25 maio, 2012

A refinada humana,pulhice, inventa as mais absurdas razões, para fazer e desfazer Nações,



A refinada humana,pulhice,
inventa as mais absurdas razões,
para fazer e desfazer Nações,
e USA para tal,intriga e sacanice.
O anglo-saxão Imperialismo,
traçou do Médio,as fronteiras,
à fôrça do poder das canhoneiras,
e também do religioso fanatismo.

A Israel,entregou a Palestina,
criando assim a sionista Nação,
pois ali é a Terra da Promissão,
como Jeová assim determina.

Mas nega ao País basco certamente,
o direito à sua independência,
da Nação curda,nega a existência,
e da Sérvia,o Kosovo,fá-lo independente.

Acontece que o anglo-saxão Imperialismo,
tal como outrora a soberba Inglaterra,
longe de casa leva o terror e a guerra,
para impôr o moderno colonialismo.

Para obter a planetária Globalização,
dado que tem receio do Socialismo,
o ianque alia-se ao biblico Sionismo,
e conta com a sacanice da Europeia União.

A Horda da NATO,de cariz safardana,
até admite USAr a bomba nuclear,
mesmo que tal crime possa implicar
o desaparecimento da raça humana.

A ocupação do Iraque e Afeganistão,
provoca o muçulmano fanatismo,
e a pulhenta Política do Imperialismo,
tem o Àmén da Europeia União
Desabafos de um emigrante

4 comentários :

  1. Eu,um simples operário emigrante na Holanda desde 1964 e já velhote(88anos),digo que gosto imenso dêste Blog que denuncia a pulhice humana e fiquei contente e aqui deixo o meu Obrigado, por ver aqui estampados os meus desabafos de emigrante em poesia,pois os meus «Desabafos em poesia/são a forma que tenho à mão/para criticar
    dêste mundo cão/a pulhice e a velhacaria.»

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais uma vez aqui estou para corrigir uma falha na 1ª quadra.
      Faltou acrescentar a palavra Oriente ao Médio.Ou foi falta minha ou falta da trasladação dos meus desabafos de emigrante para êste Blog.Mais uma vez o meu obrigado a Zita,a pessoa que penso ter sido a criadora dêste Blog.José Gonçalves Cravinho.

      Eliminar
    2. Sim correcto, sou eu a única autora do blog, por vezes publico alguns artigos de outros autores, como foi este o caso. Obrigado pelo seu apoio.
      É um blog realizado com boa vontade e pouco tempo, mas vai dando para denunciar algumas coisas.

      Eliminar
  2. Não sei se já conhecem, mas aqui fica:

    REVOLTA!!

    Talvez não sejamos livres
    E quem sabe nossa liberdade
    Seja controlada e vendida
    A preço de comédia,
    Que tanto tento não acreditar.
    Rousseau já dizia:
    O homem nasce livre e em toda parte encontra-se a ferros,

    Talvez não sejamos o que pensamos
    Ou não sejamos o que realmente somos.
    A realidade nos desfigurou
    E no lugar pôs uma máscara,
    Máscara que nem sei se somos humanos
    Ou simples marionetes.

    Muitos abusam do poder,
    Enquanto outros não têm nem um simples ter.
    Poucos comem bem,
    Enquanto outros choram por um simples pedaço de pão.

    Vemos crianças carregando crianças,
    Crianças amamentando crianças,
    Adultos sendo pequenos,
    Adultos não sendo o que são.

    Vivemos sob o signo regido pela metamorfose,
    Pelo rompimento de paradigmas,
    Por verdades que se retorcem,
    Em versos que se destorcem
    A cada fluir de um novo dia.


    O tempo revela feridas antigas,
    Porém resta uma solução,
    Que aos poucos é difundida
    Com um simples refletir da razão,
    Na qual se encontra verdade única
    E certamente faz parte do que é seu,
    Onde existe opinião unida
    Denominado Deus.

    Contudo nós podemos ser donos de si,
    Donos de nossos próprios destinos,
    Olhando os erros do passado,
    Caminhando no presente e
    Com um leve pensar do futuro
    Rumo a um novo dia.

    Raul Lennon

    ResponderEliminar