31 outubro, 2011

A democracia não pode ser desculpa para parasitas se saciarem

Deputados despesistas
Em Portugal, os funcionários, Não Deputados, que trabalham (???) na Assembleia têm um subsidio equivalente a 80% do seu vencimento? Isto é, se cá fora ganhassem 1000,00 EUR lá dentro ganhariam 1800,00EU. 
Porquê? 

Profissão de desgaste rápido?!!... 
E porque é que os jornais não falam disto?!..
Já agora vejam como é a vida dos deputados na Suécia. E percebe-se que quanto mais rico é um país mais justa é a sociedade. Nós, por cá, cada vez mais perto do 3º mundo.

Em Inglaterra foi exigida transparência e obrigou-se à divulgação das regalias e abusos dos deputados, deixando a descoberto o abuso do dinheiro público.
Um nova lista de despesas de deputados ingleses foi hoje divulgada pela Câmara dos Comuns e inclui objectos como um descascador de alhos ou uma torre com sino. Todos os detalhes estão no sítio web do parlamento e podem ser vistos aqui.
Membros do parlamento tinham pensado reter os números até o processo de reembolso estar terminado em Janeiro, mas as suas esperanças foram dissolvidas com a exigência do líder dos conservadores, David Cameron, em revelar os nomes para salvar a credibilidade dos políticos e sublinhar a necessidade de transparência.
Assim se chega a uma nova lista recheada de itens bizarros como torres com sinos ou trelas de cães.
O primeiro-ministro, Gordon Brown, vê-se novamente embaraçado com a revelação de contas de limpeza, jardinagem e telefónicas. Esta última conta, supreendentemente, revela onde e quando as chamadas foram feitas.
A agência "Bloomberg" fez as contas e concluiu que 586 deputados pediram o subsídio para segunda morada, custando aos cofres do Estado inglês um total de 10 milhoes de libras, mais de 12 milhões de euros. Fonte

Sem comentários :

Enviar um comentário