24 outubro, 2012

Paulo Morais desvenda as maiores mentiras dos políticos. 85% da divida portuguesa, deve-se à corrupção.


Paulo Morais, garante que em Portugal há pouca gente a falar a verdade, e por isso, dizer verdades óbvias, já é ser revolucionário, tal é a ignorância do povo, nestas matérias.

)

Em suma... 
Paulo Morais ironiza que os políticos andam a contaminar a opinião pública com a falsa ideia de que "os portugueses são um bando de malucos, que andaram a comprar telemóveis e a gozar férias", e que por esse "abuso", terão de ser castigados, e esse castigo é a austeridade...
Já antes tinha aqui divulgado esta manipulação.

Infelizmente muitos portugueses aderiram em massa a este espírito de sacrifício. Aceitam muitos dos castigos, pois foram mentalizados, de que os merecem.
Mas Paulo Morais garante;
-Os portugueses não andaram a gastar acima das suas possibilidades
-Os portugueses não devem ser castigados
-Os portugueses não devem esperar que a austeridade seja a solução.
-A crise foi provocada por décadas de corrupção e de roubos.

A austeridade será um "castigo" inútil, apenas aguentará o barco por mais uns anos.
Serviu para forçar os portugueses a ficar mais pobres para sustentarem os corruptos e os ricos. Que são cada vez em maior número, roubam cada vez em maior quantidade e cada vez têm menos vergonha.

Os portugueses devem mentalizar-se que a crise tem apenas uma causa... a corrupção de que somos vitimas, há 20 e tal anos.
Neste outro video, Godfrey Bloom, com a mesma convicção, no Parlamento Europeu, divulga também os verdadeiros responsáveis pelas crises que assolam os países, corroborando assim a teoria de Paulo Morais.

A divida está dividida em divida pública e divida privada. 15% da divida poderá ser atribuída ao consumo dos portugueses, mas 85% da divida é certamente devido à corrupção.
A divida Pública foi gerada por que factores?
- Criaram albergues de boys que nascem por todo o lado, repleto de incompetentes, que gerem mal o dinheiro público e ainda têm que ser pagos.
- Criaram-se fundações, institutos, empresas municipais, observatórios, que albergam milhares e milhares de pessoas que  custam muito dinheiro. 
 - Depois temos a corrupção que tem sido um fartar de vilanagem e de roubos e  mais roubos, do dinheiro dos portugueses.
O caso da Expo 98, como é possível que um projecto que gerou milhões e mais milhões em mais valias, possa ter dado prejuízos?
Mas este foi apenas o primeiro escoador de dinheiro público. Seguiu-se a Ponte Vasco da Gama. E muitos outros projectos onde claramente se nota que houve corrupção e roubo. E é óbvio que tanta gente a roubar ao longo de tantos anos, inevitavelmente as contas tinham que chegar a este estado.
A divida privada é outro embuste, e nada teve a ver com os portugueses comprarem telemóveis e férias, como nos fazem crer, pois 70% da divida privada era imobiliária, ou seja compra da casa. Tudo pela especulação que os envolvidos criaram no sector imobiliário, mais uma vez de forma corrupta, como explica Paulo Morais no minuto 4,20. Chama-lhe mesmo "tríades de mafiosos", compostas por promotores imobiliários, banqueiros e autarcas que em compadrio descarado actuaram em beneficio privado e contra os interesses nacionais.
E grande parte do empréstimo da TROIKA vai servir precisamente para tapar esta bolha imobiliária, que afecta os  bancos.

Outros exemplos de corrupção praticados todos os dias no parlamento, e que permitem que os dinheiros públicos sirvam interesses privados, é o caso do presidente da comissão parlamentar que controla o ministério do trabalho e a SS, deputado José Manuel Canavarro, é também esse mesmo senhor, que exerce o cargo de consultor do Montepio Geral, um banco que tem actividades na área da Segurança Social. Ou seja como deputado é ele que fiscaliza a legalidade e a quantidade da atribuição de subsídios e benesses, que atribui a ele mesmo, como consultor do Montepio. Isto é o que se passa com muitos deputados, e muitos sectores económicos e sociais. A sua função é claramente corrupção, mais que qualquer outra.
Este é apenas um exemplo, mas Paulo Morais já fez referencia a outros deputados nas mesmas circunstancias promiscuas.
Paulo Morais diz que não percebe como é que estas pessoas não têm vergonha.
Mostra-se ainda ofendido com o abuso que os políticos exibem ao optar por baixar salários na função pública para manter carros de luxo para amigos, políticos e boys. É como se o patrão deixasse os salários em atraso para ter dinheiro para os Ferraris. É uma postura abusiva e ridícula dos empresários dos anos 60, imperdoável.

Neste segundo video a opinião de um empresário... convicto e sem papas na língua, que corrobora as afirmações de Paulo  Morais.


