08 agosto, 2011

Cavaco Silva sai sempre caro! Portugueses adoram-no!!



Cavaco Silva rico acções corrupção
AS ACÇÕES DE MARIA CAVACO SILVA
Cavaco Silva deu a aprovação final à lei que obriga o estado a sustentar as campanhas e os partidos políticos.
Cavaco Silva gastou 1,8 milhões na sua última campanha. "A candidatura de Cavaco Silva às eleições presidenciais de Janeiro gastou na campanha um total de 1,79 milhões de euros, menos de metade do limite legal máximo" fonte

Cavaco Silva beneficiou da compra e venda de acções do BPN, que nem sequer estavam cotadas na bolsa, foram transaccionadas pelo próprio presidente do banco. Lucrando Cavaco Silva, mais de 300 mil euros, com prejuízo para o banco. Grande defensor dos interesses da empresa este senhor. "Caso BPN: Oliveira Costa vendeu a Cavaco Silva e filha 250 mil acções da SLN perdendo 1,10 euros em cada" fonte

Cavaco Silva esteve envolvido em diversas coincidências, aquando da compra da sua casa de praia. em vídeos.
Cavaco Silva tem passado ligado à PIDE?
Cavaco Silva tem uma esposa com uma declaração de IRS com 800 euros de reforma? (aqui)

Cavaco Silva dispõe, apenas para a presidência, de um orçamento de 16 milhões de euros. Mais que o Rei de Espanha. "Para o primeiro ano deste segundo mandato de Cavaco Silva estão disponíveis 16 milhões de euros. Em 1976, havia apenas 99 mil euros para gastar. Mesmo sem contar com a inflação, em democracia, as despesas de Belém têm subido 18% por ano". fonte
Video que explica que Cavaco Silva exerce a presidência, com mais despesa que as famílias reais. "Presidência custa 5 vezes mais que a casa Real espanhola
A Presidência da República portuguesa custa cinco vezes do que a Casa Real espanhola, em valores absolutos e 18 vezes mais por habitante(...) disse D. Duarte Pio de Bragança.

Cavaco Silva recebeu financiamentos da SLSN/BPN, para a sua campanha, 11 figuras ligadas à SLN entre os financiadores da campanha de Cavaco Silva a Belém em 2006. 130 MIL EUROS?? O processo BPN é claramente uma das balas mais perigosas para o atual Presidente da República. Além dos negócios com o banco (ainda que altamente lucrativos, todos legais) e de ex-ministros seus estarem envolvidos. Fonte 
Cavaco Silva e o Pavilhão Atlântico, uma história com muitos enigmas, que lesou o interesse nacional.
Cavaco Silva, pai da primeira PPP - A CONSTRUÇÃO DA PONTE VASCO DA GAMA, A PRIMEIRA PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA, FOI UM NEGÓCIO RUINOSO PARA O ESTADO PORTUGUÊS.Artigo completo

A declaração de rendimentos de Cavaco Silva e de Maria Cavaco Silva, em 2010, entregue no Tribunal Constitucional, denuncia ganhos superiores a 999 mil euros, entre trabalho dependente, pensões, ajudas de custo, aplicações em bolsa, depósitos à ordem e a prazo, planos poupança reforma e ações. Ganharam uma média 83 mil euros por mês.
O Presidente da República e a mulher são ainda titulares de um plano de poupança reforma, no valor de 53 mil euros. Os investimentos do casal também são feitos em obrigações, com uma aplicação na Caixa Geral de Depósitos de 15 mil euros. Cavaco também é detentor de ações, em 10 empresas nacionais, com 101 960 ações. FONTE

