31 maio, 2012

Tribunal de contas conclui: Governo negoceia portagens, contra o estado. Quem vai para a prisão então?

governo roubar povo dar aos ricos scuts
A eles tudo... ao povo... nada!
A auditoria do Tribunal de Contas (TC) chega à conclusão que:
A introdução de portagens foi um mau negócio para o Estado.
as concessionárias ficaram claramente a ganhar

o Estado aceitou assumir os prejuízos das concessões que antes eram da responsabilidade das concessionárias, por imposição dos financiadores.

Para os 9 juízes que assinam a auditoria, as concessionárias dos privados, aproveitaram a introdução das portagens para exigir uma renegociação, ou seja, o negócio estava a correr mal pois as receitas eram baseadas na contagem do tráfego, (quanto mais tráfego mais ganhavam) mas como não havia lucro por não haver tráfego, foram falar com o estado (paizinho) e propuseram-lhe que ele pagasse o prejuízo... ele aceitou... mas ainda foram mais longe... propuseram  que o estado garantisse um lucro fixo de 14%?  O estado, aquela entidade gerida por criminosos, que oferecem o dinheiro do povo aos amigos, aceitou. 
"As concessionárias trocaram receitas baseadas na contagem do tráfego (que estavam em vários casos abaixo do previsto) «por rendas estáveis» baseadas em previsões favoráveis." Os privados passaram a não ter risco mas o estado passou a pagar mais do que antes... e parece que Sócrates e companhia,  mudaram a lei, para poderem fazer isto... chama-se a isto por e dispor de um país para seu beneficio e dos amigos... Precisas de algo fora da lei? Espera aí que a gente muda a lei para te poder dar o dinheiro...

Mais.... 
Para além de detectado o descarado, abuso do dinheiro público, ainda foram detectadas outras ilegalidades. Este assunto está putrefacto desde as origens... 
Se para uns a lei é dura, castradora e injusta, pois não permite construir um galinheiro ou uma marquise, ou um quiosque para sustentar uma família... 
Para os grandes... a lei é uma doce nulidade... que pode ser  pisada, em nome da grande amizade que une os nossos governantes e as empresas que favorecem. 
"Para os contribuintes, as vantagens de colocar portagens são muito menos claras.
2 - O TC diz que não foram avaliados os impactos sociais e económicos para as regiões afetadas, nem se protegeu os direitos e interesses dos utentes. Foram ignorados os custos ambientais, o aumento da sinistralidade ou os custos extra (para as câmaras e Estradas de Portugal) da manutenção das estradas secundárias."
Tipicamente à portuguesa, se quiseres fazer uma marquise porque não tens dinheiro para uma casa maior, tens que cumprir todas as exigências acima referidas... eles fazem mega obras e não cumprem nada...   (Artigo baseado nesta Fonte)
Há 5 anos que o TC anda a dizer o mesmo... fazer justiça é que ninguém faz.

Depois dizem que a crise é por causa dos portugueses terem telemóveis e carros...  esses doidos desvairados cheios de luxos... A crise é por causa dos portugueses viverem à grande e à francesa... esbanjando os milhões, 
Enquanto os políticos, pobres e remediados, poupam e vivem pobremente, 
Enquanto os políticos honestos e sensatos, renegoceiam com muito esforço, contratos para ajudar a poupar o dinheiro público.
Nós povo somos mesmo ingratos e gastadores...
O mais grave é que temos um regime de democracia distorcida, onde tudo é possível para eles e nada é possível para nós, povo. Onde eles podem e mandam e nós calamos e sofremos.
Onde o povo assiste impotente ao saque. 


 Lei 34/87, de 16 de Julho
Lei n.º 34/87, de 16 de Julho CRIMES DA RESPONSABILIDADE DE TITULARES DE CARGOS POLÍTICOS, CAPÍTULO II - Dos crimes de responsabilidade de titular de cargo político em especial, Artigo 7.º - Traição à Pátria: "O titular de cargo político que, com flagrante desvio ou abuso das suas funções OU COM GRAVE VIOLAÇÃO DOS INERENTES DEVERES, ainda que por meio não violento nem de ameaça de violência, tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro, ou submeter a soberania estrangeira, o todo ou uma parte do território português, ofender OU PUSER EM PERIGO A INDEPENDÊNCIA DO PAÍS será punido com prisão de DEZ A QUINZE ANOS."


7 comentários :

  1. Não me façam rir, porque eu até nem gosto de circo! Nem de comédias dramáticas.

    ResponderEliminar
  2. O saque é descarado.
    As "pessoas de bem" que nos governam e os seus amigos banqueiros são os mais descarados bandidos que a história do país tem memória.
    Exijamos a criminalização do poder e dos juízes.
    Como todos os outros enfrentam...

    ResponderEliminar
  3. Enganaram o TC e o TC enganou todos os portugueses,ao omitir estas manobras antes das eleições,para não prejudicar o partido do presidente do TC.
    Estão bem uns para os outros.
    Junte-se a esta encomenda,o PGR,a sra Cândida,a sra Morgada,o sr Noronha,uma pitada de maçonaria,outra de nomeações partidárias e eis a miserável justiça que temos,dando impunidade a quem rouba milhões de cidadãos com todo o descaramento.
    Nem as páginas de jornal fazem mossa nesta gente mafiosa.

    ResponderEliminar
  4. voltar as costas ao sistema, é a única opção que resta, com todas as consequências que poderão advir porque até agora o tempo de reagir já se esgotou

    ResponderEliminar
  5. Ora VIVA a corrupção, catano!...

    ResponderEliminar
  6. ATÉ QUANDO VAMOS ATURAR ESTA CHOLDRICE DE POLÍCIAS E LADRÕES?

    ResponderEliminar
  7. Hoje e sempre tive a noção que os governantes que passaram pelos governos de Portugal nada mais foram que corruptos e abusadores dos poderes neles instituídos e uma má gestão do er´rio publico em favor dos amigos e deles próprios. Se os nossos juízes, que deveriam ser isentos de quaisquer maçonarias ou merdas parecidas, deveriam julgar com imparcialidade todos os roubos efetuados por eles e amigos ao povo português. Mas, ponho duvidas que algum dia isso venha a acontecer. Desgraçados os que nascem neste país e que não tenham padrinhos que sejam do circulo deles, mais vale mata-los á nascença.

    ResponderEliminar