"Portugal e Grécia faliram por corrupção do estado." Afirma convicto... o interlocutor neste video.
Os portugueses de hoje já estão fartos de corrupção, eles querem acabar com a corrupção. Não se admite que não haja um único processo que tenha terminado com um politico corrupto na prisão.
"Nós temos um presidente da Republica que é economista e sabia perfeitamente que o BPN servia para lavar dinheiro."
O interveniente afirma que é micro empresário desde os 22 anos, e que tem a mesma idade que Passos Coelho, "e nunca precisou do Relvas para meter cunhas para meter dinheiro na sua empresa." 

Ninguém consegue imaginar a quantidade de buracos por onde se esgotam os sacrifícios dos contribuintes. 
Ninguém consegue imaginar como a incompetência e má fé, dos sucessivos governos, pode destruir milhões e milhões dos nossos impostos.
Apenas porque ninguém foi capaz de mudar o que estava errado, de travar parasitismos, de rever despesas sem sentido... recentemente, fizeram-se alterações e cortes aos direitos dos trabalhadores penalizando aqueles que realmente trabalham, produzem e trabalharam décadas a fio... mas nenhuma cabecinha pensadora teve o discernimento de começar os cortes pelos parasitas, pelos que não produzem, pelos que recebem dinheiro do povo, sem qualquer retorno, pelos que descaradamente, pura e simplesmente, roubam.



41 comentários :

  1. Governo quer baixar limite mínimo do subsídio de desemprego em 10%

    economia.publico.pt/Noticia/governo-baixa-limite-minimo-do-subsidio-de-desemprego-em-10-1568496

    Temos que nos revoltar seriamente com esta corja de PS/PSD/CDS.

    Isto é uma vergonha, querem deixar as pessoas sem nada.

    REVOLTA REVOLTA... Isto só com uma nova revolução.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Certo...Certo...Certo...

      Eliminar
    2. PORTUGAL É MERDA.

      Eliminar
    3. Eu acho que ninguém rouba então eles andam por ai e ninguém os prende não estão escondidos...se a cadeia esta cheia e porque afinal os criminosos estão presos...as pessoas inventam e tem alucinações fosgas...

      Eliminar

  2. Esta delimitação política, que existe desde o século XII, e que se chama Portugal porque é que tem de existir eternamente, se já sabemos que é uma região pequena, pobre, periférica sem qualquer viabilidade económica e que perdeu, com Salazar, a esperança da corrida industrial?

    Vejam a Suécia: Grande em território, mas pobre e igualmente periférica, com 8,5 milhões de habitantes tem, uma mão cheia de produtos respeitados - e consumidos - em todo o mundo, por exemplo: Volvo, Saab, ABB, Husqvarna, Ericsson, Scania...

    E qual a marca nacional portuguesa de renome mundial?
    Apenas o vinho do Porto...!

    Desde os descobrimentos, passando pelo período colonial, que somos um povo de comerciantes, que nada produz, que apenas negoceia o que outros produzem.
    Os nossos maiores "empresários" estão ao nível da mercearia, com os supermercados.

    Temos que defender este país porquê?
    Porque um dia,há 800 anos, um príncipe se zangou com a mãe e o avô e começou a delimitar fronteiras, que agora são úteis APENAS ao PR, governo, deputados e militares?

    Vivíamos muito melhor sem estas lapas, podem ter a certeza...

    Portugal é um paradigma medieval do séc XII.
    Não tem horizonte, economicamente viável, no séc. XXI.

    Seremos, como o 3º mundo, escravizados pela dívida e juros.



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. """"Seremos, como o 3º mundo, escravizados pela dívida e juros.""""

      Também me parece. Existimos para servir os políticos amigos e família, que cada vez são mais e exigem mais luxos.

      Eliminar
    2. Subscrevo muito do que diz!

      Mesmo durante os Descobrimentos apenas nos limitamos a comerciar o que outros produziam, era a "política de transporte". Íamos ao Oriente e ao Brasil buscar os produtos, substituindo os mercadores genoveses, venezianos e muçulmanos como intermediários, e de seguida vendíamos esses mesmos produtos (especiarias, tabaco, ouro, porcelanas, etc) no norte da Europa (nas feiras da Flandres, p.e.).

      Mas há 100 anos atrás (1912) a Suécia não era muito diferente de Portugal. A mudança ocorreu nos anos 30 do séc. XX. Foi nesse período que os governantes suecos "criaram" a Suécia que passamos a admirar nos anos 70 e 80. Foi o modo como enfrentaram e saíram da crise económica dos anos 30 que guindou a Suécia para paradigma de país desenvolvido. Per Albin Hansson foi o rosto da recuperação e do êxito suecos. Era um Primeiro-Ministro que ia de eléctrico para o trabalho (e sem guarda-costas!). Aliás, esta foi uma prática comum, lembrem-se de como Olof Palme foi assassinado em 1986.

      Hansson inspirou-se nas políticas de Keynes (de resto, como A. Hitler) para relançar a economia e o emprego.

