21 março, 2012

Marinho e Pinto denuncia o enriquecimento ilícito, criticando o povo que pactua e vota em criminosos.




Paula Teixeira da Cruz afirma que vai dar prioridade máxima ao combate da corrupção, no entanto, ela própria já foi o centro das atenções em 3 casos recentes de corrupção, tendo em conta que a corrupção não é apenas  a "oferta" de dinheiros públicos mas também de favores ou  ainda o (ab)uso do poder público para benefícios  pessoais, segundo a organização"Transparency International".
Os casos onde o seu nome apareceu envolvido foram os 15 cargos (tachos) para amigos do namorado, foi o "tacho" para a sua irmã, e foi a atribuição de subsídios proibidos a um informático que só de salário base usufrui perto de 4 mil euros.

Marinho e Pinto critica o povo português por continuar a pactuar e a dar o seu aval aos corruptos, votando neles. Fazendo referencia que os nossos políticos têm na sua maioria problemas com a justiça, alguns deles bem óbvios e no entanto os portugueses confiam o seu país, o seu futuro e o seu dinheiro nas mãos deles.
O exemplo de Armando Vara que encabeça um banco, após várias suspeitas de crimes, e no entanto a instituição bancária que o alberga, não vê nisso uma perda de credibilidade perante os clientes ( apesar de a lógica nos dizer que um banco com criminosos, na direcção, pode não ser de confiança) mas em Portugal parece que é precisamente o oposto... os criminosos são os maiores, os mais espertos e safam-nos sempre!!??? Será que é isto que se passa na cabeça dos portugueses???
Para Marinho e Pinto os processos nunca chegam a lado nenhum, são inconclusivos, anulados, prescrevem, inocentados, etc etc, a única utilidade que têm os processos é que servem para fazer esquecer os anteriores e desviar atenções.
O bastonário da ordem dos advogados refere ainda o caso dos sobreiros... numa zona considerada reserva ecológica durante 10 ou 15 anos, de repente aparecem 3 ministros que decidem que já não é reserva e numa noite abatem 2 mil sobreiros.
Mas mais descarado ainda é que pouco tempo depois começam a entrar aos 10 mil dólares em cash na conta de um partido, de pessoas fictícias/falsas.
Os envolvidos continuam por aí, totalmente impunes e nem uma leve censura lhes foi dirigida!


7 comentários :

  1. Caro Dr.Marinho Pinto o senhor e outros com a mesma coragem deviam estar na politica acriva. Nos o povo estamos perddos. Pf ajude-nos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era bom mas eles não gostam de pessoas "chatas" no governo... aquelas que defendem o povo são inimigos deles.

      Eliminar
    2. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
      A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
      Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
      Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
      A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
      MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

      Eliminar
  2. Este blog devia ser uma televisão ajudava as pessoas a abrir os olhos.

    Admiro muito o seu trabalho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
      A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
      Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
      Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
      A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
      MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

      Eliminar
  3. Admiro o Dr. Marinho e Pinto, pelo seu empenho na luta contra esta democracia corrupta.
    Falta Educação à maioria dos portugueses, que os impossibilita de ver a realidade e votarem sempre nos mesmos. As pessoas criticam e têm plena consciência que estamos a ser roubados, basta ver os telejornais.
    No entanto, nada se faz para mudar este sistema corrupto e punir os responsáveis por este gamanço descarado!
    Precisava-mos de uma Revolução a sério e reescrever a Constituição!

    ResponderEliminar
  4. Normalmente ninguem gosta daqueles que dizem as verdades, é por isso que no caso Deste Grande senhor, muitos nem o podem ver.

    No meu caso adorava o ver era ainda mais activo :)

    ResponderEliminar