Em 2010, Cavaco Silva reportou rendimentos de trabalho dependente que ascenderam a 138.942,02 euros
2. Pensões
Entre o fundo de pensões do Banco de Portugal e a reforma da Caixa Geral de Aposentações, o Presidente da República recebeu em 2010 141.519,56 euros
3. Depósitos à ordem
De acordo com a declaração entregue no Tribunal Constitucional, Cavaco Silva era, em 2010, titular de quatro contas à ordem, cujo valor total era de 41.417,16 euros, distribuídos da seguinte forma: BCP (16.881,65 euros); BPI (5543,24 euros); CGD (10.688,15 euros); Montepio Geral (6.304,12 euros)
4. Depósitos a prazo
Cavaco Silva surgia, em 2010, como titular de cinco depósitos a prazo: BCP (185.000,00 euros); BCP (175.000,00 euros); BPI (91.000,00 euros); BPI (141.000,00 euros); CGD (20.000,00 euros)
5. PPR
O Presidente da República é detentor de um plano de poupança reforma que, no final de 2010, tinha 53.016,21 euros
6. Obrigações
Cavaco Silva reportou também uma aplicação em obrigações, constituída na CGD, que era de 15.000,00 euros.
7. Ações
O Presidente da República declarou ter 101.960 ações de 10 empresas portuguesas, incluindo da Jerónimo Martins e do BCP.
8. Subvenção vitalícia
Cavaco Silva foi primeiro-ministro entre 1985 e 1995 e teria direito a receber, todos os meses, uma subvenção vitalícia, mas renunciou a este direito.
9. Vencimento do Presidente
Em 2011, os aposentados que prestam serviço remunerado em serviços públicos ou ocupam cargos públicos, passaram a ter de optar entre receber o vencimento ou a pensão. Cavaco Silva optou pelas reformas, prescindindo assim do vencimento de 6523 euros que a lei atribui ao Chefe de Estado.
10. Despesas de representação
Apesar de não receber o vencimento de Presidente da República, Cavaco Silva tem direito a receber o valor referente às despesas de representação que rondam os 2900 euros." fonte

O PAI DA DIVIDA
(lei aprovada pelo Dr Cavaco Silva) " Lei prevê verbas específicas para eleições" Estado dá 70,5 milhões para financiar as três campanhas. O Orçamento do Estado para 2009 prevê 70, 5 milhões de euros para as campanhas campanhas partidárias das três eleições que vão acontecer em 2009 .O Orçamento do Estado prevê ainda que os sete partidos com representação parlamentar ( PS, PSD, CDS, PCP, Verdes e Bloco de Esquerda) venham a receber, no total, 17,2 milhões de euros de subvenção anual. O valor atribuído a cada partido é dependente do número de votos que obteve nas últimas eleições legislativas.fonte
- Video de Cavaco Silva, O REI DAS GAFES
- Video onde ele comenta as suas ações no BPN/SLN

CAVACO SILVA NÃO DÁ CAVACO, recusa-se a revelar as despesas.
É caso para dizer que é preciso outro 25 de Abril para que esta situação mude. A Presidência da República continua a não publicar os seus contratos e despesas detalhadas. No portal Base, por exemplo, não se encontra qualquer despesa de Belém.
No site da Presidência da República existia desde 2011 uma secção chamada Contratos que nunca teve qualquer informação. Este órgão de soberania chegou a garantir à TVI24 que a situação iria ser corrigida. Como a Presidência nunca mostrou interesse em partilhar essa informação, a secção foi agora apagada! fonte

BOYS E GIRLS DE CAVACO SILVA
O zé povinho ainda tem dinheiro para comer e sustentar ricalhaços? Ou já deixou de comer?
ELEMENTOS QUE INTEGRAM A CASA CIVIL
Chefe da Casa Civil
– José Manuel Nunes Liberato
Assessora do Presidente da República
– Ana Palha
– Teresa Sanches
Assessoria para as Relações Internacionais


– Luísa Bastos de Almeida
Consultor para as Relações Internacionais e Comunidades Portuguesas
– Mário Martins
Consultora
– Maria Manuel Morais e Silva
Consultora
– Raquel Oliveira Martins
Assessoria para os Assuntos Políticos
– Nuno Sampaio
Assessor
– Ademar Vala Marques
Consultor
– António Araújo
Consultor para os Assuntos Políticos e da Sociedade
– José Luís Jacinto
Consultor
– Fernando Lima
Adjunta
– Teresa Byrne
Assessoria para os Assuntos Jurídicos e Constitucionais
– Ana Martinha
– Gonçalo Matias
Consultor para os Assuntos de Justiça
– António Macedo Almeida
Consultor para os Assuntos Constitucionais
– Carlos Blanco de Morais
Assessoria para a Juventude, Educação, Ciência e Ambiente