      Um país com políticos de fraca formação académica, sem qualquer experiência laboral relevante e desfasados da realidade do cidadão comum está condenado a repetir os erros trágicos que a História nos aconselha a evitar.

      Se adicionarmos uma opinião pública desatenta, mal-formada e ávida de circos mediáticos, então temos a combinação perfeita para caracterizar um país de Terceiro Mundo.

      Cumps.
      Falso Vate

      Eliminar
    3. Falso Vate, sim somos um país com políticos de fraca formação académica e não só.
      Se a opinião pública carece de circos mediáticos e isso a afasta da politica... façamos da politica um circo mediático!!! Os palhaços já temos e não nos deixam sem matéria para um enredo hilariante. Basta sabermos ir de encontro ao que a opinião pública procura, basta usarmos as mesmas armas que os politicos usam.
      Basta expormos o circo dos horrores...

      Eliminar

    4. Falso Vate:
      Parabéns pelo "high-light" sueco!

      Eliminar
  3. desde quando e a Suecia um pais pobre???

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é agora!! Já foi no passado!

      Eliminar
    2. Será melhor relerem o comentário. Não dubentendi nele o sentido que comentam. A Suécia será hoje um bom exemplo para a Europa...

      Eliminar
  4. Parabéns pelo excelente blog.
    Espero poder vir aqui mandar umas bojardas de vez em quando.

    Para mim o Dr Paulo Morais, o Tiago Caiado Guerreiro, e por vezes também o Medina Carreira são os únicos que aparecem na TV que vale a pena ouvir.
    Pachecos, Marcelos, Antónios Costas, Lobos Xavieres, Vitorinos, Angelos Correias e muitos outros servem apenas para entreter parolos. Eles próprios fazem parte do "Sistema".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais, caro Pedro Lopes.
      E o triste Zé Povinho só gosta de ouvir coisas que nem entende.
      Só gosta de ouvir coisas boas. As coisas más, nem quer saber.
      " Problemas já tenho eu que chegue" e muda-se de canal, quando um Medina avisa que o estado social vai falir.

      Eliminar
    2. "Para mim o Dr Paulo Morais, o Tiago Caiado Guerreiro, e por vezes também o Medina Carreira são os únicos que aparecem na TV que vale a pena ouvir."

      Poupem-me!
      O Dr. Medina Carreira é mais do mesmo! Porventura já se esqueceram quem era o Ministro das Finanças do I Governo Constitucional (23/09/1976 a 23/01/1978)- o Dr. Medina Carreira.

      Em 1977, Portugal pediu a intervenção do FMI. Só posso compreender alguns dos comentários aqui tecidos pela juventude de quem os proferiu. Não têm memória desses tempos e como tal levam a sério o Dr. Medina Carreira.

      Porque é que ao Dr. Medina Carreira não lhe ocorreram então as "brilhantes ideias" que agora abundantemente distribui? Mais, porque é que não as executou?

      Dar ouvidos ao Dr. Medina Carreira é o mesmo que dar atenção a outros ex-titulares da pasta das Finanças que agora alvitram "soluções" que não implementaram quando exerceram funções governativas (ex. Ferreira Leite, Bagão Félix). Ou já se esqueceram o governo de Durão Barroso extinguiu-se com um deficit de 7%?

      Cumps.
      Falso Vate

      Eliminar
    3. Eu não aponto pessoas como o Medina Carreira como impolutas. Apenas aproveito palavras de denuncia dessas pessoas.
      O passado de cada um não retira verdade ás palavras de denunciam deste ou daquele caso. Pode existir alguma falha na isenção, mas importa é retirar, das suas mensagens as denuncias que albergam.
      Medina Carreira foi Ministro, e não sabemos se ele propôs ou não, estas brilhantes ideias. Como todos sabemos aqueles que se atrevem e insistem em ajudar o povo têm um destino curto na politica. As ideias brilhantes por aquelas bandas são escassas e rejeitadas.

      Como todos conhecemos este caso recente
      http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/05/o-governo-aliado-edp-no-saque-aos.html

      E existem muitos mais casos de políticos que se demitiram porque não gostam de ver o governo a lixar o povo. E como é óbvio, quem tem que ceder é quem está em minoria, obviamente os defensores do povo são sempre uma minoria ou até mesmo uma raridade.

      Medina Carreira, ou qualquer outro visionário que se atreva a defender o povo ou desiste ou demite-se. Se nem o PM Passos Coelho, consegue muitas vezes impor as suas ideias iniciais mesmo que apoiadas pelo governo, muito menos um ministro o conseguiria fazer, e sem o apoio do governo.
      Creio por isso que aquilo que exige a Medina Carreira como prova da sua integridade e valor, não o é, se tivermos em conta os governos que sempre tivemos.

