18 novembro, 2011

Será o pior Natal dos últimos 32 anos.

medidas afundam portugal
Agora é que vai doer.
Nesta época, o consumo dava animo a muitos sectores económicos graças ao subsidio de Natal e à época natalícia... este ano será diferente, prevê-se que a falta de poder de compra dos portugueses irá agora mostrar  o seu impacto real na economia, já moribunda, de Portugal... 

"Consumo privado empurra economia para «o fundo». Actividade económica com pior desempenho em mais de dois anos, devido à queda do consumo privado."  fonte
"A economia vai sofrer uma contracção real de 3% a 4% no último trimestre deste ano face a igual período de 2010, naquele que será o empobrecimento mais rápido e violento de que há registo.
Serão as famílias, por via de cortes a fundo no consumo, motivados pela nova taxa sobre os subsídios de Natal deste ano e pela falta de crédito bancário, que vão pagar a maior parte do ajustamento. O consumo das famílias vale cerca de 60% da riqueza total da economia.
Ontem, o INE avançou com a primeira estimativa para o PIB do terceiro trimestre. De acordo com a contabilidade nacional, a riqueza caiu menos do que sugerem os cálculos da semana passada divulgados por Bruxelas. A Comissão fala num recuo de 2,6%, mas para o INE
Mas o pior, avisam os economistas ouvidos, é que será agora, no Natal, época em que muitas famílias abriam mais os cordões à bolsa por causa do 14º mês, que começa oficialmente a época da austeridade.
 “A classe média vai receber menos dinheiro por causa da sobretaxa do subsídio de Natal e o facto de haver um enorme retracção na concessão de crédito também é determinante para que haja menos consumo”.
15/11/2011 | 00:00 | Dinheiro Vivo

Sem comentários :

Enviar um comentário