Assessora para a Educação
– Suzana Toscano
Consultor para o Ambiente, a Ciência e o Mar
– Tiago Pitta e Cunha
Consultora para os Assuntos da Juventude e Desporto
- Carla da Cruz Mouro
Assessoria para a Segurança Nacional
Consultor e Secretário do Conselho de Estado
– Abílio Morgado
Assessoria para os Assuntos Económicos e Empresariais
– Joaquim José Miranda Sarmento
Consultor para os Assuntos Económicos
– Luís Bernardes
Consultor para os Assuntos Económicos
– João Borges de Assunção
Consultor para os Assuntos Empresariais
– Pedro de Almeida
Consultor para a Inovação
– Jorge Portugal
Consultor para os Assuntos Agrícolas e o Mundo Rural
– Armando Sevinate Pinto
Consultor para os Assuntos Europeus
– Vítor Martins
Assessoria para os Assuntos Sociais

– David Justino
Consultor para os Assuntos da Saúde
– Manuel Antunes
Consultora para os Assuntos da Política de Saúde
– Clara Carneiro
Consultor para os Assuntos de Trabalho
- António Nunes de Carvalho
Consultora para os Assuntos Sociais
– Maria Luísa Cunha
Assessoria para os Assuntos Culturais
– Diogo Pires Aurélio
– Ana Maria Bustorff Martinho
Assessoria para a Comunicação Social
– José Carlos Vieira
– Ana Zita Gomes
Gabinete do Cônjuge
Assessora
– Margarida Mealha - FONTE



10 comentários :

  1. O principal responsável pelo estadoddo país foi eleito 4 vezes pelos Portugueses, duas para 1º Ministro e duas para Presidente da República. Acho que é tempo, talvez demasiado tarde de tirarmos as nossas conclusões; a minha foi sempre de julgar com fndamento, factos, provas, bastou o 1º mandato com o abate da frota pesqueira, subsidios da agricultura para não se cultivar, produzir, acabar com formação técnico profissional, falta de apoio á ciência e tecnologia, investigação, terminar com bolsas para os estudantes do Ensino Superior, isentar mais valis e impostos de capital. Não se esqueçam tudo isto em apenas 4 anos, tenham memória, lembrem-se.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A nossa ignorância é a maior arma de destruição dos políticos.
      Nada mais eficaz que escravizar sem que o escravo saiba que o é.
      Nada mais eficaz que roubar, sem que o saqueado saiba que está a ser saqueado.
      Nada mais eficaz que enganar aquele que desconhece que é enganado.
      A ilusão de liberdade é a melhor forma de segurar as amarras
      A ilusão de conhecimento é a melhor forma de manter a ignorância... muita desinformação pouca informação sobre as verdadeiras manobras dos que nos governam.

      Cavaco é a prova de que somos desgovernados por ignorantes que votam , adoram e elegem corruptos...

      Eliminar
    2. TEMOS OS POLITICOS QUE MERECEMOS SOMOS NÓS QUE OS MOLDAMOS
      UM POVO QUE NÃO VOTA NEM SABE USAR O VOTO JAMAIS SERÁ REPRESENTADO, TEMIDO OU SEQUER RESPEITADO E JAMAIS SABOREARÁ AS VANTAGENS DA DEMOCRACIA...
      Em Portugal vence sempre a abstenção e a ignorância e os corruptos.
      O povo não sabe que o voto não serve apenas para votar a favor dos que mais se apoiam, serve também para votar contra os que mais roubam e mentem.
      O critério decisivo da democracia é a possibilidade de votar contra os partidos que há 40 anos destroem o país
      Karl Popper, sobre democracia, responsabilidade e liberdade.
      (…)
      Inicialmente, em Atenas, a democracia foi uma tentativa de não deixar chegar ao poder déspotas, ditadores, tiranos. Esse aspecto é essencial. Não se tratava, pois, de poder popular, mas de controlo popular. O critério decisivo da democracia é – e já era assim em Atenas – a possibilidade de votar contra pessoas, e não a possibilidade de votar a favor de pessoas.
      Foi o que se fez em Atenas com o ostracismo. (…)
      Desde o início que o problema da democracia foi o de encontrar uma via que não permitisse a
      ninguém tornar-se demasiado poderoso. E esse continua a ser o problema da democracia. (…)

      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2015/09/o-criterio-decisivo-da-democracia-e.html#ixzz3qcV7Aoi8

      Eliminar
  2. O QUE É QUE VOCES ESPERAM de um finório como este que teve o belíssimo carater de se inscrever na PIDE? Só por isto se avalia a qualidade desta criatura... Porque é que ninguém fala disto... é segredo... só assim se percebe do que esta gente é capaz de fazer ...até debaixo de água...