      Passos Coelho não se consegue impor
      http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/10/vivemos-numa-ditadura-selectiva.html

      PASSOS RECUA EM DIVERSAS MEDIDAS QUE PRETENDIAM REDUZIR A DESPESA... PORQUE SERÁ
      http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/03/rtp-oferece-o-seu-unico-rendimento-as.html

      http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/08/das-700fundacoes-talvez-fechem-11.html

      Acesse ao Artigo completo: http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/10/paulo-morais-desvenda-as-maiores.html#ixzz2AgWm5pIP

      Eliminar
    4. PAULO MORAIS É A PONTE PARA UM NOVO PARTIDO DA OPOSIÇÃO PARA GANHAR AS ELEIÇÕES COM UMA LARGA MAIORIA DE VOTOS.

      O POVO ESTÁ FARTO DE VIGARISTAS E O PRIMEIRO HOMEM HONESTO QUE APARECER A LIDERAR UM NOVO PARTIDO VAI SER O 1º MINISTRO DE PORTUGAL.

      NEM PASSOS NEM CAVACO QUE SÃO OS GRANDES PROTECTORES DE TODOS OS GRUPOS DE ASSALTO AO PODER E DE ASSALTO AO POTE DE MEL SÃO MAIS DIGNOS DE ESTAR Á FRENTE DOS DESIGNIOS DO PAÍS.

      E ESTE É O TEMPO PARA INICIAR UM NOVO PARTIDO VERDADEIRAMENTE NACIONALISTA, DE RECUPERAR AS FORTUNAS ROUBADAS, DESLOJAR OS OPORTUNISTAS DAS EMPRESAS PUBLICO PLRIVADAS, DAS FUNDAÇÕES, DOS OBSERVATÓRIOS DA TRETA E DE TODOS OS LUGARES ONSE ESTÃO OS FANTOCHES DA DESGRAÇA

      Eliminar
    5. Ainda é muito cedo, provavelmente os tugas, prefeririam o ps e psd que o Paulo Morais.
      Os tugas não gostam de mudar, têm medo... gostam mais de corruptos e manter-se pelos de sempre, do que arriscar com novos.
      Como diria o nosso certeiro Einstein: "A tradição é a personalidade dos imbecis"
      Falei pessoalmente com Paulo Morais, e questionei-o sobre isso, porque não avança. A resposta dele foi esta mesma - Não dá.As pessoas não estão preparadas. Para se combater este flagelo da corrupção e as forças instaladas... é preciso que o povo esteja bem informado, bem presente e activo. E está muito longe disso.

      Eliminar
  5. Um cidadão não precisa de ouvir os comentadores "oficiais" das TV's para estar devidamente a par da situação (trágica) em que o País se encontra, basta não ignorar o dia-a-dia vivido de muitos portugueses vítimas das malfeitorias dos (des)governos ps,psd,cds desde 1976 que apoderando-se da coutada que criaram e através dos gangues do BPN,Face Oculta,Freeport,Monte Branco e outros delapidaram tudo quanto ao Povo pertencia. É este e outros blogs que vão dando a saber algumas das verdades que os Paulo's Morais divulgam e denunciam, mas isso só não chega porque a justiça é cega e não quer ver o óbvio. Tem havido uns personagens por exemplo ex-pr's a criticarem o aluno merkeliano e seus capangas, mas eles próprios também são cúmplices, os dois do ps além de viverem faustosamente teem ainda as suas fundações onde auferem uns milhares, outros há, ex-ministros com reformas milionárias e em actividade bem remuneradas, em suma esta gente vive da chulice à custa do Zé Povinho. Porque será que nenhum ex-governante está no desemprego? Porque não são responsabilizados pelos crimes que cometeram? Em conclusão, a saga vai continuar, infelizmente. ACORDAI.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porque será que nenhum ex governante família ou amigos está no desemprego? Mais grave ainda...
      Porque é que todos os ex governantes incompetentes ao ponto de faliram um pais estão todos bem na vida, e são pagos a peso de ouro em empresas? ???
      A corrupção e a politica são o passaporte para o sonho dourado... basta roubar muito, fazerem muitos favores com dinheiro dos portugueses e voilá... passam todos a ser grandes presidentes, grandes gestores, grandes economistas, grandes larápios...etc.

      POLITICA SERVE DE TRAMPOLIM PARA SUCESSO E IMPUNIDADE.
      A melhor profissão de Portugal? Politico!!! Sem dúvida.
      Acesse ao Artigo completo:
      http://apodrecetuga.blogspot.com/2011/09/politica-serve-de-trampolim-para.html#ixzz2AKWAsvhb

      OU AINDA....
      Como vender os interesses de Portugal, em troca de salários de luxo para toda a vida? EDP Mais um exemplo a lesar o estado.
      Acesse ao Artigo completo: http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/05/passos-coelho-aprende-rapido.html#ixzz2AKWdJ12B

