19 maio, 2012

Cidadã espanhola ameaça o ministro das finanças corrupto.


O ministro das Finanças, em Espanha, foi abordado por uma cidadã espanhola, por causa de um processo igual ao BPN em Portugal. O banco Bankia, precisa de 7 mil milhões para ser salvo, e os espanhóis estão em grande revolta por isso. Apesar do prejuízo ser dividido por  40 milhões de cidadãos, caso o processo de resgate vá em frente, não será tão destrutivo como em Portugal, onde o buraco foi maior e dividido por apenas 10 milhões de portugueses.
Mas em Portugal é esta pasmaceira de consentimento. 
Um buraco destruidor do país, um buraco descaradamente provocado por roubos e abusos, um buraco consentido por Vítor Constâncio e pela UE, um buraco já desmascarado pelo ex presidente, que afirmou que não devia ter sido salvo, pois foi salvo baseado em falsos estudos de que tinha de ser para não afundar Portugal, .... 
Enganaram-nos como fazem ás criancinhas, quando querem que elas comam a sopa, também lhes dizem que se não comerem a sopa os brinquedos desaparecem todos por magia.  Gozam com a nossa inteligência, com a nossa dignidade e os nossos direitos!??? Que bando de políticos merdosos temos nós, a enganar-nos e a abusar dos direitos humanos? 

Vejam no video, como a cidadã chega mesmo a dizer que mata quem lhe tirar o dinheiro. 

"A su llegada a una de las sedes del ministerio, el ministro de Hacienda del regimen monarquico-catolico corrupto español, es abordado por una ciudadana afectada por la quiebra de Bankia, una antigua Caja de Ahorros saqueada por los politicos y sindicalistas corruptos del regimen, entre ellos un ex-vicepresidente del Gobierno de Partido franquista español, llamado Rodrigo de Rato y Figaredo, perteneciente a una de las familias de empresarios mas adineradas de España, que se ha visto obligado a dimitir como presidente de Bankia. Uno de los factores que ha llevado a la quiebra de este banco han sido sus practicas bancarias ladronas, como cobrar comisiones a los depositantes con saldos inferiores a 2000 euros, lo que ha provocado una fuga de depositos, asi como un progresivo deterioro de su cartera de activos inmobiliarios, que no logra sacar al mercado debido al inflamiento de precios abusivos, todo unido al robo y mangoneo de directivos puestos en sus organos de direccion por la partitocracia sindical corrupta (PP, PSOE, IU, CCOO, UGT, principalmente)
El politicastro español se desentiende de la ciudadana y se mete en el edificio, protegido por una nubecilla de esbirros y guardaespaldas pagados por todos los ciidadanos."

2 comentários :

  1. Acabo de chegar do trabalho, não dormi, porque trabalhei 19 horas seguidas, desde as 17:00 horas de ontem até hoje às 12:00, ligo o computador e vejo este caso, sabendo que tivemos um caso igual, e os excelentíssimos senhores ladrões estão nas suas mansões a gozar na nossa cara, e o povo consente! Mas no meio disto tudo, os burros, sou eu, e outros como eu, que somos escravos dos inteligentes. Mas também se não houvesse burros quem é que trabalhava.

    ResponderEliminar
  2. Uma vez mais, muitos parabéns, Zita!

    Muito bem observado! Muito bem observado!

    Para tudo o que corre menos bem num país e tem de ser suportado pelos cidadãos, pesa logo o divisor: por cá 10 milhões, em Espanha 40 e na China 1300 milhões.

    Ou seja, quando um país precisa aumentar impostos para conseguir um determinado montante, por quantos mais cidadãos dividir esse montante, menos cada um paga...!

    Por isso a recuperação será, sempre, mais rápida e barata (per capita) em Espanha do que em Portugal.

    ResponderEliminar