    ResponderEliminar
  3. Tantas manifestacoes so quero saber qual o dia da REVOLUCAO.
    Já chega de roubos e de nos fazer de palhaços.
    EU QUERO 1 REVOLUCAO JÁ

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. TEMOS OS POLITICOS QUE MERECEMOS SOMOS NÓS QUE OS MOLDAMOS
      UM POVO QUE NÃO VOTA NEM SABE USAR O VOTO JAMAIS SERÁ REPRESENTADO, TEMIDO OU SEQUER RESPEITADO E JAMAIS SABOREARÁ AS VANTAGENS DA DEMOCRACIA...
      Em Portugal vence sempre a abstenção e a ignorância e os corruptos.
      O povo não sabe que o voto não serve apenas para votar a favor dos que mais se apoiam, serve também para votar contra os que mais roubam e mentem.
      O critério decisivo da democracia é a possibilidade de votar contra os partidos que há 40 anos destroem o país
      Karl Popper, sobre democracia, responsabilidade e liberdade.
      (…)
      Inicialmente, em Atenas, a democracia foi uma tentativa de não deixar chegar ao poder déspotas, ditadores, tiranos. Esse aspecto é essencial. Não se tratava, pois, de poder popular, mas de controlo popular. O critério decisivo da democracia é – e já era assim em Atenas – a possibilidade de votar contra pessoas, e não a possibilidade de votar a favor de pessoas.
      Foi o que se fez em Atenas com o ostracismo. (…)
      Desde o início que o problema da democracia foi o de encontrar uma via que não permitisse a
      ninguém tornar-se demasiado poderoso. E esse continua a ser o problema da democracia. (…)

      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2015/09/o-criterio-decisivo-da-democracia-e.html#ixzz3qcV7Aoi8

      Eliminar
  4. Das quatro, uma: ou somos burros, masoquistas, ignorantes ou tudo junto, porque continuamos a votar neles. Quando votamos nos partidos (empresas privadas), o estado (nós), paga € 3,10 por cada voto aos partidos! Ou seja, pagamos para ser roubados nos vencimentos, pensões, trafulhices onde o estado sai sempre prejudicado (nós), e todo o rol que toda a gente conhece.
    Daí, quando se aproximam as eleições, há grande pressão e publicidade (paga também por nós,) para irmos votar porque é um "dever cívico".
    Também quero outra revolução que a última teve este triste desfecho. Não conseguimos nada com manifestações. Temos pessoas sérias, competentes e patriotas mas que não avançam com soluções como a criação de um novo partido esterilizado,p.ex.. Contratava alemães, ingleses ou americanos como uma espécie de governo conselheiro e que nos arrumariam a casa em 3 tempos. Teríamos era de aumentar a capacidade das cadeias para alojar os artistas. E fazíamos regressar os muitos milhões estacionados em paraísos fiscais bem como os passados convenientemente para o nome de familiares.
    Numeros oficiais dizem que em 2012 havia 2 milhões de portugueses em situação de pobreza. Em 2014 devemos estar nos 2,5 ou 3 milhões, presumo, e com tendência para aumentar. Com esse dinheiro, liquidaríamos a pobreza no país.
    Mas isto sou eu a filosofar porque prevê-se que mais de 50% das pessoas não vá votar pelo que os votantes votarão nos partidos do costume e no dia seguinte é outro dia e tudo ficará na mesma, mudam apenas as moscas. E a bola voltará imediatamente a abrir telejornais e a triste rotina lusitana regressará a um país que não consegue reagir. E eles sabem isso, claro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ao não votar elege precisamente aqueles que transformaram Portugal naquilo que o sr critica. Se quer mudar temos que derrubar os partidos que estão na AR há 40 anos e isso não se consegue, não votando para poupar 3 euros, e perder milhões deles roubados pelos eleitos por alguém, sabe deus quem