      Eliminar
    2. Cara Zita,
      Sigo com muito interesse o seu blog que apenas descobri uns dias atrás em comentários a algumas notícias de alguns dos maiores jornais nacionais. Ainda bem!
      Os meus cumprimentos e agradecimentos pelo excelente trabalho publicado.Reparei que está elaborado de forma a que a informação seja perceptível a todas as classes sociais ou seja; sem teor demasiado sofisticado e de dificil interpretação. Fantástico, simplesmente...
      Passei dois dias a ler parte da matéria publicada e estou estufefacto. Estupefacto, não por desconhecer tudo o que publica neste blogue mas sim pela quantidade adicional de importantes notícias que eu, tal como a maioria dos portugueses, total ou parcialmente desconhecia. Infelizmente já há muito tempo tenho notado que, mesmo os jornais de renome nacional omitem notícias muito importantes para a sociedade, o que obviamente não é muito transparente e provoca uma sensação de insegurança. Este tipo de blogues poderá sem dúvida ser muito importante na divulgação de notícias que a todos diz respeito e que devem ser transmitidas com a celeridade que a trágica situação do país exige.
      Continue com este nobre trabalho e garanto-lhe que por cá andarei todos os dias, sempre atento.
      Jorge

      Eliminar
    3. Grata pelas suas palavras, Jorge, todo o apoio é fundamental para que eu não desista de tão laboriosa tarefa.

      Realmente compreendeu a essência desta missão a que me auto incumbi - Divulgar de forma concisa, simples, organizada e despida de teorias complexas, apenas e só, o suco de cada crime que flagela a economia, a sociedade e a politica portuguesa.
      Portugal inteiro tem que saber em quem vota e no que vota, Portugal inteiro tem que sentir doer na pele, na alma na carteira e no estômago, a injustiça de que somos vitimas.
      Portugal inteiro tem que se indignar por saber a verdade e não porque o mandam indignar-se.
      Conto com a ajuda de todos para divulgar e assim espalhar a indignação.

      Eliminar
  6. 1.Descobri hoje (28/10/2012) este blogue...
    2.(Não)Gostei do que lá vi! Sobretudo por ser verdade...
    3.Parece impossivel que tenhamos conseguido viver até agora com tanto abuso do contribuinte.
    4.Se o modelo de sociedade é de consumo, precisamos que se consuma, para que com esse consumo, suportemos o emprego do nosso vizinho. Reduzir o consumo, significa como sabemos e vemos, reduzir o emprego. Retirar dinheiro aos contribuintes resulta em menor consumo. Do ponto de vista do consumo tanto pobre e rico são semelhantes a consumir, nem que seja por escala. Mesmo que um rico consuma 10 vezes mais que uma pessoa da classe média (em exagero) não temos um milhão de ricos, para consumir como 10 milhões de remediados.
    5.Talvez fosse interessante saber que tipo de consumo devemos fazer, ou que é mais útil, porque se um produto que existe como fabrico/produção nacional for mais caro que o estrangeiro, se calhar fica-nos mais barato em empregos gerados e subsídios de desemprego não pagos.
    6.Alias um caso particularmente infeliz, é o do sector da restauração (a que não pertenço), mas é visivel que para se ganhar 10% de IVA, se deita a perder tanto posto de trabalho e se irá gastar tanto em subsidio de desemprego.
    7.Como eu vejo as coisas evoluímos para duas possíveis alternativas: -conflito social
    -ou o Governo governa no sentido do povo.
    8.A primeira poderá estar mais próxima do que se imagina, e só a sua perspectiva deixa-me triste.
    9.A segunda afigura-se idealista, utópica mesmo.
    10.Finalmente acho que falta neste blogue e nas vozes que se levantam, é afinal um caminho! QUE FAZER?
    11. Como em 7 são duas as hipóteses, a violenta (com uma guerra civil o mais certo era sermos ocupados pelos espanhois), ou uma via mais pacifica, do tipo não podes vence-los... (não, não e junta-te a eles) é vence-los no jogo deles!
    12.Com a ajuda das redes sociais, devia ser possível criar uma consciência que funcionasse a partir do cidadão, de pequenos grupos locais, em grupos regionais e uma estrutura nacional de verdadeira representatividade e em que um partido em eleições vencesse pela voz do povo a quantidade de corruptos que os partidos ditos "democráticos" albergam e perpetuam.

    SE CALHAR TAMBÉM É IDEALISMO, MAS É SOBRETUDO UMA VONTADE DE ACENDER UMA LUZ AO FUNDO DO TÚNEL!

    Carlos
    Portugues

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Carlos, Como é óbvio não serei eu como cidadã isolada que terei a pretensão de descobrir a fórmula mágica para destronar a seita mais poderosa de Portugal. Adoraria ser eu a descobri-la... mas é algo que continua por descobrir. No Brasil, Espanha, Itália existe o mesmo problema e ainda ninguém conseguiu derrubar a barreira que os políticos constroem contra o povo. ( Não esquecendo a Grécia)
      Sem que o povo tenha acesso à constituição e ás leis, nada mudará. Pois os senhores todos poderosos corruptos, jamais abdicariam do seu império, de mão beijada.

