrica. E o Labrego irá continuar a sua profícua carreira de labrego ai num banco ou numa empresa qualquer e receber um chorudo ordenado. Apesar dos 19% de desemprego este não ficará sem taxo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O povo gosta de sangue, mesmo que sem conteúdo. Sai dos parlamentares, mas continuará onde quiser, e a fazer o que quiser. Agora com mais afinco, e da forma que o interpreto, mesquinho e ganancioso, vai mostrar aos portugueses que quem ri por ultimo ri melhor. Se fosse aos portugueses não deitava tantos foguetes pois ele continuará a ter os nossos impostos à disposição. Por isso tratem-no bem... não gozem muito

      Eliminar
  3. As ratazanas são sempre as primeiras a abandonar o barco quando pressentem o naufrágio...

    A questão da licenciatura é acessória (aguentou até agora).
    A verdadeira razão é a iminente bancarrota do país!

    Tugas, preparem-se porque o congelamento das contas bancárias deverá ocorrer este Verão. Será nessa altura anunciado que o país já não tem dinheiro para fazer face ás despesas e que é imperioso um 2º resgate financeiro.

    A minha dúvida é se o governo se aguenta até lá (e então será demitido) ou se se demitirá até ao Verão.

    Uma observação ao comentário de Pedro Lopes: Não creio que o desemprego real seja de 17% ou 18%. A Grécia e a Espanha têm 26%. Já no tempo de Sócrates (2005-2006) se "ajustavam" os números nos centros de emprego por esse país fora...(falem com os funcionários dos Centros de Emprego para saberem como se procedia).

    Cumps.,
    Falso Vate

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois todos suspeitamos que os nossos números são tão corrompidos como os corruptos que nos enganam...

      Eliminar
  4. Também se deve ter ido entregar na prisão da Carregueira (parece que é moda!).

    O que me chateia é que sai impune! Muito provavelmente para um chorudo tacho numa empresa do laranjal.

    Have some fun!
    Monty Python Reloaded

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. LOL ---
      Ou até ficará no governo, não esqueçamos que ele é que faz o serviço "sujo " do Passos Coelho, (segundo percebemos na denuncia da Helena Roseta), e por isso Passos , não o vai dispensar.

      http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/06/miguel-relvas-e-paulo-portas-compinchas.html

      Eliminar
  5. E que tal mais esta que somei hoje à minha compilação BPN?

    62 - Ex donos do BPN a prosperar, enquanto os portugueses pagam as suas dividas, maçon ao leme - SLN, ex-dona do BPN, agora chamada Galilei, desdobra-se em negócios nacionais e internacionais, como se fosse apenas virtual a dívida que o Estado atribui ao grupo, superior a 1,3 mil milhões de euros

    Oliveira e Costa é o 2.º maior detentor de capital da "rebatizada" holding - legalmente, SLN e Galilei são a mesma pessoa jurídica, mantendo-se, na substância, o corpo acionista anterior à eclosão do escândalo do BPN -, embora ao leme do grupo se encontre agora Fernando Lima, cuja notoriedade subiu em flecha a partir de junho de 2011, quando foi eleito grão-mestre maçónico, do Grande Oriente Lusitano.
    Da saúde (é dona do British Hospital, em Lisboa, e das clínicas IMI) ao turismo (por exemplo, um mega resort a construir na Lagoa dos Salgados, dos condomínios de luxo (como o que, com projeto de Souto Moura, pretende fazer nascer, já este ano, em Alcântara, na capital) à exploração de petróleo em Angola, onde também vai arrancar, em parceria com o "gigante" alemão Heidelberg, com uma grande cimenteira, a dinâmica da Galilei mostra-se imparável. E, por todos os motivos, surpreendente, no mínimo. fonte

    ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2011/10/sln-o-buraco-negro-que-tudo-absorve-em.html#ixzz2PWCa9EUP

    ResponderEliminar
  6. Muito se tem romanceado, e mal, sobre a atitude do tribunal dito constitucional face às diatribes do Gaspar e do Passos.
    Convém recordar que os 13 juízes têm nomeação política sendo 7 nomeados pelo partido maioritário através da AR.
    Alguém pode acreditar que o Gaspar e o Passos não COMBINEM com os seus nomeados o que hão-de aprovar ou não? E como, com ressalvas?
    Lembram-se do ano passado em que a insconstitucionalidade foi excepcionada em 2012 para cortes dos subsídios de férias e natal?
    E o verme Cavaco nem piou? Ele que jurou defender a constituição?

    Vivemos em regime de estado de sítio, sob domínio externo, provocado pelo delírio corrupto e inconsequente de um grupo políticos vendidos à banca e às construtoras, com particular destaque para os bandos do BPN e do Vampiro (vulgo, vendedor de sangue).



    ResponderEliminar
  7. .
    Já pensaram porque é que o Passos Coelho e o Gaspar foram, em 2011 e 2012, mais troikistas do que a troika, e não queriam mais dinheiro nem mais tempo?

    PORQUE EM 2015 HÁ ELEIÇÕES!

    E eles queriam dar a porrada toda até 2014 para voltar a gastar à balda em 14 e 15 - sem a tutela da troika - para darem a volta aos tolos dos eleitores e manterem-se no poder...

    Porque o poder, mesmo num país falido, tem SEMPRE muitos pretendentes, cheios de patriotismo, claro...what else?



    ResponderEliminar
  8. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
    A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
    Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
    Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
    A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
    MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK

    http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

    ResponderEliminar