      Eliminar
    2. TEMOS OS POLITICOS QUE MERECEMOS SOMOS NÓS QUE OS MOLDAMOS
      UM POVO QUE NÃO VOTA NEM SABE USAR O VOTO JAMAIS SERÁ REPRESENTADO, TEMIDO OU SEQUER RESPEITADO E JAMAIS SABOREARÁ AS VANTAGENS DA DEMOCRACIA...
      Em Portugal vence sempre a abstenção e a ignorância e os corruptos.
      O povo não sabe que o voto não serve apenas para votar a favor dos que mais se apoiam, serve também para votar contra os que mais roubam e mentem.
      O critério decisivo da democracia é a possibilidade de votar contra os partidos que há 40 anos destroem o país
      Karl Popper, sobre democracia, responsabilidade e liberdade.
      (…)
      Inicialmente, em Atenas, a democracia foi uma tentativa de não deixar chegar ao poder déspotas, ditadores, tiranos. Esse aspecto é essencial. Não se tratava, pois, de poder popular, mas de controlo popular. O critério decisivo da democracia é – e já era assim em Atenas – a possibilidade de votar contra pessoas, e não a possibilidade de votar a favor de pessoas.
      Foi o que se fez em Atenas com o ostracismo. (…)
      Desde o início que o problema da democracia foi o de encontrar uma via que não permitisse a
      ninguém tornar-se demasiado poderoso. E esse continua a ser o problema da democracia. (…)

      ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2015/09/o-criterio-decisivo-da-democracia-e.html#ixzz3qcV7Aoi8

      Eliminar
  5. BASTAVA O POVO SABER COMO SE VOTA CONTRA OS PARTIDOS CORRUPTOS E PORTUGAL SERIA LIMPO DA CORRUPÇÃO. VOTEM EM PARTIDOS SEM ASSENTO PARLAMENTAR SÓ ISSO TEM VALOR E PUNE OS PARTIDOS CORRUPTOS. Nos paises menos corruptos do mundo a democracia funciona porque as pessoas sabem votar e usam o voto, 90% votam... aqui só temos eleitores ignorantes por isso quem não funciona são os eleitores e não a democracia.
    A abstenção afinal obtém um resultado contrário, ao que pretendem os abstencionistas
    Por isso, o que me chateia na vossa abstenção é a falta de colaboração num trabalho importante. Não é uma questão de direitos ou deveres cívicos em abstracto. O problema é concreto. Temos uma tarefa difícil, da qual depende o nosso futuro, e vocês ficam encostados sem fazer nada.
    Isto tem consequências graves para a democracia. Quando a maioria não quer saber das propostas dos partidos, está-se nas tintas para o desempenho dos candidatos e nem se importa se cumprem os programas ou não, o melhor que os partidos podem fazer para conquistar votos é dar espectáculo. Insultarem-se para aparecerem mais tempo na televisão mentirem para agradar. Vocês dizem que se abstêm porque a política é uma palhaçada mas a política é uma palhaçada porque vocês não votam. Vocês não exercem o vosso dever de votar contra quem faz mal ao país. O vosso de dever e direito de punir os que lesam o país nas urnas.
    A culpa é vossa porque não é preciso muita gente votar em palhaços para os palhaços ganharem. Basta que a maioria não vote.. Basta abanar o pano da cor certa e, se mais ninguém vota, eles ficam na maioria. Mas se vocês colaborassem e se dessem ao trabalho de avaliar as propostas, julgar e punir os partidos que há 40 anos destroem o teu país, se os responsabilizassem pelas promessas que fazem e votassem contra os que mentiram, deixava de haver palhaços, interesseiros e imbecis na política.
    MAIS ARTIGOS SOBRE CIDADANIA E EDUCAÇÃO CIVICA, NESTE LINK, APRENDA A VIVER EM DEMOCRACIA SE QUER QUE ELA FUNCIONE::.. INFORME-SE VEJA ESTE LINK http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/10/percebam-que-abstencao-afinal-obtem-um.html#.WM_ogfmLTIU

    ResponderEliminar