      Tudo parece distante e longínquo, é uma verdade, mas não devemos desistir apenas por o percurso parecer longo, pois alguém terá que o começar a fazer, porque se não se fizer, em breve deixará de existir o Portugal que conhecemos, para termos um país ao estilo de Angola e outras ditaduras semelhantes.Onde não existem serviços sociais, estradas, liberdade, água, etc etc, mas existe uma elite de milionários que vive, gere e ergue o seu paraíso, com tudo isto e muito mais, no meio do inferno alheio.

      A minha intenção não é mudar tudo sozinha, mas unir o povo à volta de uma mesma causa, e para isso eles devem saber qual é essa causa. O que eu defendo é um governo que se disponha a estar sujeito ao peso das consequências daquilo que faz. Um governo que coloque nas mãos da justiça e dos cidadãos o poder de o julgar e de o controlar. Só assim poderemos sentir que eles estão lá com boas intenções. Até lá já todos deveríamos ter percebido que não podem ter boas intenções, aqueles que anulam a justiça e despojam de poder o povo. E TODO O PORTUGAL TEM OBRIGAÇÃO DE SABER ISSO... E TODOS TEMOS O DEVER DE O DIVULGAR...

      Precisamos de uma real democracia de uma justiça que funcione de votos que realmente mostrem a vontade do povo, de politicos honestos, de politicos trabalhadores precisamos de menos impostos precisamos de emprego, poder de compra precisamos de dignidade e apoio social aos mais desprotegidos precisamos de cortar nos luxos e regalias dos politicos precisamos de acabar com o poder da banca
      precisamos de nos unir e alcançar isto tudo Mas como? PRECISAMOS DE UM VISIONÁRIO QUE DESCUBRA COMO SE PODE DIZER AOS DITADORES QUE SE APOSSARAM DE PORTUGAL - - OLHEM LÁ VOCÊS ESTÃO A SER MAUZINHOS, SAIAM LÁ DESSE POLEIRO GOSTOSO E INTOCÁVEL REPLETO DE DINHEIRO E PODER, E DEIXEM O POVO TER DIREITOS E REESCREVER AS LEIS.
      CERTAMENTE JÁ TODOS SABEMOS O QUE PRECISAMOS, NINGUÉM SABE É COMO LÁ CHEGAR.

      Muitos afirmam que soluções há muitas... MAS a partir do momento que são impossíveis de ser concretizadas não são soluções, são apenas objectivos utópicos, impossiveis de alcançar. Todas as pessoas acreditam que sabem o que se devia fazer contudo a verdade é bem outra... todos sabem o que querem para Portugal... mas ninguém sabe como o colocar em acção, como o implementar, como o impor e mais grave ainda ... ninguém sabe como exterminar as ervas daninhas que impedem que tudo se faça. As ervas daninhas que são os políticos, a legislação que eles manipulam e o regime em geral. Enquanto não se exterminar todo esse quadro invencível não adianta acreditar que se sabe o que se devia fazer... pois essa teria de ser a primeira coisa a fazer. Metafóricamente.. É como se todos olhassem da margem de um rio e vissem do outro lado, muito longe, o Portugal ideal, e acreditam que ao saber o que é um Portugal ideal, conhecem a solução... Esquecendo no entanto que para chegar ao outro lado do rio há que construir uma ponte e eliminar tudo que se opõe ou dificulta a construção da ponte. COMO??? ALGUÉM SABE?



      A culpa não é deste governo e muito menos da TROIKA, a TROIKA nada tem a ver com o estado a que Portugal chegou, talvez tenha a ver com outras coisas no futuro, mas quem levou Portugal à ruína não foi a TROIKA nem o Passos Coelho, mas sim a corrupção de todos os políticos que abusam de nós há 3 décadas. A culpa é termos uma constituição refém dos criminosos que a raptaram e colocaram ao seu serviço.

      Eliminar
  7. "PRECISAMOS DE UM VISIONÁRIO"

    Precisar de um visionario é tão ou mais utopico, do esperar que o governo de Passos Coelho resolva!

    Vamos colocar-nos "nos seus(dele Passos Colho)sapatos":
    1.Num emprego a prazo!
    2.Saídas profissionais seguintes: de preferência para grandes grupos económicos, grandes interesses e afins.

    Vai ser ele a mexer nos interesses estabelecidos?
    E sujeitar-se a ficar sem carreira no futuro?

    NÃO VOTAR! ou VOTAR EM BRANCO!
    OK! Há "meia dúzia" de votos válidos...
    Acham que alguém se vai sentir menos "legitimado" (como gostam de chamar), por em vez de 3 milhões terem trezentos mil votos?

    PRECISAMOS DE POLITICOS HONESTOS

    "politicos honestos" é o anti-pleonasmo !!!

