30 outubro, 2011

Compramos computadores por 4000 euros, contactar Funchal/Madeira.

Corrupção ajustes Madeira buraco

Temos que nos dedicar ao novo negócio de computadores muito rentável, dá imenso dinheiro e pouco trabalho. Ainda está por esclarecer é se realmente é o negócio de computadores que é rentável? Ou será fazer negócios com o estado por ajuste directo que é rentável?... Temos que investigar e dedicar-nos, de corpo e alma a este novo conceito. Com dinheiro do povo até compram um alfinete por 4 mil euros... quem é que se atreve a dizer que foi mal gasto?

"Um computador e um monitor comprados pela junta de freguesia de Santa Maria Maior (Funchal) custaram 4.050 euros. Ainda por cima, foram comprados dois computadores e dois monitores como pode confirmar aqui." fonte

ANEDOTA ALUSIVA AO TEMA
Devemos ainda dar os parabéns ao vendedor em questão, afinal sempre temos bons profissionais.
Esta anedota deve ter como protagonista o sr que vendeu os famosos computadores.

Um puto esperto, mas saloio, candidatou-se a um emprego numa grande loja da cidade. Na verdade, era a maior loja do mundo, tudo podia ser comprado ali. O gerente perguntou ao rapaz:
- Você já trabalhou alguma vez?
- Sim, eu fazia negócios lá na minha Merdaleja. Mas olhe, se eu não vender nada até ao fim do dia, você não precisa de me contratar...
- sendo assim pode começar.
Às 18:30 o gerente foi investigar o novo empregado para verificar sua produtividade e perguntou:
- Quantas vendas você fez hoje?
- Uma!
- Só uma!? A maioria dos meus vendedores faz de 30, 40 vendas por dia. De quanto foi a sua venda?
- Dois milhões .
- Como???
- Bem, o cliente entrou na loja e eu vendi-lhe um anzol pequeno, depois um anzol médio e finalmente um anzol grande. Depois vendi uma linha fina de pescar, uma de resistência média e uma grossa, para pescaria pesada. Ainda sugeri um cana de pesca com hidráulicos e de carbono e ele achou boa ideia. Perguntei onde ia ele pescar e ele disse-me que gostaria de fazer pesca marítima. Eu sugeri que talvez fosse precisar de um barco, então acompanhei-o até a secção de náutica e vendi-lhe uma lancha de primeira linha. Depois o carro dele não tinha potencia para puxar a lancha e levei-o à secção de carros e vendi-lhe um jipão com tracção às quatro rodas e um atrelado para o barco.
Perplexo, o gerente perguntou:
- Você vendeu isso tudo a um cliente que veio aqui comprar um pequeno anzol?
- Não senhor! Ele entrou aqui para comprar um pacote de tampões para a mulher, e eu disse: Já que o seu fim de semana está perdido, porque não vai pescar?




2 comentários :

  1. O rapazito da Merdaleja não é aquele mocito que está agora na Comissão Europeia? É que esse também começou como empregado de mesa e vê só onde foi parar!

    ResponderEliminar
  2. Cá está:
    https://web.archive.org/web/20110924042308/http://www.base.gov.pt/_layouts/ccp/AjusteDirecto/Detail.aspx?idAjusteDirecto=114666

    ResponderEliminar