18 março, 2012

O que acontece a quem tenta defender os interesses de Portugal?

A EDP que domina



Veja neste video o que, aparentemente, está por trás da demissão do Secretário de Estado da energia foi apenas uma tentativa, dele, de defender os interesses de Portugal e dos portugueses. Quis acabar com os lucros imorais da EDP com o apoio da Troika, mas Passos Coelho não teve poder para o apoiar, e ganhou a EDP, perderam os portugueses.
No entanto, Passos Coelho apoiou o secretário de estado dos transportes que o enganou, e pagou em dobro a uma empresa, que já lá tinha o dinheiro, e este não foi demitido. Isto mostra bem que o governo continua a proteger as pessoas erradas, tanto no governo como na sociedade. 

Percebe-se porque é que na EDP se festejou com champanhe (disse-o o Ministro da Economia) quando foi demitido o secretário de estado que ia proceder a cortes nas rendas da EDP.

E percebe-se que Henrique Gomes tenha dito que um relatório confidencial foi parar às mãos da EDP uma hora depois de ter chegado a S. Bento.
O próprio PSD foi o único a votar contra o esclarecimento do que levou Henrique Gomes à demissão. Mais uma das vergonhas da nossa democracia. Não importa expor a verdade ou fazer justiça, importa sim manter os jogos sujos, secretos.
"A proposta de audição, apresentada pelo PCP para esclarecer o processo que levou à saída do ex-governante no ano passado, foi aprovada pelo PS, PCP e Bloco de Esquerda na Comissão de Economia e Obras Públicas, mas acabou chumbada pela maioria.
O PSD e o CDS chumbaram hoje uma proposta do PCP para ouvir no Parlamento o ex-secretário de Estado da Energia, Henrique Gomes, e o ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira." fonte

Para os que duvidam que o governo não gosta e expulsa os que defendem Portugal, vejam neste video o famosos relatório que levou Henrique Gomes a ser demitido, onde sugeria baixar a carga para os consumidores. E já no final do video, uma outra tentativa em Outubro de 2012, de ajudar os portugueses, deste mesmo secretário de estado, que quase o levou a demitir-se, porque mais uma vez foi travado pela EDP e não foi suportado pelo governo.

Fique também a saber alguns detalhes, neste video, sobre os milhões que se gastam disfarçados de arte e abrigados em fundações. 
Já é sobejamente conhecido o estilo de governo em Portugal, parece que só os que governam contra os interesses de Portugal e dos portugueses, é que se aguentam por lá... apoiados e admirados pelos saqueados contribuintes... 

3 comentários :

  1. Quando o Ilídio de Pinho - ex-patrão do P. Passos Coelho - vai para a EDP, o "pintelho" Catroga, o reformado do BCP por incapacidade Teixeira Pinto (reforma:75.000€), a insondável Cardona TODOS a ganharem 45.000€/mês, pergunto:

    Alguma vez os excessivos proveitos da EDP - reconhecidos pela Troika - vão ter fim? Quem acredita?

    Acreditou um ingénuo Sec de Estado e foi logo para a rua. O polvo não perdoa...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim funciona o governo, os bons os honestos e os que defendem o país, não consegue sobreviver contra a maré

      Eliminar
  2. ...e nunca mais nos livramos desta CORJA!!!!

    ResponderEliminar