    Mesmo que esse Homem (sem genero claro) aparece-se, como é que ia subir a escada de influencias, subserviências, facilitismos, falsas camaradagens, padrinhismo, favores por favores, que grassam na nossa politica, logo nos partidos e a nível local?


    "Sem que o povo tenha acesso à constituição e ás leis, nada mudará."
    Pois ficamos como a sardinha de rabo na boca!
    Ninguem nos vai dar acesso às leis, porque como está, está bem! (PARA ELES)
    E se não temos acesso às leis.... não podemos ganhar esse acesso!

    A culpa não será deste governo, nem da TROIKA (só me enoja que chamem ajuda, há exploração que nos fazem com os juros, gostava que dissessem "exploração controlada", já que antes os mercados nos exploravam "descontroladamente"), mas nada até agora nos mostrou desvio do mesmo curso de acção.

    E é duro, muito duro perceber que mesmo os 20% de corte do lado da despesa, são pelo salário e pela ausência de trabalho, a quem necessita dele.

    NÃO ACENDEM A LUZ AO FUNDO DO TUNEL!
    VAMOS ESPERAR QUE AO MENOS NÃO A FUNDAM!

    Carlos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A parte do precisamos disto e daquilo era uma ironia, pq muitos portugueses criam listas de coisas que o governo deve fazer, como se mudar o regime demente em que vivemos dependesse de ter uma ideia e propor essa ideia ao governo... como se fosse a pedido.

      O que o Carlos afirma foi precisamente o que eu disse, eles jamais abdicarão pacificamente ou de boa vontade do poleiro onde se encontram. E atenção que este poleiro não é apenas o governo mas todos os partidos que em compadrio dominam o poder politico em Portugal, há décadas.
      Claro que não darão acesso ás leis, pois é ao abrigo delas que prosseguem com impunidade.

      Mas como ninguém descobre como acabar com o poleiro deles, eu diria que só um visionário, o poderá descobrir.
      Como?

      Eliminar
  8. que este blog continue a denunciar todos os casos de corrupçao....
    so nao entendo como a sociedade portuguesa nao ve tudo isto,como é possivel a sociedade portuguesa continuar serena no tema CORRUPÇAO,
    sao milhares os casos,estao em todo o lado,todos os sectores,
    temos de forçar uma lei clara ao enriquecimento ilicito,
    temos uma sociedade doente muito doente....e parece nao haver cura,
    pessoas como Paulo Morais,Marinho Pinho e mais alguns deveriam de tomar as redeas deste pais e já....é urgente condenar todos estes corruptos....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A ignorância politica é muita. O futebol e as novelas absorvem as atenções. E depois ainda existem uns novos dispersores do povo que são aqueles que querem que os portugueses se unam para salvar o mundo, mas deixar afundar Portugal.
      E é ver os meios de comunicação e as redes sociais e divulgar coisas que apenas servem para dispersar, e o povo vai atrás.
      É o caso dos problemas em Gaza, Israel, Nova ordem mundial, Iluminati, direitos dos gays, dos animais, direitos das crianças, fome em África, e lá vamos todos esquecer os direitos em Portugal, a fome em Portugal, A nova ordem de Portugal, etc etc
      Quando as pessoas são cataventos que vão atrás do vento mais forte, já sabemos que os nossos blogs jamais terão a mesma força que os meios que os manipuladores políticos dipoem . TV, jornais, etc

      Não estou com a isto a insinuar que devemos ser egoistas, mas sim focados. Sem isso nada se consegue. Se nem temos capacidade para contrariar os crimes contra Portugal, para que perdermos forças a resolver os dos outros? Enfim

      Eliminar
  9. >>> O Dr. Paulo Morais, há muito tempo, disse assim, naquela charla das Segundas-feiras na RTP 1 (Prós e Contras):

    « em portugal, já não é a ocasião que faz o ladrão: é o ladrão que faz a ocasião »

    ---- Queria Ele dizer, que os concursos de obras públicas e certa legislação, eram feitos à medida por quem ia metê-los no saco...

    Eu, que sou ingénuo, pensei que nos dias seguintes acontecesse alguma coisa no Parlamento, no Governo, sei lá... na Presidência da república...

    >>>> QUE PARVO QUE EU SOU... NÃO ACONTECEU NADA.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois ás vezes também acredito nisso, quando ouço declarações graves vindas de pessoas crediveis, mas nada, fica tudo tranquilo como se o povo estivesse a ver uma novela, e acreditasse que aquilo são tudo personagens a picarem-se uns aos outros e em nada afecta a realidade.

      Como foi tb este caso.

      """PAULO MORAIS CONVIDA OS CORRUPTOS A TEREM VERGONHA.
      GRANDE HOMEM E CIDADÃO, DAS POUCAS FIGURAS PÚBLICAS QUE SE INSURGE CONTRA A CORJA QUE ARRUÍNA PORTUGAL... COM TODA A TRANQUILIDADE EI-LO NESTE VÍDEO A CONVIDAR OS CORRUPTOS A TEREM VERGONHA ... PAULO MORAIS MERECIA MAIS ATENÇÃO... E OS PORTUGUESES MERECIAM UM PAULO MORAIS.

      (aos 41 minutos do vídeo, grande momento de Paulo Morais)

      Acesse ao Artigo completo: http://apodrecetuga.blogspot.com/2012/08/paulo-morais-convida-os-corruptos-terem.html#ixzz2ClDtsifh

      Eliminar
    2. «quando um homem aponta para a Lua, os parvos olham para o dedo» (provérbio oriental)

      Eliminar
  10. Sim. E contráriamente à mentira posta a circular pela propaganda dos ladrões no poder, há muito no poder, existem alternativas à rotatividade da corrupção nos governos PS- PSD. Ainda existe gente entre os portugueses com competência e patriotismo para formar um novo governo, uma democracia, uma nova républica. Uma dessas pessoas por tudo o que tenho lido dele e ainda pelo previlégio de o ter conhecido pessoalmente aquando de uma conferência é o prof. Paulo Morais.

    ResponderEliminar
  11. ACORDEM PORTUGUESES! Façam uma revolução colocando na cadeia todos os grandes ladrões que afundaram Portugal Que sejam condenados a pesadas penas com trabalhos forçados e agraciados com sonoras chicotadas no lombo!

    ResponderEliminar
  12. Eu gostaria muito de poder ter este tipo de artigos/notícias com legendas e texto em Inglês. O nosso país está "minado", completamente, já praticamente ninguém está fora da corrupção, portanto, ninguém cá dentro fará nada. É preciso mostrar à Europa o que aqui se passa de forma que possa ser entendido, que é exactamente o que os corruptos não querem, que é serem expostos. Entendam isto!!!
    EXPONHAM A VERGONHA AOS OLHOS DA EUROPA, DO MUNDO!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois também gostava, mas eu não tenho tempo para mais que isto, mas deixo o desafio a quem quiser, que o faça. E é livre de copiar o blog na integra ou apenas aproveitar o que achar mais interessante. Eu agradeço e Portugal também.

      Eliminar
  13. Os Portugueses estão divididos em 2 grupos: Os que se governam á custa do Orçamento e que criaram o SISTEMA da governação vigente e os ignorantes que deambulam entre o TER e O SER. Só uma NOVA GERAÇÃO a partir dos seus recursos pessoais e cultura de valores humanos é que poderá virar a página do EMBUSTE SOCIALISTA onde a CORRUPÇÃO foi a via principal e que atesta o ADN da idiossincrasia latina que contraria a cultura democrática. O lema da classe politica é DIVIDIR PARA GOVERNAR.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais... e essa cultura e mudança do ADN das próximas gerações, cabe a nós faze-la, informando, divulgando denunciando e deixando de fingir que não percebemos nada de politica, quando politica tem sido apenas roubar, enganar, manipular, e disso toda a gente percebe.

      Eliminar
  14. Parabéns Zita...acima de tudo pela coragem.
    O que eu queria deixar presente,é que as verdades expostas no teu blog infelizmente,não se ficam por aqui...
    É preciso dedicar muito tempo de investigação,para descobrir que o que se passa em Portugal,é fruto de um plano global.
    Esse plano tem um nome...investiga e verás porque está tão bem feito e porque é tão difícil combate-lo.
    Não são só os Portugueses que tem de acordar,são os Europeus,os Americanos,os Africanos,etc...etc...
    Para um plano global,um acordar global.O que é muito difícil que venha a acontecer.Na minha opinião não teremos hipótese se não estar sujeitos ao que aí vem.Gostava de ser mais optimista mas conhecendo minimamente a agenda desse plano,custa-me acreditar que ele não se venha a concretizar.
    Não quero com esta informação retirar-te animo e vontade para continuares a tua missão de despertar consciências.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Devo discordar consigo, há paises que não estão a alinhar nesses planos mundiais... são países governados por governos competentes e leais. http://www.youtube.com/watch?v=wJoOEe4de3k

      Eliminar
  15. Onde tem andado este tempo todo?
    Espero vê-los a elucidar sobre a prisão da investigadora Maria de Lurdes Rodrigues, que se encontra presa desde o dia 29 de Novembro de 2016, na prisão de tires/cascais, por ter dito algumas verdades (muitos de nós, nunca tiveram a coragem de o dizer), sobre a justiça e a corrupção Portuguesa. Para quem não saiba, foi em uma audiência onde foi determinado que ela foi-se internada. E não aceitou! Mais tarde o juízes (tribunal), decidiu prende-la.
    Espero vê-los a tomar posição sobre esta mulher, se preventora tem dúvidas, vão a prisão de tires e pensam para a visitar, com foi o nosso caso da “Plataforma-cascais...
    E mais não digo!

    ResponderEliminar